jump to navigation

A Vivo me mata! janeiro 17, 2008

Posted by eduardotrindade in Jornalismo Participativo.
Tags: , , , , , ,
trackback

É possível que, se eu não andasse com a pressão controlada e com o coração em bom estado, hoje eu tivesse sofrido um ataque cardíaco ou um AVC enquanto tentava resolver um problema com meu serviço de conexão Vivo Zap 3G. Aliás, obviamente, ainda não resolvido. Sim, estou postando com linha discada por causa destes incompetentes. Por isso vou evitar os hyperlinks, neste post, sorry.

O nível de irritação aumentava a cada telefonema que se repetia. A cada transferência até o setor de dados todas as explicações e informações tinham que ser dadas novamente. É incrível que o sistema deles não armazene a informação para evitar a repetição do cliente. 

O que mais irrita é que as instruções diferem a cada ligação. Na primeira, a moça insistia que eu deveria ligar para o fabricante, pois o produto, estando na garantia, deveria ser substituído. Pois bem, imaginei que seria fácil. Pedi os números e tentei, por mais de uma hora, sem sucesso. Chamava até cair. Por vezes o sinal era de ocupado, provavelmente de outro trouxa como eu que tentava ligar pra um telefone sem ninguém pra atender.

Resolvi, então retornar ao atendimento da Vivo que, desta vez, através de outro atendente, informou-me que antes de ligarmos para o fabricante, deveriamos fazer uma série de testes. Todos óbvios e, por mais que eu dissesse que já tinha feito tudo que ele propunha, ele insistia que eu tinha que fazer novamente.

Buenas, fiz o que o cara pedia, mas já bufava de raiva. Ao final dos incríveis testes do rapaz, a resposta que eu temia: eu teria que ligar pra lá novamente depois de baixar um tal arquivo. “O senhor deve estar baixando o arquivo PST no site do fabricante, para depois o senhor estar ligando para nossa central novamente, correto?”.

A essa altura eu já mordia o fio do telefone e expliquei pra ele que seria difícil baixar um arquivo sem estar conectado, pois este era justamente o problema que eu tentava resolver com ele. Mas desliguei indignado sem dar chances pra explicações robotizadas e lá fui eu atrás do cabo pra linha discada pra baixar o tal do arquivo. Quando, depois de baixar o arquivo, retornei pra Vivo, me passaram para o setor de dados (obviamente não antes de todas as explicações novamente) que, com outra atendente, me informa que não adianta usar o programa PST, pois não havia nada bloqueado na rede.

Ao perguntar, já desapontado, pra moça sobre qual o procedimento, recebo a seguinte resposta: “O senhor vai estar ligando para o fabricante para encaminhar o conserto ou substituição.” Continuo até agora tentando.

Os telefones da tal Luxicom não atendem ou estão ocupados. É um absurdo, principalmente porque comprei um serviço da Vivo, não da tal Luxicom, com quem nunca falei. Na hora de comprar é tudo muito simples. A Vivo me mata!!!

Anúncios

Comentários»

1. graziela - abril 9, 2008

olá,vcs conseguiram alguma solução, estou tendo o mesmo problema agora, em abril, são dadas as mesas respostas. Fico o tempo todo com mensagem de no signal e faz uma semana sem internet…

2. eduardotrindade - janeiro 22, 2008

Ainda não Daniel. Passei o assunto pra Anatel, mas sabe como é…

Abraço

Eduardo

3. Daniel - janeiro 22, 2008

Estou com o mesmo problema.. Só ocupado ou ninguém atende. Pior que a placa ja foi pra garantia. Voltou e o problema piorou, pois nem conecta. Antes caia direto a conexão.

Já vi tudo na vivo e nada. O seu problema foi resolvido ?

Abraços,
Daniel


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: