jump to navigation

Renato pede demissão do Grêmio junho 30, 2011

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , ,
1 comment so far

Renato Gaúcho, maior ídolo da história do Grêmio, pediu para sair do comando técnico do time, ontem, após o vexame do empate heroico contra um limitado Avaí em pleno estádio Olímpico. Apesar dos ataques de muitos torcedores contra Renato, não vejo sua saída neste momento como a solução para os problemas gremistas.

O treinador tem lá seus problemas, principalmente com relação a algumas preferências discutíveis dentro do plantel já limitado que tinha em mãos, mas todos tem. E depois de uma campanha como a do ano passado, tirando o clube da incômoda zona do rebaixamento e levando, em pouco mais de um turno, o time para a Libertadores com a melhor capanha de um turno na era dos pontos corridos, não posso concordar com aqueles que insistem em queimar o cara pelo início turbulento no Campeonato Brasileiro.

Principalmente porque este time que vem jogando não é o mesmo que passará a jogar nas próximas semanas, com os retornos de jogadores importantes que estavam lesionados e a inclusão dos contratados. O novo técnico, que deve ser Cuca, terá em mãos reforços que Renato não teve até agora e qualquer comparação será, no mínimo, injusta.

Mas pior que isso é ler que Celso Roth foi cogitado porque conta com a admiração do presidente Paulo Odone. Ainda que seja apenas uma especulação, o simples fato de Odone ter admiração pelo trabalho de um cara que a torcida odeia e que nunca ganhou nada importante (afinal, na campanha do título do Inter na Libertadores 2010, o técnico comandou o time apenas nos quatro últimos jogos, enquanto Fossati foi o técnico em 10 partidas) é, para dizer pouco, lamentável.

Enfim, espero que um dia os cartolas do futebol brasileiro aprendam que não adianta ficar trocando de técnico como quem troca de roupa. Tenho certeza que Sir Alex Fergusson, que permanece como treinador do Manchester United há 25 anos, apesar dos vários títulos importantes neste tempo todo, também passou por temporadas ruins, mas nem por isso teve que sair.

Anúncios

Grêmio avança na Copa do Brasil abril 21, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , ,
add a comment

Com as dificuldades impostas pelo Avaí na Ressacada, o Grêmio perdeu por 3 a 2 mas, mesmo assim, garantiu a classificação para as quartas de final da Copa do Brasil 2010. No jogo de ida, no Olímpico o Tricolor havia vencido por 3 a 1.

Com a classificação, o time do técnico Silas aguarda o vencedor entre Fluminense e Portuguesa, possivelmente os cariocas que derrotaram os paulistas no Canindé no jogo de ida e defendem a classificação no Rio.

Foi um excelente jogo. Aberto, com várias chances de gol de ambos os lados, principalmente no segundo tempo. Na primeira etapa o goleiro Victor salvou o Grêmio de ir para o vestiário perdendo por 3 a 0, com dois milagres.

Na verdade, não está errado quem afirma que o goleiro Victor deu a classificação ao Tricolor. Afinal, o capitão gremista operou dois milagres e evitou o que seria um placar de 5 a 2, suficiente para classificar os catarinenses.

Apesar de ainda achar pouco para quem almeja ser penta da Copa do Brasil, acho que o time pode estar no caminho. É preciso que Silas corrija as falhas de marcação dos laterais e dos volantes. Enfrentar um Santos completo na Vila da mesma forma que o Grêmio encarou o Avaí, hoje, é suicídio.

De qualquer forma, ainda que com derrota, a classificação às quartas deve ser comemorada.

Grêmio vence mas não convence abril 15, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , ,
add a comment

O Grêmio venceu o Avaí por 3 a 1 na noite desta quarta no estádio Olímpico.  Agora o time do técnico Silas vai à Santa Catarina para o jogo de volta e pode perder por até um gol de diferença, se não marcar gol. Caso o Tricolor marque um na Ressacada, os comandados de Péricles Chamusca precisarão de 3 gols para decidir nos pênaltis, e 4 para classificação direta.

