jump to navigation

Paulo Autuori não é mais técnico do Grêmio novembro 11, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Paulo Autuori confirmou as expectativas e não comanda mais a equipe do Grêmio desde já. Os petrodólares falaram mais alto e nem poderia ser diferente. Qualquer um em sã consciência aceitaria os quase 18 milhões de Reais por dois anos de contrato. Para os quatro jogos restantes no Brasileirão, o técnico volta a ser Marcelo Rospide que comandou o time durante boa parte da Libertadores 2009 e início do Campeonato Brasileiro. Para 2010, os mais cotados para comandar o time são Silas do Avaí e Adilson Batista do Cruzeiro.

Particularmente, pelo que expus no post anterior, penso que a melhor opção seria Adilson que, apesar de não ser gaúcho, tem vasta história no futebol do Rio Grande do Sul e muita ligação com o Grêmio. O treinador é até hoje chamado de Capitão América pelos gremistas, por ter sido aquele que ergueu a taça do Bicampeonato da Libertadores em 1995 no time de Felipão. Tenho certeza que com Adilson e mais umas quatro boas contratações, o Tricolor retomará sua pegada tradicional e, com ela, sua identidade inegável.

Não significa que Silas não tenha feito um bom trabalho com o Avaí. Apenas retomo o argumento de que para treinar o Grêmio, é preciso conhecer como, historicamente, joga o time. Silas talvez não tenha esta noção tão clara como o atual treinador do Cruzeiro. Adilson Batista, que já treinou o time em um dos momentos mais difíceis da história do Tricolor Gaúcho, no ano de seu segundo rebaixamento à série B, fez um excelente trabalho com o Cruzeiro e merece nova chance em Porto Alegre.

Anúncios

Autuori fica ou não em 2010? novembro 10, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,
1 comment so far

O assunto da semana no Grêmio é a permanência, ou não, de Paulo Autuori no comando da equipe em 2010. Apesar de todos os comentários que temos visto na grande mídia, penso que algumas verdades, ainda que contundentes, precisam ser ditas sobre o tema.

Primeiramente, não consigo criticar alguém simplesmente por optar ganhar mais que o dobro de seu atual salário, mesmo que este já seja estratosférico, como o do técnico gremista. A proposta do Catar beira o insano. São quase 400 mil Reais a mais que os 300 mil que hoje ganha o treinador. Se fosse eu nem pensava duas vezes.

A segunda verdade, na minha opinião, é que o Grêmio ficará melhor sem Autuori. Sim, aqueles que acompanharam o blog durante a novela de sua contratação, que se arrastou pela maior parte da Libertadores 2009, sabem que sempre fui contra a idéia de trazer um técnico sem identificação com o clube, ou pelo menos com a pegada gremista.

Isso porque olho para a história do Tricolor e não vejo nenhum técnico de sucesso na Azenha que não tenha internalizado a principal característica do time: a tão falada pegada. Paulo Autuori chegou a desdenhar dela depois do jogo que o Grêmio perdeu para o São Paulo no primeiro turno sem ter feito quase nenhuma falta o jogo inteiro e foi criticado por isso.

Não quero dizer com isso que time bom é aquele que bate. Longe disso. Mas o Grêmio nunca foi um time de toques e habilidades fora do comum. Os maiores times formados pelo Clube sempre tiveram jogadores bastante contestados tecnicamente, mas com excelente dedicação e garra, coisa que falta para o time de Autuori, pelo menos fora de seus domínios.

Talvez o melhor exemplo seja o time multicampeão de Felipão na década de 90. Mas assim o foi também com Enio Andrade em1981, Valdir Espinosa em 1983, Cláudio Duarte em 1989, Tite em 2001 e até mesmo com Mano Menezes de 2005 a 2007. Além disso, podemos identificar um importante elemento em comum com estes treinadores: todos eram gaúchos, mas acima de tudo conheciam, e não desprezavam, o estilo do Grêmio jogar. Não eram figurões consagrados que tentaram mudar a principal característica do time.

Isto não é preconceito com técnicos de fora, apenas uma constatação histórica. O único treinador que conquistou um título importante (não incluo aqui os Gauchões) e que era de fora do estado foi Evaristo de Macedo em 1997, que conquistou o Tri da Copa do Brasil. Ainda assim, com a base do time de 1996 que havia sagrado-se Bi do Brasileirão nas mãos de Luiz Felipe Scolari.

Enfim, assim como vejo com normalidade a saída de Paulo Autuori pela fortuna que lhe ofereceram no Catar, também acredito que o Grêmio estaria melhor servido com um treinador que verdadeiramente se identifique com a pegada tradicional do Tricolor.

Chegou o novo comandante maio 18, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , ,
1 comment so far

Pois é, apesar deste blogueiro ter feito parte do grupo que preferia Renato Gaúcho, por toda a história que já teve com o clube, recebo a chegada de Paulo Autuori, hoje, como a luz no fim do túnel para o Tricolor.

O Grêmio não tem as peças para um bom 3-5-2. E, ao contrário de Roth e Rospide, Autuori já deu as pistas necessárias para perceber que, pelo que já observou do time nos últimos 40 dias, vai mudar o esquema para o tão esperado 4-4-2.

Além disso, na mesma entrevista, o novo comandante demonstra inteligência ao falar sobre a pésssima estratégia de poupar os titulares no Brasileirão por causa da Libertadores.

Eu sou contra essa mudança radical de um jogo para outro em competições diferentes. É bom poupar jogadores que estejam mais desgastados, mas são coisas pontuais. Capacidade de sofrimento e espírito de sacrifício, isso precisa ter – disse Paulo Autuori na entrevista de sua apresentação.

