jump to navigation

Grêmio é o Campeão Gaúcho 2010 maio 2, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , ,
add a comment

Mesmo perdendo o Grenal 381 no estádio Olímpico, por 1 a 0, o Tricolor conquistou, na tarde deste domingo, o título de Campeão Gaúcho 2010. Uma conquista justa, pelo que o time de Silas apresentou no clássico do Beira Rio com a vitória por 2 a 0 e, principalmente, no decorrer do campeonato todo.

Mesmo assim, engana-se aquele que pensa que o título veio com a facilidade que supunham alguns antes do jogo. O Inter fez um gol logo no início com Giuliano e chegou a assustar a torcida gremista tomando conta do primeiro tempo inteiro.

Na segunda etapa, contudo, o Grêmio voltou melhor, com Hugo no lugar de Leandro e controlou os ímpetos de ataque do Inter, criando algumas chances de gol, quase todas frustradas por Pato Abbondanzieri.

No lado colorado, o destaque foi justamente o goleiro Pato. O argentino salvou o time com três boas defesas. O Inter ainda ficou com um jogador a menos no finalzinho da partida, quando Taison perdeu completamente a cabeça e agrediu Jonas com um chute por trás.

Acho importante registrar que, apesar do destaque colorado ter sido o arqueiro argentino, o time de Silas não jogou metade do que havia jogado tanto no Grenal do Beira Rio, como no Maracanã contra o Fluminense. Douglas foi bem marcado por Sandro e não conseguiu ser o cérebro do time como de costume. Neuton também não teve uma atuação tão destacada como nas duas partidas anteriores.

Além do título de Campeão Gaúcho 2010 para o Grêmio, os efeitos do Grenal 381, tanto para o Internacional como para o Tricolor, deverão se manifestar durante a semana nos compromissos de ambos na Libertadores e Copa do Brasil, respectivamente.

No Olímpico, fica a sensação de que foi-se o tempo da invencibilidade caseira do time. Em pouco tempo os comandados de Silas perderam, em casa, para Pelotas e Internacional. Importante sinal de alerta para quem vai ter que enfrentar o Fluminense pela partida de volta das quartas de final da Copa do Brasil, em Porto Alegre.

Já para o Inter fica uma amostra da dificuldade que o time enfrentará para tentar reverter, em Porto Alegre nesta quinta, a derrota de 3 a 1 para o Banfield no jogo de ida das oitavas de final da Libertadores da América, na Argentina.

Anúncios

Campeonato Gaúcho em jogo maio 2, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , ,
add a comment

Daqui a pouco, às 16 horas deste domingo, Grêmio e Inter entram em campo, no estádio Olímpico, para a disputa do Grenal 381. O clássico vale a taça de Campeão Gaúcho 2010. O time comandado por Silas pode até perder por 1 a 0 que leva o caneco.

Para reverter o resultado do final de semana passado, quando o Grêmio derrotou o Internacional por 2 a 0 em pleno Beira Rio no jogo de ida, o time do técnico Jorge Fossati precisa vencer o Tricolor Gaúcho por uma diferença de mais de 2 gols.

Apesar das decisões importantes de ambos os times no meio da próxima semana (Grêmio na quarta contra o Fluminense pela Copa do Brasil, e Inter na quinta contra o Banfield pela Libertadores) os técnicos deverão optar por entrar com praticamente todo os titulares disponíveis.

No Grêmio a principal ausência fica por conta de Mário Fernandes, com lesão no ombro. Ozéia comporá a zaga com Rodrigo.

Pelo lado colorado, D’Alessandro, Nei, Sorondo e Guiñazu ficam de fora. Os possíveis substitutos são Giuliano, Bruno Silva, Fabiano Eller e Glaydson. O time de Fossati deverá entrar em campo no 4-4-2, mas um 3-5-2 ou até 3-6-1, de última hora não estão descartados.

Universidade complica a vida do Inter março 30, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Apesar de toda a torcida colorada a favor do São José na noite de segunda feira, o Universidade complicou as coisas para o time do Passo d’Areia e, por tabela, para o Internacional no Gauchão 2010. O time de Canoas chegou a estar vencendo, mas cedeu o empate em 2 a 2 para o Zequinha do técnico Argel, segundo colocado da chave.

Apesar do empate, o Universidade entra na última rodada da fase de classificação da Taça Fábio Koff como o quarto colocado, deixando o Inter na quinta posição da tabela e, hoje, fora da fase final.

De qualquer forma, é bem provável que o Internacional consiga reverter o quadro no próximo final de semana. O time do uruguaio Jorge Fossati enfrenta o próprio Universidade na última rodada, no Beira Rio, e depende apenas de si mesmo para garantir o 4º lugar do grupo.

Grêmio é campeão do 1º turno fevereiro 28, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

O Grêmio venceu o Novo Hamburgo por 1 a 0 com gol de falta do contestado Ferdinando e conquistou a Taça Fernando Carvalho, troféu do primeiro turno do Capeonato Gaúcho.

O jogo foi bastante difícil para os comandados de Silas e, pelo menos por alguns momentos finais, o Grêmio chegou a sofrer pressão do Anilado que tentava o empate desesperadamente com quatro jogadores ofensivos.

De qualquer forma, as previsões negativas de Gilmar Iser para o Grêmio em casa não ocorreram e o Tricolor chega a marca recorde de 46 partidas sem perder no estádio Olímpico.

Bruxa solta na Azenha

O pior da tarde, contudo, não foi a dificuldade em vencer o time do Vale do Sinos e conquistar a taça do primeiro turno do Gauchão 2010. O mais complicado para o Tricolor foi a perda do centroavante goleador Borges.

Com a lesão do camisa 9 gremista, o Grêmio perde seu 4º titular importante em apenas dois meses de campeonato. Antes de Borges, com distensão muscular, Leandro (com o mesmo problema), Souza e Lúcio (ambos com problemas de ligamentos dos joelhos) já haviam desfalcado a equipe titular.

Tudo indica que há algo errado com a preparação física no Olímpico, ainda que o responsável por ela seja o grande preparador Paulo Paixão. Não é possível que em apenas dois meses de temporada o Grêmio perca quatro jogadores de primeira linha por lesões reincidentes (duas de joelho e duas distensões musculares). É a bruxa solta no Olímpico.

A final da Fernando Carvalho fevereiro 28, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

A taça Fernando Carvalho chega a seu jogo final, neste domingo, no estádio Olímpico na partida entre Grêmio e Novo Hamburgo. Será o enfrentamento de dois clubes do grupo 1, considerado o mais fraco do campeonato durante o primeiro turno.

Claro que não se pode esquecer da motivação e consequente energia extra com que jogarão os atletas do Anilado esta tarde na Azenha, mas não há sequer um entendedor do esporte que aposte em um favoritismo da equipe do Vale do Sinos para o jogo de logo mais.

O Grêmio deverá, por mais que enfrente dificuldades, levantar o primeiro caneco desde aquele último Gauchão, em 2007, quando o Grêmio de Mano anulou os então campeões mundiais do Beira Rio e sagrou-se campeão gaúcho.

O mais interessante é que desta vez o ex-presidente colorado, que empresta nome à taça do primeiro turno, terá que, muito possivelmente, entregar a taça com seu nome ao maior rival, o Tricolor, em pleno estádio Olímpico.

Uma espécie de vingança saudável em relação ao que passou o inesquecível presidente gremista Fábio Koff no ano passado ao entregar a taça, nomeada em sua homenagem, ao Internacional, eterno rival.

O recorde de invencibilidade

Caso vença a partida de hoje, além de ser o campeão do primeiro turno e garantir, automaticamente, vaga na final do Gauchão 2010, o Grêmio empata com o recorde de invencibilidade brasileiro, pertencente ao Inter da década de 70 (invecibilidade quebrada, justamente em um Grenal, após 46 partidas invicto em casa).

O Tricolor chegará, caso levante o caneco, a 46 partidas sem perder no seu estádio (mesmo recorde colorado). É a verdadeira comprovação tricolor da velha máxima: “Em casa, mando eu.” No caso desta confirmação, bastará apenas mais uma partida sem derrota no Olímpico para o time de Silas ultrapassar, definitivamente, um recorde que se mantém no Beira Rio por quase 35 anos.

As semifinais do Gauchão 2010 fevereiro 20, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Começa neste sábado a fase semifinal do Campeonato Gaúcho 2010. O Grêmio recebe o Inter de Santa Maria, hoje, no estádio Olímpico Monumental. Já o Internacional de Porto Alegre enfrenta, com uma equipe inteiramente reserva, o Novo Hamburgo no Beira Rio, amanhã.

Caso a dupla Grenal vença suas partidas, ambos farão a final da Taça Fernando Carvalho. O Grêmio é, sem dúvidas, o favorito contra o Inter-SM e deverá garantir, daqui a pouco mais, a vaga para a final.