O problema não está neste resultado e nas possíveis dificuldades que o Grêmio poderá enfrentar em Florianópolis. A questão é o que se pode esperar deste time do técnico Silas.

Apesar da vitória, o Tricolor não apagou definitivamente as más impressões causadas pela derrota e perda de invencibilidade para o Pelotas no final de semana. Cabe lembrar, por exemplo, que o Avaí e o Lobão não têm metade do futebol do Santos, que arrasou o Guarani por 8 a 1 na Vila enquanto o time de Silas suava no Olímpico.

O que acontecerá com o Grêmio quando cruzar com o Peixe? Acho até que pode ganhar, mas será preciso jogar mais do que hoje.

Os prós da noite

Jonas marcou 2 e já acumula 15 na temporada. Sendo quatro na Copa do Brasil em quatro jogos. Média de 1 por partida. Números muito bons, para atacantes normais. Digo isso para evitarmos comparações desnecessárias com Neymar que é fora de série, como sua média de gols. O garoto do Santos marcou 5, só hoje.

A melhor notícia da noite para o Grêmio foi, contudo, o excelente retorno do centroavante Borges. O “Homem Gol” retornou depois de mais de trinta dias parado por lesão muscular e marcou o seu, mostrando que não perdeu o faro de gol no tempo parado.

Os contras da noite

A entrada de Adilson, ainda que este blogueiro a tenha desejado, expõe um dos maiores problemas do plantel Tricolor. Ferdinando é um volante limitado que costuma bater, muitas vezes sem desarmar, e com um péssimo passe. Não há dúvidas que Adilson pode render mais que o protegido de Silas.

O problema é que ao entrar, o garoto da base Tricolor, não rendeu o esperado e, pelo contrário, fragilizou a defesa que acabou levando um gol e sofrendo alguma pressão em determinados momentos. Mesmo com um jogador a mais desde o primeiro gol do jogo, quando Caio foi expulso por reclamação.

Com o péssimo rendimento de Adilson na noite de hoje, o técnico Silas deverá sentir-se mais seguro mantendo seu homem de confiança, com respaldo oferecido por esta atuação pífia do volante da base. E aí está a pior notícia da noite. O Grêmio perde a chance de engrenar a dupla Adilson e Willian Magrão, pelo menos por mais um tempo.

Paulo Autuori não é mais técnico do Grêmio novembro 11, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Paulo Autuori confirmou as expectativas e não comanda mais a equipe do Grêmio desde já. Os petrodólares falaram mais alto e nem poderia ser diferente. Qualquer um em sã consciência aceitaria os quase 18 milhões de Reais por dois anos de contrato. Para os quatro jogos restantes no Brasileirão, o técnico volta a ser Marcelo Rospide que comandou o time durante boa parte da Libertadores 2009 e início do Campeonato Brasileiro. Para 2010, os mais cotados para comandar o time são Silas do Avaí e Adilson Batista do Cruzeiro.

Particularmente, pelo que expus no post anterior, penso que a melhor opção seria Adilson que, apesar de não ser gaúcho, tem vasta história no futebol do Rio Grande do Sul e muita ligação com o Grêmio. O treinador é até hoje chamado de Capitão América pelos gremistas, por ter sido aquele que ergueu a taça do Bicampeonato da Libertadores em 1995 no time de Felipão. Tenho certeza que com Adilson e mais umas quatro boas contratações, o Tricolor retomará sua pegada tradicional e, com ela, sua identidade inegável.

Não significa que Silas não tenha feito um bom trabalho com o Avaí. Apenas retomo o argumento de que para treinar o Grêmio, é preciso conhecer como, historicamente, joga o time. Silas talvez não tenha esta noção tão clara como o atual treinador do Cruzeiro. Adilson Batista, que já treinou o time em um dos momentos mais difíceis da história do Tricolor Gaúcho, no ano de seu segundo rebaixamento à série B, fez um excelente trabalho com o Cruzeiro e merece nova chance em Porto Alegre.