jump to navigation

A trapalhada do G1 fevereiro 12, 2008

Posted by eduardotrindade in Jornalismo Participativo.
Tags: , , , , , , , , ,
trackback

Navegando atrás de assuntos interessantes para comentar, me deparei com uma falha curiosa do G1, portal de notícias da Globo.

Vários são os casos de notícias na internet que se repetem nos diferentes sites. Este não chega a ser um problema, afinal as mídias tradicionais também operam assim, pois os valores-notícia são basicamente os mesmos. O que acho inaceitável, pelo potencial hipertextual da rede, é a utilização da internet simplesmente como serviço de clipping. Pior ainda quando este altera o sentido e organização do texto original.

O site Clic RBS, da afiliada da Globo no sul, publicou notícia sobre a viagem do Grêmio para o Mato Grosso, onde o Tricolor vai jogar contra o Jaciara pela Copa do Brasil, e criou uma retranca para falar sobre os desfalques do time para o jogo contra a ULBRA, no final de semana, pelo Gauchão. Ao retrancar, o repórter criou condições para escrever, na mesma matéria, sobre dois campeonatos diferentes.

No portal G1, na seção do Globo Esporte, a confusão foi feita desde a manchete: Gremio viaja desfalcado para a estréia. Pensei: “Desfalque?”. Ao ler a matéria, percebi que tratava-se da mesma publicada pelo Clic RBS, porém com alteração no título e omissão da retranca que separava os assuntos, agrupando tudo num parágrafo apenas e confundido qualquer leitor.

Pior que os créditos da matéria reorganizada (ou melhor, desorganizada) no G1, foram para o Clic RBS que não tem culpa alguma na reconstrução. O jornalista ou estagiário que alterou a matéria no centro do País imaginou ser capaz de melhorá-la (começando pela manchete) e o tentou. Pena que não entendeu o que leu no original.

Lamentável que empresas conceituadas em outros meios, como a Globo, não estejam tendo o cuidado necessário ao trabalhar com a internet. Este tipo de falha, por exemplo, jamais ocorreria no jornal O Globo, ou na Rede Globo de televisão, mas ocorre no site da mesma empresa.

Anúncios

Comentários»

1. Mauricio Loth - fevereiro 12, 2008

Acho que isso ocorre também na mídia impressa. Amiúde há em pequenas seções da página 03 de Zero Hora em Porto Alegre, notas de correções de matérias que saíram erroneamente em algum caderno do jornal do dia ou do dia anterior.

Parece-me que isso não acontece na mídia da web porque nada precisa de ‘notas de correção’, simplesmente troca-se o texto da página. O que talvez seja feito quando se derem conta do equívoco.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: