jump to navigation

A IFFHS, a CBF e as cotas de patrocínio janeiro 11, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , ,
trackback

Existem vários rankings para medir as forças do futebol mundo afora. Contudo o mais conhecido e conceituado mundialmente é o da IFFHS (International Federation of Football History and Statistics) da Alemanha.

A IFFHS tem dois tipos de rankings para clubes de futebol. O primeiro é anual e leva em consideração apenas os resultados em competições nacionais e internacionais nos últimos 12 meses, conforme pontuação determinada. O segundo leva em consideração o histórico nestas competições desde 1991, ano em que a Federação começou o trabalho de rankeamento.

Na edição atualizada em 31 de dezembro de 2007, o Grêmio aparece em 30º no ranking anual, como o 4º clube brasileiro, atrás apenas de Santos, São Paulo e Flamengo. No ranking histórico o Tricolor Gaúcho fica em 33º, mas em comparação com os brasileiros, passa a ser o 2º colocado, com o São Paulo, em 20º, sendo o primeiro.

Além deste ranking internacional, o ranking oficial da CBF, que leva em consideração a colocação dos times brasileiros em todas as edições do Brasileirão e da Copa do Brasil, coloca o Grêmio em primeiríssimo lugar.

O que mais impressiona é que, mesmo assim, as cotas de patrocínio dos times gaúchos não chegam a um terço daquelas dos maiores times do eixo Rio – São Paulo. Acho que está na hora (o contrato com o Banrisul vence em breve) do Grêmio, buscar uma cota de patrocínio mais interessante que os 3,9 milhões anuais do Banrisul.

tricolor2007_m.jpg

Pra mencionar apenas 2007, os patrocinadores de São Paulo e Santos, com seus mais de 10 milhões de reais cada, viram seus patrocinados cairem na Libertadores da América diante do Grêmio. Enquanto isso, o Banrisul teve sua marca aparecendo por mais tempo internacionalmente, pagando menos de 4 milhões anuais ao Tricolor Gaúcho.

Senhores dirigentes do glorioso Grêmio Football Porto Alegrense, tenho certeza que usando alguns destes argumentos, como os rankings IFFHS e CBF, além dos desempenhos recentes e históricos do Grêmio perante os grandes poderosos do futebol brasileiro, será possível negociar contratos de patrocínio, pelo menos, na faixa dos 5 / 6 milhões anuais. Basta não deixar que negociações atrapalhadas, como a que levou Diego Souza para o Palmeiras, ocorram também na hora de negociar com um novo patrocinador.

Anúncios

Comentários»

1. O patrocínio da Dupla Grenal « Eduardo Trindade online - janeiro 7, 2009

[…] Tags: 15 Milhões, Banrisul, Grêmio, inter, Patrocínio trackback Ano passado escrevi um post questionando os motivos para um time como o Grêmio receber um patrocínio de pouco mais de 3,5 […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: