jump to navigation

Um lampejo de inteligência dezembro 4, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
trackback

Fico impressionado ao ouvir dirigentes colorados, palmeirenses e são paulinos tentando escalar o Grêmio. Nunca vi tamanha pressão para que um time faça aquilo que ele não conseguiu durante o campeonato inteiro. O pior é que o próprio Internacional, quando visitou o Flamengo no Maracanã, levou 4 a 0 do Rubro-Negro carioca.

É um mar de hipocrisia. Uma semana de pressão absurda em cima de um time que não tem mais aspiração nenhuma no campeonato e que, naturalmente, perde a motivação para jogar como antes. É natural e tem sido assim desde o início da fórmula de pontos corridos.

Então, lendo Diogo Olivier recentemente, finalmente li aquilo que todos sabemos ser a mais pura verdade, por mais que os discursos hipócritas estejam soltos por aí. Apesar de não concordar com muitos de seus posts, Diogo foi perfeito neste em que fala que Grêmio e Inter não são diferentes no que pensam um com relação ao outro.

O tema central do post afirma que não seria nada diferente com o Inter se a situação do próximo domingo fosse invertida. A eterna rivalidade da dupla Grenal é assim mesmo. Não vibramos apenas quando nossos times ganham, mas também quando o rival perde.

É claro que, por questões de ética, ninguém pode sair por aí dizendo que vai entregar. O discurso, portanto, será sempre o de doação total. Acredita o colorado que quiser. Meu irmão é um deles. Confia nos discursos dos jogadores e dirigentes para imprensa e acredita na façanha gremista que poderia dar o título (que não vem há 30 anos) para os colorados.

De qualquer forma concordo com dois pontos de vista que surgiram, além das verdades ditas por Diogo Olivier. O primeiro é o do gremista Paulo Sant’Ana quando diz que a fórmula do campeonato é imoral por natureza. Afinal é ela que permite que o título possa ser definido desta maneira.

O segundo ponto de vista com o qual concordo é o de Juca Kfouri (por mais que na maioria das vezes este jornalista emita opiniões com as quais não concordo) quando sugere que, se vamos manter a fórmula de pontos corridos, a última rodada deve ser a dos clássicos regionais. Assim, independente de qualquer coisa, nenhum time vai querer perder para seu principal rival.

Mas enquanto isso não acontecer, não adianta tentar escalar o time adversário na pressão, fazer discursos invocando a dignidade para que os jogadores se motivem para ganhar, quando na prática o clube não tem mais nada nem a perder, nem a ganhar.

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: