jump to navigation

Grêmio segue firme na luta novembro 10, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , ,
trackback

Contrariando todas as previsões, inclusive a minha própria, o Grêmio venceu o Palmeiras, por 1 a 0, em pleno Parque Antártica. Pode ser um bom sinal de que as coisas conspiram a favor do Tricolor. Afinal foi com sofrimento e superação que vieram os últimos títulos importantes do Grêmio. E foi destas conquistas que veio com força a brincadeira sobre a imortalidade.

Podemos lembrar de 12 anos atrás quando o Grêmio de Felipão jogou a primeira partida final daquele Brasileirão contra a Portuguesa no Canindé e voltou para Porto Alegre com 2 gols nas costas para tentar, pelo menos, o resultado de igualdade, 2 a 0, no Olímpico. O que lhe daria o título. O Tricolor saiu na frente com Paulo Nunes, mas foi apenas com menos de 10 minutos para o jogo acabar que Ailton, que era destro, bateu cruzado com a canhota para selar o 2 a 0 gremista que traria o título de Bi-Campeão Brasileiro em 1996.

Outro exemplo, foi há 7 anos, na conquista da Copa do Brasil 2001, o Tetra na competição, o Grêmio fez o primeiro jogo em casa contra o Corinthians e começou perdendo por DOIS a zero, quando finalmente acordou e com gols de Luís Mário empatou o jogo e foi vivo a São Paulo onde venceu um Coringão completamente perplexo diante do famoso, e tão lembrado, 3-5-2 de Tite e Marcelinho Paraíba.

Isso sem contar a batalha épica da Série B que dispensa qualquer tipo de comentários. Não há dúvida, portanto, sobre o fato de que o Grêmio ganha sempre na última hora e com muito sofrimento. Não podemos, então, como fiz no post anterior, duvidar da capacidade do Tricolor Gaúcho em buscar o São Paulo, vencendo todas as partidas que faltam e torcendo para o Renato Gaúcho tirar, em São Januário, pelo menos dois pontinhos do líder.

Imaginem, amigos, o DVD que o Grêmio faria do Campeonato Brasileiro épico conquistado com a vitória de ontem sobre o Palmeiras e a ajuda indispensável do maior ídolo gremista de todos os tempos: o camisa 7 Campeão do Mundo, Renato Portaluppi. Isso porque talvez o Vasco seja o único time que poderá atrapalhar o São Paulo em sua, também fácil, tabela. Impressionante coincidência.

Mas não adianta toda esta empolgação e imaginação sem um detalhe muito importante: é preciso vencer TODAS as QUATRO partidas restantes da tabela. E, convenhamos, nada muito difícil para quem almeja ser Campeão. Os compromissos do Grêmio não são dos mais complicados, talvez, à exceção do Vitória em Salvador, que conta com Vagner Mancini, ainda mordido, e com a possibilidade de tirar o título do Grêmio que o escurraçou sem que ele tivesse perdido um jogo sequer no comando do time.

Enfim, com tudo o que podemos ver neste post, os ingredientes para um final de campeonato eletrizante estão todos à mesa. Basta sentarmos e nos fartarmos com as emoções e surpresas desta reta final. Será que agora o Grêmio volta a ser o time do primeiro turno? Ou será que voltará a jogar mole como jogou contra o Figueirense em Porto Alegre? Eu, como tenho mordido a língua demais, vou esperar um pouco mais para ver.

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: