jump to navigation

Manchete enganosa (e tendenciosa) junho 25, 2011

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , ,
add a comment

Impressiona que veículos midiáticos gaúchos importantes no cenário esportivo nacional, como o clicEsportes, ainda façam uso de manchetes enganosas e tendenciosas em suas capas apenas para “puxar a brasa para o assado dos times de Porto Alegre”.

Neste sábado, dia 25 de junho, o referido site manteve desde o início da tarde em sua chamada principal de capa a seguinte manchete: “Artilheiro  X 2ª melhor defesa” (reprodução ao lado).

Qualquer leitor desavisado, seria facilmente induzido a acreditar que o jogo que a manchete chamava colocaria frente a frente o artilheiro e a segunda melhor defesa do campeonato.

Doce engano. Na verdade a chamada era para o jogo deste domingo entre Inter e Figueirense. O artilheiro a que a manchete se referia era Leandro Damião, artilheiro colorado na temporada, não do Brasileirão. O atacante tem apenas um mísero gol em quatro participações no campeonato.

O maior problema é que o jornalista que levantou a estatística de gols de Leandro Damião trazida na matéria nem se deu ao trabalho de destacar que dos 22 gols ali mencionados, apenas 1 foi marcado no Brasileirão.

Quem teve interesse em descobrir seu aproveitamento no Brasileiro, como eu, precisou ir atrás das tabelas de artilharia que apresentam artilheiros com 4 gols em cinco rodadas e Damião com apenas um.

Se a intenção era deixar colorados empolgados com seu “super” centroavante, talvez a matéria tenha atingido seu objetivo. Mas na minha humilde opinião, um site como o clicEsportes deveria deixar de lado este tipo de bairrismo exacerbado (pra não dizer parcialidade) e trazer aos leitores aquilo que seja de fato relevante.

Ao invés de confrontar “alhos com bugalhos” (quantidade de gols feitos por Damião em toda a temporada vs. quantidade de gols sofridos pelo Figueirense apenas no Brasileirão) o site deveria, por exemplo, fazer uma matéria tentando explicar porque o grande goleador colorado na temporada não consegue marcar tantos gols no Brasileirão como marcou no Gauchão.

Post número 500 maio 6, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , ,
add a comment

É com orgulho que chego ao post de número 500 em meu blog. Aproveito para compartilhar algumas estatísticas com os leitores.

Em aproximadamente dois anos, 500 posts e cerca de 1000 comentários, o Eduardo Trindade Online, hoje hospedado no endereço www.gremio.net.br, contabiliza uma média diária entre 200 e 250 cliques.

Em dias de disputas importantes no futebol estes números chegam a 350 – 400 acessos diários. O recorde de acessos em um dia ocorreu na ocasião do grave acidente com o ônibus do Brasil de Pelotas, em janeiro de 2009. O total de acessos do blog já chega a 50 mil. Todos estes números são motivo de muito orgulho para este blogueiro.

Agradeço, profundamente, a todos os que frequentam este espaço e espero sempre poder trazer alguma coisa interessante para quem gosta de futebol, principalmente o gaúcho.

Um grande abraço a todos,

Eduardo Trindade

O gramado jogará para o Votoraty março 17, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

É inacreditável que a CBF permita um jogo de Copa do Brasil, ainda mais envolvendo clubes da primeira divisão, em um estádio como o Domênico Paolo Metidieri, em Votorantim – SP, casa do Votoraty e também utilizada pelo futebol amador local.

O precário campo, palco para Grêmio e Votoraty, hoje às 15:30 pela Copa do Brasil 2010, provavelmente, não teria condições nem para sediar o mais bizarro encontro do Gauchão, por exemplo.

O clube paulista teve a possibilidade de jogar em outro local, mas preferiu (e teve a CBF como conivente) seu gramado (se é que podemos chamar aquilo de gramado) obviamente para prejudicar a equipe Tricolor. Isso porque, com mais técnica, o Grêmio é quem mais sofrerá as consequências do estado da grama.

Enfim, continuo acreditando que, apesar da manutenção de Ferdinando e William (os protegidos de Silas) na equipe, o Grêmio sairá deste confronto com a vitória e a classificação antecipada. É uma obrigação do clube. Ainda que, por causa do gramado, isso seja mais difícil que em um campo onde a bola rolasse normalmente.

De qualquer maneira, a permissão da CBF para um jogo de Copa do Brasil neste estádio é simplesmente um absurdo que não posso deixar de comentar.

Respeito sim, medo jamais março 16, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , ,
add a comment

Definitivamente, por mais que pareça arrogância de torcedor, não posso concordar com certos comentaristas que anteveem tanta dificuldade para o Grêmio amanhã em Votorantin, no interior de SP, no jogo contra o Votoraty pela segunda fase da Copa do Brasil.

É claro que é preciso respeitar a equipe paulista, como qualquer outra que trabalha para vencer seus compromissos. É também óbvio que os jogadores do Votoraty estarão fazendo a partida de suas vidas e que isso complicará um pouco mais as coisas para o Tricolor.

Contudo, não posso admitir que, por maior que sejam as dificuldades, o time do técnico Silas não traga de lá uma vitória suficiente para evitar o jogo da volta em Porto Alegre na semana que vem.

Se não for assim, a diretoria gremista deveria demitir todos os jogadores gremistas que ganhem mais que 10 mil Reais por mês e contratar todo o time do “poderoso” (pelo menos para alguns) Votoraty, pagando o teto de 10 mil Reais. Não é possível que o Grêmio, com todo o investimento no futebol do clube, peso da camisa e história, não volte de São Paulo com a classificação para as oitavas de final da Copa do Brasil 2010.

Goleada do Grêmio com titulares março 18, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , ,
add a comment

Com gols de Tcheco, Leo, Jonas (2), Fábio Santos e Maxi López (marcando seu primeiro com a camisa Tricolor), o Grêmio faz 6 a 1 no Zequinha. Finalmente o time volta a marcar muitos gols, desencantando na produção ofensiva, sem as tantas perdas dos últimos jogos da equipe titular. O Grêmio, com um jogo a mais, que os demais do grupo, assume a liderança da chave e começa a encaminhar a classificação para as finais da Taça Fábio Koff.

Tudo bem que o fraco time do São José, pode até não ser parâmetro para quem disputa uma Libertadores, mas serve de excelente treino para o time titular que deverá (ou pelo menos espero) começar a jogar com mais frequência para adquirir ritmo e confiança. Como coloquei no post anterior, a utilização dos principais jogadores também no Gauchão só traz benefícios para o clube no decorrer da temporada, inclusive na Libertadores.

Além da boa apresentação da equipe, com 4 gols marcados por jogadores do meio para a frente, recuperando a confiança do setor ofensivo, a outra boa notícia do início de noite desta quarta foi a vitória surpreendente do Boyacá Chicó sobre o Universidad do Chile por 3 a 0. Com o resultado o Grêmio assume a segunda colocação do grupo 7 na Libertadores da América e pode terminar a terceira rodada em primeiro, caso vença o Aurora na Bolívia no próximo jogo.

Inter com as calças na mão março 4, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , ,
2 comments

Para quem deseja lutar pelo título da Copa do Brasil o Inter precisa melhorar muito. Teve uma apresentação MEDÍOCRE no jogo de hoje, contra o fraco União Rondonópolis. Venceu por 2 a 0 e classificou-se à segunda fase, mas aos 40 minutos quase matou os torcedores com uma cabeçada defendida à queima roupa pelo goleiro Lauro. Um gol da equipe de Mato Grosso e o Colorado daria adeus à competição.

Não vejo a menor chance do time de Tite ir adiante na competição com apresentações como a de hoje. Um time burocrático, com muitos passes errados e que só foi marcar o primeiro gol lá pela metade do segundo tempo. Até então, a partida não dava qualquer indício de que o Inter pudesse classificar-se. Foi bem mais complicado que os colorados imaginavam.

Já contra o Guarani de Campinas, arrisco dizer que, com o mesmo futebol de hoje, o Internacional não passa às oitavas da Copa do Brasil. E se passar morre assim que pegar um time mais forte. Pelo menos foi a impressão que passou o jogo de hoje.

O Brasileirão das fortes emoções outubro 7, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

São tantas emoções que nosso amigo Roberto Carlos (não o lateral que entregou o gol para Henry na copa de 2006, o cantor) teria belos motivos pra proferir, sem cerimônia, sua célebre frase que remete ao início deste post. Sim, o Brasileirão 2008 é o primeiro desta fórmula de pontos corridos que chega a 10 rodadas do fim com tudo, absolutamente tudo, em aberto e muitas emoções reservadas para a reta final.

Na ponta de cima, CINCO candidatos ao caneco, já que há uma pequena diferença de apenas 4 pontos entre o quinto (49) e o primeiro (53). Qualquer um destes (Palmeiras, Grêmio, Flamengo, Cruzeiro e São Paulo) pode chegar lá, dependendo das próximas rodadas.

Na busca pelas vagas para a Libertadores 2009, a briga ganha mais um candidato, o Coritiba, com 44 pontos. Ainda que alguns achem que aqueles que tem 43 ou até 42, como o caso do Inter, podem alcançar a vaga, deixo claro que, na minha opinião, estes estão fora da disputa. Até mesmo para o Coxa, com 44 a coisa é complicada, contudo ainda possível, por isso o incluo entre os SEIS que tentam uma das 4 participações no principal torneio de clubes de futebol das Américas.

Nem preciso falar sobre a vaga para a Sul Americana, pois esta os times não chegam a disputar, apenas herdam no caso de não chegarem à Libertadores. Mas, por incrível que pareça, a ponta de baixo da tabela, talvez reserve as melhores emoções da competição. Para se ter uma idéia, o Vasco, atual lanterna, pode sair da última posição e da zona de rebaixamento já na próxima rodada, pois tem 26 pontos e o primeiro fora da faixa da morte, hoje o Atlético PR, tem 28 pontos.

De fato, nesta área indesejada da tabela, há pelo menos OITO times correndo perigo, pois do 13º para baixo, qualquer um ainda pode cair. E entre estes estão os tradicionais Santos (33), Atlético Paranaense (28), Fluminense (27) e Vasco (26). Além deles, completam o quadro da dor, o Figueirense (32), Náutico (30), Portuguesa (27) e Ipatinga (27). Sufoco a cada jogo na reta final do Brasileirão 2008.

Enfim, para aqueles que ainda insistem no argumento de que esta fórmula não é atraente, fica a pergunta: E AGORA JOSÉ?

Agora ficou mais difícil setembro 22, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , ,
1 comment so far

Calma. Não sou o Paulo Santana com seu pessimismo digno do colorado mais doente. É claro que o Grêmio ainda é o líder. Também é óbvio que aqueles que vem ganhando uma hora devem perder. Mas, ao término da 26ª rodada do Campeonato Brasileiro 2008, com o empate em 0 a 0 contra o Atlético PR e a vitória do Palmeiras sobre o Vasco, a situação fica, de fato, bem mais difícil para o Tricolor Gaúcho.

Com os paulistas a apenas um ponto e, pior, com uma vitória a mais (primeiro critério de desempate) o time de Celso Roth terá que jogar tudo que jogou no primeiro turno e ainda não conseguiu jogar no segundo, para manter-se à frente e seguir na briga pelo título. A situação do Grêmio fica ainda mais complicada se considerarmos que dentre os seis jogos como visitante que o time tem a cumprir, estão 4 confrontos complicados: Inter, Vitória, Cruzeiro e o próprio Verdão, todos fora do estádio Olímpico. Ipatinga e Portuguesa são os outros dois que recebem o Tricolor.

Contudo, do lado do Palmeiras, a caminhada não é, apesar do que parece, muito mais fácil. Também com seis jogos longe do Palestra Itália, o time de Luxemburgo tem que encarar o Santos na Vila, o Vitória no Barradão, além de Flamengo e Fluminense no Maraca. Os outros dois são Náutico e Figueirense. E mesmo que alguns possam dizer que o Flu está mal, acredito que tem plantel e pode fazer campanha para não cair, e isso envolveria ganhar em casa, por exemplo. Da mesma forma com o Peixe que não anda bem na tabela, mas tende a dar mais trabalho, principalmente contra times paulistas em sua casa. Vejo, portanto, estes quatro adversários do Porco tão complicados quanto os quatro do Grêmio.

Nas seis partidas como anfitriões, também quatro pra cada lado são os adversários, teoricamente, mais perigosos. No Olímpico, tirando Figueirense e Atlético MG, os jogos mais embaçados tendem a ser contra Botafogo, Santos, Sport e Coritiba. Já no Parque Antártica, exceção a Ipatinga e Atlético MG que teoricamente serão mais fáceis, as coisas podem se complicar com São Paulo, Goiás, Botafogo e o próprio Grêmio. Enfim um campeonato equilibrado como pediam os amantes do bom futebol.

Isso que nem analiso aqui a caminhada do Cruzeiro que é outro que pode entrar na briga com os tropeços de Celso Roth e sua turma. Ou seja, há duas ou três rodadas o Tricolor tinha o campeonato encaminhado, com SEIS pontos de vantagem sobre o segundo e uma campanha extraordinária. Agora, com UM pontinho apenas, o que fica de mais certo neste campeonato, por enquanto, é que não há nada certo e que as cartas estão na mesa, pelo menos entre Grêmio, Palmeiras e Cruzeiro, faltando 12 rodadas para o final.

Programação em Wide Screen setembro 17, 2008

Posted by eduardotrindade in Jornalismo Participativo.
Tags: , , , , , , , , , , ,
3 comments

Quem lê o blog com freqüência sabe que 90% dos meus posts são relacionados esporte, primordialmente futebol. Só fujo da regra quando algo me chama atenção, positiva ou negativamente. Desta vez o assunto não é o futebol, mas tem relação com ele e com tudo que for passível de transmissão televisiva.

O que me surpreendeu negativamente desta vez foi a ausência total e completa de transmissões de futebol em formato Wide Screen nas emissoras de televisão. Na verdade, outros programas também são raros no formato, mesmo na SKY, por exemplo. Salvo, obviamente, alguns filmes que disponibilizam esta opção em canais específicos.

Em outras palavras, o sujeito vai à loja e compra uma TV 16:9, mas quando chega em casa, percebe que os programas em formato Wide Screen ainda são raros. Com esta constatação, compradores deste tipo de aparelho tem duas opções: ou assistem aos programas, inclusive o sagrado futebol, com a imagem estendida (onde mesmo o jogador em melhor forma se assemelhará ao Ronaldo Nazário), ou define a imagem para 4:3 e assiste à programação com duas faixas laterais que “endireitam” a imagem distorcida no formato 16:9, voltando à forma das televisões antigas para poder ver tudo sem distorção.

É parecido com o que ocorre com outro recurso destas televisões de plasma ou LCD, o HDTV. Não adianta o aparelho de TV ser compatível com a tecnologia digital, se as emissoras, com raras exceções, não transmitem nesta modalidade. A diferença é que neste caso a não transmissão é uma questão de sistema e no assunto que trago no post o problema é principalmente a captação feita para 4:3.

Se alguém souber, ou tiver percebido algo diferente do que coloco aqui, agradeço profundamente as correções, afinal a construção coletiva é uma das maiores genialidades da web. O que escrevo neste post vem apenas da constatação direta, sem uma pesquisa formal sobre o tema.

A semana do Grenal junho 23, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , ,
2 comments

Só os gaúchos sabem o que significa uma semana de Grenal. Principalmente nas situações antagônicas em que Grêmio e Inter se encontram pela primeira vez no ano. Torcedores de ambos os times desejam a vitória como se o clássico fosse uma final.

