jump to navigation

Tropeço do Grêmio no Barradão junho 1, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

A derrota por 1 a 0 para o Vitória da Bahia, com gol inesperado aos 47 minutos do segundo tempo, foi a primeira derrota do time sob o comando de Paulo Autuori. O elemento mais marcante da derrota foi a dura constatação de que a adaptação do elenco para o 4-4-2 não está rendendo os resultados esperados pelo treinador.

E não adianta tentar atribuir a derrota à ausência de Tcheco. Foi o grupo que, da maneira como vem sendo escalado, não assimilou o esquema transitório do 3-5-2 para o 4-4-2. O Inter, mesmo jogando com os reservas por causa da Copa do Brasil segue 100%. Assim não dá.

Está mais do que na hora de Autuori mudar definitivamente para o 4-4-2, sacando Rafael Marques, para a entrada de Túlio ou Orteman(eu prefiro o último), que comporia o setor de volantes com Adilson, dando aos meias mais liberdade e aproximação com o ataque.

Outra substituição importante é Fábio Santos por Jadilson. Não que o segundo seja uma sumidade na posição, mas o primeiro está muito mal e Jadílson, na minha opinião, só precisa ritmo. Acredito, ainda que a dupla Alex Mineiro e Maxi não faz tanto como faria Maxi e Herrera. Mas nisso acho difícil o treinador concordar.

Enfim, se olharmos para a situação de Palmeiras, SPFC e Cruzeiro no Brasileirão, a coisa não está tão diferente assim. O Grêmio tem uma grande prioridade neste primeiro semestre e está chegando cada vez mais perto dela. Resta torcer para que, assim que a Libertadores terminar, o Grêmio possa se reerguer rápido no Brasileiro, para não sofrer como sofreu o Fluminense ano passado.

Anúncios

Grêmio empata na Venezuela maio 28, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,
4 comments

Apesar das dificuldades do jogo de ontem à noite na Venezuela, contra o Caracas, o Grêmio conseguiu empatar o jogo em 1 a 1 com gol de cabeça de Fábio Santos em combrança de falta magistral de Tcheco na metade do segundo tempo. O jogo de volta ocorre no dia 17 de Junho e o Tricolor pode empatar sem gols que se classifica para a semi final.

O time venezuelano começou na frente logo aos 2 minutos de jogo também em jogada aérea depois de cobrança de falta pela meia esquerda. Logo depois do gol chegou a pressionar. Contudo, o Grêmio suportou a pressão e buscou, aos 29 da etapa final, o excelente resultado na casa do Caracas, mantendo a invencibilidade na competição.

De lição para Autuori, fica a visível necessidade de substituir Jonas por Alex Mineiro ou Herrera no ataque e, por que não, mudar de uma vez para o 4-4-2 sacando Rafael Marques para colocar Túlio.

Espero que tais mudanças já estejam em prática neste final de semana contra o Vitória no Barradão, afinal o Grêmio precisa, também no Brasileiro, embalar agora para não ficar sofrendo depois muito distante dos líderes.

Paulo Autuori estreia com vitória maio 24, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , ,
4 comments

A vitória do Grêmio sobre o Botafogo, por 2 a 0, no estádio Olímpico marcou a estreia do treinador Paulo Autuori no comando do Tricolor Gaúcho e também o início da arrancada do time no Brasileirão 2009. Apesar das poucas alterações promovidas por Auturori, já é possível perceber diferenças.

A mudança na forma de Tcheco atuar foi a mais visível interferência positiva do novo técnico. O camisa 10 jogou bem mais próximo do ataque, fazendo marcação sob pressão na saída de bola do Botafogo.

Maxi demonstrou mais uma vez que tem raça e muita qualidade. O segundo gol, por exemplo, foi uma pintura, não apenas pelo bom chute de Fábio Santos e a bela jogada inicial de Douglas Costa, mas também pelo espetacular toque de calcanhar de Maxi López que fez o papel de assistente de luxo.

No outro lado do ataque, apesar do gol de Jonas, de bico, creio que a segunda vaga do ataque gremista esteja aberta para o jogo da Libertadores nesta quarta feira contra o Caracas, na Venezuela. Até porque, apesar do pouco tempo que teve para jogar, Herrera também entrou bem no jogo.