Enfim, seja Bem-Vindo professor Autuori. Possivelmente a melhor contratação da temporada gremista.

Autuori, o provável técnico do Grêmio abril 11, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , ,
3 comments

Apesar de ainda não termos a confirmação definitiva do acerto entre o Grêmio e o técnico Paulo Autuori, não tenho muitas dúvidas de que ela ocorrerá. Posso estar enganado e a contratação do técnico não se confirmar, mas com o empate do Al-Rayyan, time treinado por Autuori no Catar, o título foi entregue antecipadamente para o Al-Gharafa e a liberação do treinador, que já expôs seu desejo de voltar ao Brasil, deve acontecer ainda amanhã.

Tudo indica, portanto, que Paulo Autuori venha para assumir o Grêmio em um contrato até o final de 2010, com o principal objetivo de conquistar a Libertadores da América 2009. O mais provável novo técnico gremista já tem duas Libertadores no currículo. Uma pelo Cruzeiro e outra pelo São Paulo, sendo que com o último foi também Campeão do Mundo, contra o Liverpool.

Apesar de considerá-lo um excelente treinador, entretanto, não concordo com a escolha, porque continuo a bater na tecla de que este era o momento histórico para Renato Gaúcho. O Grêmio não tem sequer um título importante em sua história vitoriosa que tenha sido conquistado por treinadores já badalados em outros clubes. Pode ser apenas uma superstição, mas no caso de Autuori, faz todo o sentido.

Tanto no Cruzeiro, quanto no São Paulo, Autuori tinha na mão excelentes plantéis. Convenhamos, sou torcedor e sócio do Glorioso Imortal, mas tenho ciência de que o Grêmio apresenta um time, em qualidade, no máximo mediano. Nosso atual pantel lembra, exceto pelos títulos, o Tricolor de Felipão, na década de 90, que ganhava muito mais na garra e doação que na habilidade técnica de seus jogadores.

Pois é aí que reside, na minha concepção, o problema com a escolha do novo técnico. Que me desculpem os mais otimistas, mas não consigo ver Autuori sacudindo o vestiário com injeção de auto-estima e motivação, como precisamos agora. Se tivessemos mais peças de qualidade, poderiamos ter sucesso com ele. Mas, infelizmente, apesar de todo o apoio que continuarei a dar, indo em todos os jogos e vibrando com o time, não acredito, com Paulo Autuori, no Tri do Grêmio.

Com Renato Portaluppi, apesar do currículo bem menor, teríamos, desde a chegada no aeroporto, a demonstração dos torcedores aos jogadores, da importância e grandeza do Clube que defendem. Mas como sou apenas mais um sócio, teremos que, mais uma vez, assistir de braços cruzados a uma direção incompetente escolher sempre os piores rumos para o Grêmio, apesar das melhores intenções que possam ter.

Roger vai para o Catar julho 4, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , ,
add a comment

Surpreende, por tudo que vinha demonstrando de relação com o Grêmio, que Roger tenha saído como saiu. O camisa 10 anunciou, apenas hoje, que não viajaria amanhã para jogar contra o Botafogo, porque está fechando com o Catar Esporte Clube.

Entende-se, obviamente, que ele aceitasse de olhos fechados o contrato milionário, que para um jogador na idade dele pode significar a última chance de fazer fortuna. O que é incompreensível é a forma amadora como o jogador anunciou sua saída ao clube que o recuperou para o futebol, mesmo quando muitos o chamavam de “chinelinho” pelo histórico de insucessos e lesões recentes.

De qualquer forma, mesmo privado da habilidade do meia, o Grêmio mantém-se em boas condições de formação de meio-campo, setor que tinha Roger como referência de qualidade, graças ao anúncio da contratação de Souza e ao ingresso de Tcheco no time, em agosto.

Abel Braga deixa o Inter junho 2, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , ,
add a comment

Após a concretização do contrato milionário com o Al-Jazira ficou mais fácil para Abel Braga sair, antes de “ser saído”. Na minha opinião, ficou bom para os dois lados.

Abelão vai, como ele mesmo fala, fazer a vida com o contrato. E o Inter fica livre para ir atrás de alguém que faça o time acontecer. Como já coloquei em outros posts, o elenco do Inter era considerado um dos favoritos ao título, mas os quatro pontos em 12 disputados acendiam as luzes de alerta.

A troca de comando pode alterar o quadro, ou não, mas era uma possibilidade que ganhava muita força com os péssimos resultados recentes do Internacional.

A torcida chamou o técnico de burro no jogo contra o Sport e, pelos resultados recentes, começaria a ficar difícil manter Abel no cargo. Agora os colorados aguardam a divulgação do nome do novo comandante que, ao que tudo indica, ficará entre Paulo Autuori e Dorival Júnior, este último indicado pelo próprio Abelão.

E você, internauta colorado, quem prefere?

Inter empata em casa maio 31, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , ,
add a comment

O Internacional empatou no Beira-Rio com o Sport Recife, em 1 a 1, e mantém-se nas posições mais inferiores da tabela, em situação desconfortável.

É bem provável, ainda, para complicar (ou melhorar) o caso do Inter, que Abel Braga abrace as propostas do Catar e deixe o comando do Inter, talvez na próxima semana.

Na minha humilde opinião o Internacional abandona a posição de um dos favoritos e passa a ter que se preocupar em sair da ponta debaixo da tabela, pois depois da conclusão da rodada o Colorado deverá estar amargando uma 14ª ou 15ª posição.