O Grêmio, na ponta da tabela, tem, teoricamente, a obrigação de ganhar para manter-se em cima. Principalmente por este jogo ser no Olímpico e porque os próximos dois depois do Grenal serão fora de casa. Isso pra não mencionar que perder para o Inter, no próprio estádio, na conjuntura atual não faria nada bem para a onda de confiança que a torcida, muito desconfiadamente, começa a depositar no técnico Celso Roth.

Já do lado do Inter, é como o jogador Magrão falou: “… pode ser um divisor de águas…”. Sem dúvidas, a vitória no clássico, apesar de manter o Internacional seis pontos atrás do rival Grêmio, pode representar muito para a volta por cima do time colorado. Inclusive e, principalmente, porque esta vitória significaria a quebra da terrível seqüência de apenas derrotas fora de casa este ano, contra times das Séries A e B.

Enfim, como já disse antes, apesar do risco de me dar mal, concordo com Wianey Carlet e digo que, pelas atuais circunstâncias, o time do Grêmio entra no clássico como favorito. O Tricolor está mais estruturado, com a melhor defesa do campeonato, enquanto o treinador colorado ainda tem que montar o time de acordo com o que ele pensa. Até agora Tite só aproveitou a estrutura base de Abel, sem muitas alterações. Isso não é uma crítica, pois acho que era isso mesmo que ele deveria ter feito. Agora, porém, é a hora para botar no time a cara do treinador, mas justamente por isso, os tropeços são inevitáveis. E o Grêmio vem bombando.

De qualquer forma, como diria Jardel: “clássico é clássico e vice-versa”. Ou seja, tudo pode acontecer. E você em quem aposta?

A IFFHS, a CBF e as cotas de patrocínio janeiro 11, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , ,
1 comment so far

Existem vários rankings para medir as forças do futebol mundo afora. Contudo o mais conhecido e conceituado mundialmente é o da IFFHS (International Federation of Football History and Statistics) da Alemanha.

A IFFHS tem dois tipos de rankings para clubes de futebol. O primeiro é anual e leva em consideração apenas os resultados em competições nacionais e internacionais nos últimos 12 meses, conforme pontuação determinada. O segundo leva em consideração o histórico nestas competições desde 1991, ano em que a Federação começou o trabalho de rankeamento.

Na edição atualizada em 31 de dezembro de 2007, o Grêmio aparece em 30º no ranking anual, como o 4º clube brasileiro, atrás apenas de Santos, São Paulo e Flamengo. No ranking histórico o Tricolor Gaúcho fica em 33º, mas em comparação com os brasileiros, passa a ser o 2º colocado, com o São Paulo, em 20º, sendo o primeiro.

Além deste ranking internacional, o ranking oficial da CBF, que leva em consideração a colocação dos times brasileiros em todas as edições do Brasileirão e da Copa do Brasil, coloca o Grêmio em primeiríssimo lugar.

O que mais impressiona é que, mesmo assim, as cotas de patrocínio dos times gaúchos não chegam a um terço daquelas dos maiores times do eixo Rio – São Paulo. Acho que está na hora (o contrato com o Banrisul vence em breve) do Grêmio, buscar uma cota de patrocínio mais interessante que os 3,9 milhões anuais do Banrisul.

tricolor2007_m.jpg

Pra mencionar apenas 2007, os patrocinadores de São Paulo e Santos, com seus mais de 10 milhões de reais cada, viram seus patrocinados cairem na Libertadores da América diante do Grêmio. Enquanto isso, o Banrisul teve sua marca aparecendo por mais tempo internacionalmente, pagando menos de 4 milhões anuais ao Tricolor Gaúcho.

Senhores dirigentes do glorioso Grêmio Football Porto Alegrense, tenho certeza que usando alguns destes argumentos, como os rankings IFFHS e CBF, além dos desempenhos recentes e históricos do Grêmio perante os grandes poderosos do futebol brasileiro, será possível negociar contratos de patrocínio, pelo menos, na faixa dos 5 / 6 milhões anuais. Basta não deixar que negociações atrapalhadas, como a que levou Diego Souza para o Palmeiras, ocorram também na hora de negociar com um novo patrocinador.