Outra ótima notícia da tarde deste domingo foi o excelente aproveitamento do garoto Douglas Costa nos 20 minutos que teve para jogar no lugar do Souza. O garoto, sabendo da importância de impressionar o novo comandante, entrou com todo o gás e impressionou pela habilidade, participando decisivamente do segundo gol Tricolor.

Uma vitória importante que deixa o Imortal com 4 pontos no Brasileirão e embala a equipe para a primeira partida das quartas de final da Libertadores da América 2009.

Mais mudanças à vista no Grêmio maio 20, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,
3 comments

A semana do Grêmio promete mudanças. Em foto muito bem batida pelo fotógrafo Diego Vara, da Zero Hora, foi possível analisar a planilha do auxiliar técnico de Autuori. E, pelo visto, as mudanças não serão apenas de esquema tático, mas também de peças.

Nas anotações, fica clara a entrada de Túlio no lugar de Rafael Marques, dando início ao 4-4-2. Mas não é só isso. Adilson, por causa da expulsão, dará lugar a Maylson na função de segundo volante contra o Botafogo e, dependendo da resposta do jovem destaque da Seleção sub-20, pode até perder lugar na equipe.

O novo comandante também já percebeu que Tcheco é o mais prejudicado do time tendo que jogar como segundo homem do meio. Assim, o camisa 10 e Souza jogarão bem mais próximos ao ataque.

Além disso, outra novidade é a indicação do ataque titular formado agora por Alex Mineiro e Maxi López, deixando Jonas disputar vaga com Alex, e Herrera com Maxi.

De certeza, uma só. Com a chegada de Paulo Autuori, como novo treinador, todos se doarão ao máximo em treinos e jogos para lutarem por uma chance no time titular. Afinal, chegaram as tão esperadas mudanças.

E agora Celso Roth? fevereiro 14, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Com o anúncio da contratação de Maxi López, o Grêmio coloca Celso Roth e seu 3-6-1 no paredão. Sim, não é possível que, com Alex Mineiro, Herrera e Maxi López, o técnico gremista insista em seu esquema de um atacante apenas. Isso sem contar que ainda tem Jonas, que tem mostrado um excelente desempenho neste início de temporada.

O Tricolor apresenta para 2009 um quarteto de atacantes de dar inveja a qualquer time brasileiro, mas é preciso botá-los em campo. Do contrário, não tem sentido reforçar a equipe justamente no ataque. Também não tem sentido Celso trocar um dos meia atacantes, Souza ou Tcheco, por um dos argentinos.

Há, portanto, duas alternativas iniciais para Roth. Ou o treinador volta para o 3-5-2 do ano passado, porém com apenas um volante de contenção e dois meias de ligação, ou ele deixa de ser teimoso e utiliza, na minha opinião, o esquema mais indicado para o Grêmio e seu atual plantel: o 4-4-2.

Alguns podem dizer que o 3-5-2 funcionaria bem também. Não há dúvidas que sim. Contudo, com apenas três homens no meio, Tcheco acaba tendo que jogar como segundo homem, um pouco mais recuado, e perde um pouco de sua qualidade no entrosamento com Souza. Já o esquema 3-6-1 pode até ser usado em jogos mais difíceis, contra equipes tradicionais em seus estádios. Fora isso, seria um desperdício com todos os atacantes disponíveis.

Por isso reitero que, na minha concepção, a melhor formação para o Tricolor encarar a Libertadores seria o 4-4-2 com a seguinte escalação: Victor, Ruy, Leo, Réver e Jadilson (Fábio Santos); Diogo (Orteman), Magrão (Adilson), Tcheco (Maylson) e Souza (Douglas Costa); Alex Mineiro (Jonas), Maxi López (Herrera).

Mas o melhor de tudo é a análise dos parenteses no parágrafo acima. Sim, o Grêmio apresenta para a Libertadores não apenas um excelente plantel titular mas, principalmente, ótimas peças de reposição. Exatamente o que faltou para o Tricolor em 2008.

Concluo afirmando que, caso Celso Roth acorde para o que tem nas mãos e deixe de ser teimoso, o Grêmio tem tudo para caminhar com força rumo ao TRI da Libertadores da América.

O Grenal 374 fevereiro 7, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Um dos clássicos de maior rivalidade no futebol brasileiro, o Grenal tem seu charme próprio e inconfundível. Independente do campeonato em que ele ocorra. É o caso do Grenal 374, neste domingo, válido pela quinta rodada do Gauchão 2009.

O Grêmio, que no meio da semana apostou na juventude de seus reservas para encarar o VEC (além do árbitro Vinícius Costa)  e perdeu, precisa de um único resultado: a vitória. Com a ausência de Herrera no clássico,o mais provável é que Celso Roth opte por começar a partida no 3-6-1 com dois volantes, Diogo e Willian Magrão, dando mais liberdade para Tcheco e Souza aproximarem-se de Alex Mineiro no comando do ataque.

O campo neutro de Erechim é algo que só acrescenta grandeza ao clássico. Afinal de contas, é uma grande oportunidade de vermos novamente um estádio pintado, igualmente, de azul e vermelho. Sim, pois se o Grenal 374 fosse em Porto Alegre, teriamos, outra vez, um clássico de uma torcida apenas. Viva o interior.

O 3-6-1 do Grêmio: Carrossel Azul fevereiro 1, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , ,
2 comments

A vitória do Grêmio sobre o Novo Hamburgo, por 5 a 1, reforça a excelente campanha Tricolor no Campeonato Gaúcho 2009 e embala o time para o Grenal 374. Tudo bem que o time do Vale dos Sinos pouco fez durante a partida, mas a forma como jogaram Souza, Tcheco e Willian Magrão se aproximando do atacante, no 3-6-1 de Celso Roth, deu a idéia de um carrossel. 

É verdade que Jonas, como único avante de ofício, poderia ter rendido mais. Mas como este possivelmente seja reserva, com a entrada de Alex Mineiro e Herrera, não chega a preocupar. Já Souza e Tcheco demonstraram, mais uma vez, que precisam jogar juntos, sempre. Entrosados, os dois tem tudo pra ser a melhor dupla de meias do futebol nacional. Souza foi novamente o destaque da partida e Tcheco marcou duas vezes em assistências suas. Os dois meias são os artilheiros do Gauchão 2009.

Com a vitória expressiva em Novo Hamburgo, o Grêmio chega a 7 pontos na tabela e assume a liderança do grupo. Mesmo com um jogo a menos, já que o jogo contra o Brasil de Pelotas foi adiado em virtude do acidente com o ônibus que levava a delegação do Xavante

Espero, contudo, que Celso Roth pense bem sobre o que tem nas mãos e, quando puder, ponha seus dois novos atacantes em campo juntos: Alex Mineiro e Herrera. O problema é que não vale a pena deslocar o Tcheco para a segunda função do meio campo, pois nesta função ele perde muito rendimento. Só que para não fazer isso, é preciso que o Roth mantenha Diogo e Willian Magrão, tirando Rafael Marques. Mudando, portanto, para o tradicional 4-4-2.

O Grêmio ideal, hoje, seria: Victor, Ruy, Leo, Réver e Jadilson, Diogo, Willian Magrão, Tcheco e Souza, Alex Mineiro e Herrera. De qualquer maneira, apesar do meu desejo de ver tal formação no Grêmio da Libertadores 2009, acho mesmo muito difícil que o técnico gremista abra mão de suas convicções acerca dos três zagueiros. E você torcedor Tricolor, o que acha sobre a formação ideal para o time?

Grêmio contrata Herrera janeiro 29, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Finalmente a primeira novela argentina gremista termina bem: Herrera vai mesmo defender o Grêmio em 2009. O argentino, ex-Corinthians, teve 50% dos seus direitos adquiridos junto ao Gimnasia y Esgrima La Plata por 800 mil dólares e chega nesta quinta para reforçar a equipe na principal disputa do ano: a Libertadores da América 2009.

Na tarde de ontem, Mauro Galvão esteve em Buenos Aires acertando os detalhes com os dirigentes do San Lorenzo, detentor de 25% dos direitos federativos do jogador, que estavam complicando o acordo, desejando entrar na divisão. Herrera tem sua chegada ao Olímpico prevista para hoje.

De qualquer forma, por prudência, os dirigentes gremistas anunciaram o acerto apenas na manhã de hoje, já que da primeira vez que o jogador tinha passagem marcada, as partes envolvidas recuaram. Porém, depois das reuniões de ontem a situação evoluiu, e chegou ao final feliz que esperava a torcida Gremista.