A maior dificuldade para a concretização do clássico na final está com o Inter. É que o Novo Hamburgo vem com toda força, com jogadores experientes, contra um Colorado reserva formado por aspirantes ao time principal. O time reserva de Fossati pode até surpreender, mas é uma aposta, enquanto o Anilado, depois dos 2 a 0 sobre o São Luiz de Ijuí, já é uma afirmação do campeonato.

Os grupos do Gauchão 2010

Uma das maiores surpresas da fase final da Taça Fernando Carvalho foi a inversão das forças, ou pelo menos do que pareciam ser as forças, do Gauchão 2010 na fase de grupos.

Com exceção do Internacional de Porto Alegre, todos os outros três classificados para a fase semifinal, foram do grupo do Grêmio. O fato surpreendeu a todos que acompanharam a enorme disparidade entre os dois grupos no decorrer da fase de classificação.

O mais interessante é que, dependendo do resultado de Inter e Novo Hamburgo, é possível que a final do primeiro turno do campeonato seja realizada entre duas equipes do grupo do Grêmio.

Grêmio vence Veranópolis fevereiro 18, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , ,
add a comment

O Grêmio venceu o Veranópolis, por 4 a 2, há pouco no estádio Olímpico pelas quartas de final do Campeonato Gaúcho 2010. Com o resultado, o Tricolor se classifica para as semi finais para enfrentar o Inter de Santa Maria que venceu o São José mais cedo no Passo d’Areia.

O jogo no Olímpico confirma a invencibilidade Tricolor em casa há 44 jogos e, apesar da classificação, serve para indicar que o time ainda precisa de muitos ajustes no setor defensivo.

Primeiramente com Maurício que pode ser bom jogador para o grupo, mas deverá ser susbtituído por Rodrigo assim que o ex-são paulino tiver condições de jogo.

Contudo o problema mais complicado que o Grêmio enfrentará, enquanto Silas estiver no comando da casamata, chama-se Ferdinando. O volante de confiança do treinador tem fortes deficiências técnicas e prejudica visivelmente a estruturação defensiva da equipe. Só que o “pastor” não está enxergando.

Há pelo menos dois jogadores no plantel gremista que podem fazer a função de primeiro volante com muito mais qualidade que Ferdinando. Willian Magrão, retornando de lesão, é meu favorito. Mas há ainda o garoto Fernando das categorias de base e o próprio Túlio que, por pior que seja, é muito melhor que o ex-jogador do Avaí.

O lado bom da vitória

Apesar dos pontos a corrigir na defesa (exclua-se o frango do goleiro Victor que foi um acidente), o jogo também reafirma algumas potencialidades individuais da equipe Tricolor.

Antes de mais nada, a dupla de ataque merece todos os elogios. Jonas e Borges somam 14 gols na temporada. Uma marca impressionante. O Grêmio 2010 começa pelo ataque, sem dúvidas.

No meio, Douglas se reafirma. Leandro entrou bem, mas acho que este atleta pode render mais no ataque. Hugo entrou muito bem e, nos 5 minutos que ficou em campo, marcou o seu em uma jogada toda especial de Borges, mas com finalização de extrema qualidade e potência do meia.

Mário Fernandes é jogador diferenciado e coroa sua atuação com o terceiro gol da equipe em jogada individual do lateral improvisado.

Enfim, faz bem o Tricolor usando o Gauchão como forma de obter melhor entrosamento para o ano e os compromissos mais importantes que seguem. E o Grêmio, apesar das correções normais em um time em fase de estruturação, começa a apresentar uma equipe que tem tudo para brigar pelos títulos que disputar este ano. Por mais que alguns sabichões de plantão insistam em dizer que não.

Tricolor de virada, outra vez fevereiro 13, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , ,
add a comment

Apesar da vitória Tricolor, por 2 a 1, na tarde deste sábado de carnaval sobre o bom São José, do técnico Argel, uma dura realidade assusta o torcedor gremista. Em toda a temporada, até agora, a única partida oficial do Grêmio na qual o time não saiu atrás foi a vitória sobre o Universidade em Canoas. Em todas as outras, mesmo nos empates, a equipe levou gol antes.

O grande problema é que, apesar da boa capacidade de reação demonstrada pelos comandados de Silas, é óbvio que dificilmente o Tricolor Gaúcho terá forças para virar tão facilmente sobre os times grandes que enfrentará na Copa do Brasil.

É preciso jogar desde o início da partida com a mesma atitude demonstrada depois de levar o gol. A chegada do experiente zagueiro Rodrigo, recém contratado junto ao Dinamo de Kiev, pode ajudar na consistência defensiva do Grêmio de Silas. Contudo, é importante deixar claro que ele não será a solução de todos os problemas do time.

Um dos grandes problemas defensivos da equipe, no meu entendimento, é o posicionamento da dupla de zaga, em linha. Por isso, penso que não adianta apenas trocar as peças defensivas, mas também repensar o posicionamento dos defensores.

Os grupos do Gauchão 2010 janeiro 29, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Durante o dia de ontem ouvi comentários, nas principais rádios de Porto Alegre, sobre as pontuações de cada grupo do Gauchão, destacando que o grupo do Inter tem exatamente o dobro de pontos que o do Grêmio. Até aí, tudo bem. São fatos da tabela no momento.

Após a quarta rodada do Gauchão 2010, o grupo 1, do Tricolor, soma 30 pontos, contra 60 do grupo do Colorado. O que, contudo, não é mencionado é que isso se deve ao fato de que as equipes da chave 2, contra as quais o time da Azenha tem jogado, são melhores que aquelas que o time do Beira Rio tem enfrentado.

Excluindo a dupla Grenal (que apresenta igualdade de pontos), as melhores equipes de todo o campeonato são do grupo do Inter (que jogam contra o Tricolor, dificultando muito mais as coisas para o time de Silas). São José, São Luiz e Veranópolis ainda estão invictos. Os dois primeiros com a mesma pontuação do Internacional, enquanto o VEC só não acumula a mesma pontuação porque já enfrentou (com bons empates fora de casa) os dois líderes da chave 1: Grêmio e Novo Hamburgo.

Do outro lado da tabela, apenas o Imortal segue invicto. O Anilado, em segundo atrás do Tricolor com sete pontos, estaria em 6º pelo critério de desempate na outra chave. Além disso, os três clubes que não venceram no campeonato estão no grupo 1, sendo que dois deles (Avenida e Porto Alegre) não somaram sequer um ponto contra os times do outro grupo.

Então, as insinuações de que o Inter tem patrolado os adversários, enquanto o Grêmio sofre para chegar à mesma pontuação, são não menos que ridículas e expõem a falta de conhecimento sobre futebol. Basta perguntar aos sabichões de plantão se o Colorado venceria, com a mesma facilidade que venceu o Juventude, clubes como o VEC, Santa Cruz e Caxias, por exemplo. Isto sem contar os outros dois que o Grêmio ainda não enfrentou e que certamente trarão dificuldades (São José e São Luiz).

Não há como afirmar (como ouvi de alguns) que o Inter chega com favoritismo ao clássico por que vem esbanjando bom futebol enquanto o Grêmio vem tendo dificuldades para chegar à mesma pontuação.

Mas o pior de tudo é vermos a fórmula do campeonato permitir este tipo de diferença injusta. É bem provável que na fase final não estejam os 8 melhores, como deveria ser, pois possivelmente os times mais bem formados sejam 6 da chave 1 (Inter, São José, São Luiz, VEC, Caxias e Santa Cruz) e apenas 2 do grupo 2 (Grêmio e Novo Hamburgo). Mas pelo regulamento serão 4 de cada lado. É preciso repensar a estrutura do Gauchão para os próximos anos.

Empate amargo no Olímpico janeiro 25, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , ,
add a comment

O Grêmio empatou ontem, em casa, com o Veranópolis em 1 a 1. O time do técnico Silas começou novamente perdendo. Desta vez, contudo, a equipe não conseguiu virar o jogo. Apenas buscou o empate e, por pouco, não perdeu a invencibilidade que mantém no Estádio Olímpico.

Tudo bem que o time está em início de temporada, mas o que assusta a torcida Tricolor são as falhas da defesa que, teoricamente, já estaria entrosada desde o ano passado com Rafael Marques e Réver. O Grêmio já levou 5 gols em apenas 3 jogos, todos contra equipes de menor força, comparadas com os adversários de Copa do Brasil e Brasileirão.

Sem dúvidas, há muito para o técnico Silas fazer principalmente com esta defesa que, até agora, mais parece um queijo suíço.  O comandante Tricolor precisa fazer os meias e atacantes compactarem mais o meio de campo para evitar surpresas desagradáveis no decorrer da temporada. De qualquer forma, o plantel do Grêmio 2010 é, sem dúvidas, um dos melhores do país, pelo menos no papel.

Justamente por esta constatação, não posso concordar com certo cronista que demonstra todo seu desconhecimento sobre o tema ao afirmar, peremptoriamente, que este time do Grêmio não vai dar certo. Comentário mais colorado que este, impossível, afinal, é não há como fazer um time reestruturado  “voar” em apenas 3 jogos.