jump to navigation

Pelaipe contra a torcida Gremista fevereiro 16, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , ,
trackback

A direção do Grêmio, através de Pelaipe e Odone, definiu a contratação de Celso Roth na sexta-feira, mesmo contrariando grande parte da torcida Tricolor. O principal argumento contra o técnico, por parte dos torcedores, é o fato dele nunca ter ganho mais que campeonatos estaduais (apenas no RS) e regionais (Copas Sul e Nordeste), mesmo treinando potências do futebol brasileiro como Santos, Flamengo, Atlético Mineiro, Botafogo, além da própria dupla Grenal.

O torcedor gremista queria mais. Ou então, que Mancini fosse mantido no cargo. Afinal este tem, em muito menos tempo como técnico, uma conquista bem mais importante que qualquer uma de Roth que tem quase 15 anos de carreira. Pra completar, como já falamos em outro post, Vagner tinha um aproveitamento de 77%, invicto, com 14 pontos entre 18 disputados. Sem contar que a equipe começou do ZERO, com o desmanche sofrido pelo time desde o final do ano passado, e agora é que estavam chegando os principais reforços.

Claro que a decisão passa pelo que Vagner Mancini falou, ainda na sexta. A direção tricolor tentou interferir no vestiário, segundo o ex-técnico gremista. Odone não negou, apenas tentou dar outro tom à interferência chamando de “tentativa de diálogo”. A preferência desta direção sempre foi por uma equipe mais defensiva no meio campo. Mancini não deu ouvidos, e, na minha forma de conceber o trabalho de um técnico com convicções e personalidade, o fez com razão.

Pode-se perceber pela escalação de amanhã, que, com certeza, não é de Julinho Camargo, e sim de Pelaipe e Odone, que os dirigentes querem ver um Grêmio mais fechado atrás, com o esquema 3-5-2 onde, dos cinco jogadores que compõem o meio, apenas Roger é meia-atacante. Os outros são os dois volantes (Eduardo Costa e Adilson, ou Willian Magrão) e os alas (Paulo Sérgio e Anderson Pico).

Na verdade não estou questionando qual dos dois esquemas pode ser mais efetivo para este Grêmio, mas Pelaipe e Odone sabiam que Mancini era mais ofensivo, pois foi com o Paulista pra frente que ele conquistou sua primeira Copa do Brasil. Isso com menos de 5 anos como técnico profissional e comandando um time pequeno, com jogadores de menos qualidade que o atual elenco do Tricolor.

Se não queriam treinador ofensivo, porque o trouxeram? Se não sabiam que este era seu estilo, então o erro é ainda maior. Talvez, como especulam alguns, Vagner Mancini tenha sido contratado na esperança dos dirigentes que, por ser um técnico novo, facilmente aceitaria as interferências estilo Eurico Miranda. Outro erro grave. A mudança para Roth, é, não apenas drástica, como também indica a falta de um norte por parte da atual direção gremista.

Mas, acima de tudo, o que considero verdadeiramente inaceitável é a direção Tricolor não levar em conta o repúdio gremista ao treinador escolhido. Os dirigentes simplesmente fecharam os olhos e ouvidos aos clamores da torcida que lota o estádio e serve, para a direção, na hora de apoiar o time, mesmo com todas as fracassadas tentativas de contratação. Lembro, inclusive que, anteriormente, Mário Sérgio não foi trazido devido à contestação geral por parte da torcida. Porque desta vez foi diferente? O torcedor identificado com o time sabe que Roth não tem a cara do Grêmio, não é o que o time precisa e provavelmente passe mais um ano apenas com o Gauchão, como fez outras vezes em que aqui esteve.

Espero poder, no futuro, linkar este post a outro que diga que eu estava errado, mas, hoje, por tudo o que já vimos dele, acredito ser este mesmo o caminho com Celso Roth no comando.

Anúncios

Comentários»

1. As reformulações necessárias « Eduardo Trindade online - abril 11, 2008

[…] seu lugar Pelaipe trouxe, mesmo contrariando a grande maioria da torcida gremista, o técnico Celso Roth, que acabou por desclassificar o time nas duas competições que disputava. […]

2. Três volantes « Eduardo Trindade online - fevereiro 26, 2008

[…] defensores do paredão de volantes, mas não consigo entender o motivo para, de uma hora pra outra, dirigentes gremistas e alguns setores da imprensa gaúcha insistirem na idéia de que o Grêmio precisa jogar com três […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: