jump to navigation

Primeira semifinal definida abril 8, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Os confrontos desta quarta definiram a primeira semifinal da Taça Fábio Koff.  Foram dois jogos cheios de emoção e com muita alternância nos placares. Caxias e Ypiranga em Caxias do Sul; Novo Hamburgo e Internacional em Novo Hamburgo.

Caxias vs. Ypiranga

No estádio Centenário, o Caxias saiu perdendo por 2 a 0, mas conseguiu buscar o empate em 2 a 2 e levar a decisão para as penalidades.

Nos pênaltis, contudo, brilhou a estrela de Marcelo Pitol. O goleiro defendeu três das quatro penalidades cobradas pelo Caxias. Sendo que uma delas Pitol teve que defender duas vezes, pois o árbitro mandou voltar a cobrança.

E foi assim, com a atuação heróica de Marcelo Pitol na cobrança de pênaltis, que o Ypiranga de Erechim se classificou para a semifinal sobre o Caxias, em pleno estádio Centenário.

Novo Hamburgo vs. Inter

Na outra partida da quarta feira, o Internacional desbancou o Novo Hamburgo tmabém nos pênaltis. O Anilado saiu na frente logo aos 3 minutos em falta oriunda de falha impressionante de Pato Abbondanzieri.

Mas o time de Jorge Fossati não se assustou e deu o troco com Alecsandro logo aos sete minutos. Em seguida, Walter marca um dos gols mais bonitos de todo o campeonato. Um verdadeiro golaço para virar o jogo.

O Nóia lutou e marcou o segundo, mas o Inter, novamente com Alecsandro, fez o 3 a 2. E quando tudo parecia definido o Anilado busca, mais uma vez, o empate e consegue levar a decisão para os pênaltis.

Nas penalidades, o time de Gilmar Iser tropeçou em Pato e, com um placar de 5 a 4, acabou desclassificado pelo Inter de Jorge Fossati que avança para a semifinal contra o Ypiranga.

Anúncios

Grêmio é lider geral do Gauchão março 26, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Com a vitória de ontem, por 2 a 1 sobre o Novo Hamburgo no estádio Olímpico, o Grêmio assume a posição de melhor campanha geral no Gauchão 2010 e, se mantiver o ritmo, garante todos os jogos da fase final em casa. Para o Tricolor, uma excelente vantagem, já que com o resultado de ontem o Grêmio acumula 49 partidas sem derrota em seus domínios. Para quem não lembra, a última derrota do time no Olímpico foi em 13 de setembro de 2008, por 2 a 1 para o Goiás, ainda sob o comando de Celso Roth. Desde então, o clube não sabe o que é perder em casa.

Afirmações Tricolores

Primeiro, a confirmação da qualidade diferenciada do meia Douglas. O ex-corinthiano assumiu a camisa 10 Tricolor e, sem cerimônia, tomou pra si o papel de cérebro articulador do time. Tem um toque rápido, é habilidoso e praticamente não erra passes. Um verdadeiro achado de Duda Kroeff e Luiz Onofre Meira.

Maylson, que entrou na equipe devido às lesões de Hugo, Leandro e Souza, deve estar garantido sua titularidade. Isso provavelmente mesmo após o retorno dos dois primeiros, o que deve ocorrer ainda em abril. O garoto é uma das grandes revelações da base e já mostrava isso na seleção brasileira sub 20 e nas categorias de base do próprio Tricolor. Com as oportunidades, está confirmando seu potencial, mesmo jogando adaptado em uma função mais ofensiva que sua original.

Outra boa notícia vem do setor defensivo e com mais um garoto da base. Com Mário Fernandes e Rodrigo o Grêmio ganhou uma zaga rápida e confiável que transmite segurança para os torcedores e colegas de time. Ainda na defesa, os laterais Edilson e Fábio Santos parecem estar, aos poucos, se encaixando no time e garantindo proteção defensiva aos zagueiros e apoio ofensivo quando necessário.

Os problemas

Apesar da 12 vitórias em sequência, e dos 49 jogos sem perder no Olímpico, continuo defendendo a idéia de que Ferdinando não deve ser o primeiro volante da equipe titular. O jogador está muito longe da qualidade técnica dos garotos da base (Willian Magrão e Fernando). Se fosse substituído por um deles, o meio campo gremista ganharia, com certeza, uma saída de bola mais qualificada para encarar os adversários mais duros que o Grêmio deverá enfrentar nas próximas fases da Copa do Brasil.

O mesmo vale para o atacante William. Ainda que seja um problema menor, já que Borges, o titular da posição, deve retornar por volta do dia 11 de abril, continuo afirmando que o centroavante, ex-Avaí, não tem muito a contribuir. Principalmente quando chegarem compromissos mais difíceis e uma marcação mais forte. Ontem ele até marcou seu gol, mas não fez muito mais que isso. Mesmo assim, Silas continuará a barrar a entrada de Mithyuê no time para manter seu protegido.

Grêmio é campeão do 1º turno fevereiro 28, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

O Grêmio venceu o Novo Hamburgo por 1 a 0 com gol de falta do contestado Ferdinando e conquistou a Taça Fernando Carvalho, troféu do primeiro turno do Capeonato Gaúcho.

O jogo foi bastante difícil para os comandados de Silas e, pelo menos por alguns momentos finais, o Grêmio chegou a sofrer pressão do Anilado que tentava o empate desesperadamente com quatro jogadores ofensivos.

De qualquer forma, as previsões negativas de Gilmar Iser para o Grêmio em casa não ocorreram e o Tricolor chega a marca recorde de 46 partidas sem perder no estádio Olímpico.

Bruxa solta na Azenha

O pior da tarde, contudo, não foi a dificuldade em vencer o time do Vale do Sinos e conquistar a taça do primeiro turno do Gauchão 2010. O mais complicado para o Tricolor foi a perda do centroavante goleador Borges.

Com a lesão do camisa 9 gremista, o Grêmio perde seu 4º titular importante em apenas dois meses de campeonato. Antes de Borges, com distensão muscular, Leandro (com o mesmo problema), Souza e Lúcio (ambos com problemas de ligamentos dos joelhos) já haviam desfalcado a equipe titular.

Tudo indica que há algo errado com a preparação física no Olímpico, ainda que o responsável por ela seja o grande preparador Paulo Paixão. Não é possível que em apenas dois meses de temporada o Grêmio perca quatro jogadores de primeira linha por lesões reincidentes (duas de joelho e duas distensões musculares). É a bruxa solta no Olímpico.

A final da Fernando Carvalho fevereiro 28, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

A taça Fernando Carvalho chega a seu jogo final, neste domingo, no estádio Olímpico na partida entre Grêmio e Novo Hamburgo. Será o enfrentamento de dois clubes do grupo 1, considerado o mais fraco do campeonato durante o primeiro turno.

Claro que não se pode esquecer da motivação e consequente energia extra com que jogarão os atletas do Anilado esta tarde na Azenha, mas não há sequer um entendedor do esporte que aposte em um favoritismo da equipe do Vale do Sinos para o jogo de logo mais.

O Grêmio deverá, por mais que enfrente dificuldades, levantar o primeiro caneco desde aquele último Gauchão, em 2007, quando o Grêmio de Mano anulou os então campeões mundiais do Beira Rio e sagrou-se campeão gaúcho.

O mais interessante é que desta vez o ex-presidente colorado, que empresta nome à taça do primeiro turno, terá que, muito possivelmente, entregar a taça com seu nome ao maior rival, o Tricolor, em pleno estádio Olímpico.

Uma espécie de vingança saudável em relação ao que passou o inesquecível presidente gremista Fábio Koff no ano passado ao entregar a taça, nomeada em sua homenagem, ao Internacional, eterno rival.

O recorde de invencibilidade

Caso vença a partida de hoje, além de ser o campeão do primeiro turno e garantir, automaticamente, vaga na final do Gauchão 2010, o Grêmio empata com o recorde de invencibilidade brasileiro, pertencente ao Inter da década de 70 (invecibilidade quebrada, justamente em um Grenal, após 46 partidas invicto em casa).

O Tricolor chegará, caso levante o caneco, a 46 partidas sem perder no seu estádio (mesmo recorde colorado). É a verdadeira comprovação tricolor da velha máxima: “Em casa, mando eu.” No caso desta confirmação, bastará apenas mais uma partida sem derrota no Olímpico para o time de Silas ultrapassar, definitivamente, um recorde que se mantém no Beira Rio por quase 35 anos.

Novo Hamburgo na Final fevereiro 21, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,
2 comments

O Internacional perdeu a semifinal para o Novo Hamburgo na tarde deste domingo, por 2 a 1, em uma virada histórica do Anilado em pleno Beira Rio. Com a derrota, o Inter está fora da final da Taça Fernando Carvalho.

O técnico Jorge Fossati soltou o verbo contra a FGF, alegando que escalou reservas porque foi obrigado pelo calendário. A verdade, contudo, é que o Internacional tratou o compromisso com o Anilado com empáfia, achou que poderia se dar bem escalando reservas e pagou o preço por utilizar atletas de qualidade duvidável contra o bom time do técnico Gilmar Iser.

Independente do choro colorado, agora é a vez do Grêmio encarar o Novo Hamburgo no próximo domingo na decisão do estádio Olímpico. A partida dará ao vencedor o título de campeão da Taça Fernando Carvalho (primeiro turno do Gauchão 2010).

E apesar do desempenho impressionantemente superior dos clubes do grupo do Inter na fase classificatória, a final será realizada entre duas equipes da chave do Tricolor.

As semifinais do Gauchão 2010 fevereiro 20, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Começa neste sábado a fase semifinal do Campeonato Gaúcho 2010. O Grêmio recebe o Inter de Santa Maria, hoje, no estádio Olímpico Monumental. Já o Internacional de Porto Alegre enfrenta, com uma equipe inteiramente reserva, o Novo Hamburgo no Beira Rio, amanhã.

Caso a dupla Grenal vença suas partidas, ambos farão a final da Taça Fernando Carvalho. O Grêmio é, sem dúvidas, o favorito contra o Inter-SM e deverá garantir, daqui a pouco mais, a vaga para a final.

A maior dificuldade para a concretização do clássico na final está com o Inter. É que o Novo Hamburgo vem com toda força, com jogadores experientes, contra um Colorado reserva formado por aspirantes ao time principal. O time reserva de Fossati pode até surpreender, mas é uma aposta, enquanto o Anilado, depois dos 2 a 0 sobre o São Luiz de Ijuí, já é uma afirmação do campeonato.

Os grupos do Gauchão 2010

Uma das maiores surpresas da fase final da Taça Fernando Carvalho foi a inversão das forças, ou pelo menos do que pareciam ser as forças, do Gauchão 2010 na fase de grupos.

Com exceção do Internacional de Porto Alegre, todos os outros três classificados para a fase semifinal, foram do grupo do Grêmio. O fato surpreendeu a todos que acompanharam a enorme disparidade entre os dois grupos no decorrer da fase de classificação.

O mais interessante é que, dependendo do resultado de Inter e Novo Hamburgo, é possível que a final do primeiro turno do campeonato seja realizada entre duas equipes do grupo do Grêmio.