Herrera teve passagem pelo Grêmio em 2006 e, apesar dos muitos gols perdidos na época, sempre demonstrou muita garra e velocidade, identificando-se fortemente com o torcedor Tricolor. Agora, depois de boa passagem pelo Corinthians de Mano Menezes, com muitos gols ao lado de Dentinho, o argentino chega com moral de quem vem para brigar pela titularidade.

É mais um ótimo reforço para a temporada 2009. O Grêmio se prepara para anunciar, ainda esta semana, outro atacante argentino de destaque. Maxi López, ex-Barcelona e River Plate, deve acertar sua situação ainda esta semana para dar mais opções ao técnico Celso Roth na formação do ataque Tricolor.

Gols de Herrera e Alex Mineiro janeiro 26, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , ,
5 comments

Já que fiz um post recente com gols do Maxi López, aqui vai um vídeo de tentos do atacante Herrera, que também deve chegar esta semana no Grêmio, e outro com todos os gols de Alex Mineiro no Paulistão 2008, quando foi artilheiro pelo Palmeiras.

Neste primeiro, fica clara a vocação do argentino em marcar de cabeça, aparando cruzamentos. Ótima notícia para quem apostou na melhoria das alas, com Ruy e Jadilson. Mas não são apenas as boas cabeçadas que descrevem a passagem do atacante pelo Corinthians. Herrera, no vídeo, marca com chute forte de canhota e até de bicicleta.

Enquanto isso, Alex Mineiro também demonstra, além do bom aproveitamento aéreo, boa habilidade para marcar de várias formas diferentes, com os pés. Parece mesmo que o ataque Tricolor, pior setor do Grêmio em 2008, será bem diferente em 2009.

Maxi López e Herrera no Grêmio janeiro 22, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , ,
add a comment

Parece que finalmente o Tricolor está bem próximo de anunciar o segundo reforço para o ataque gremista. Por sinal, a posição mais carente do time no ano passado. O nome da hora é, novamente, o argentino de 24 anos, Maxi López, revelado pelo River Plate e atualmente no F.C. Moscou. O jogador deve ser anunciado nas próximas horas.

O que mais empolga os torcedores é a possibilidade anunciada de não apenas confirmar Maxi López, mas também trazer Herrera, ex-Corinthians. E quem fala sobre as chances da dupla contratação é a própria diretoria do Grêmio, através do vice de futebol, André Krieger e do diretor de finanças, Irany de Sant’Ana Junior. Falta apenas a liberação do F.C. Moscou (López) e do Gimnasia y Esgrima La Plata (Herrera) para os dois se apresentarem no Olímpico.

Sem dúvida alguma, a vinda destes dois atacantes aumentaria, consideravelmente, as chances do Grêmio apresentar um excelente setor ofensivo para a Libertadores, inclusive com boas peças de reposição. Afinal, no Brasil, poder escolher dois entre Alex Mineiro, Herrera e Maxi López para compor o ataque é um luxo. Isso sem contar as possibilidades do banco com Perea, Jonas, Morales e Reinaldo, em caso de necessidade.

Enfim, se o Grêmio realmente confirmar a dupla porteña, como tudo indica, Duda Kroeff, André Krieger, Irany, Mauro Galvão e todos da cúpula gremista merecem os PARABÉNS!

Coisas que não entendo 2 janeiro 20, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Desculpem a falta de criatividade no título deste post, mas realmente não consigo entender o que acontece nos bastidores do Grêmio. Quando todos os torcedores acreditavam que as novelas argentinas sobre Herrera e Máxi Lopez haviam acabado, ambas ressurgem com força. Lamento, senhores André Krieger e Duda Kroeff, mas a impressão é a de que já vimos o mesmo filme no ano passado com os senhores Pelaipe e Odone.

Mas não são apenas as insistências do Grêmio, dignas de novela mexicana, que irritam os torcedores. O que mais incomoda é ver que Fred pode vir para o Brasil apenas pelos salários. Será que o Imortal Tricolor não tem condições de entrar neste tipo de briga com times como o Palmeiras ou Fluminense, por exemplo? Ainda que os salários sejam altos, pra quem paga mais de 200 MIL a Celso Roth (?), conseguir investidores para bancar um bom salário para um atacante de alta qualidade não deveria ser problema.

Na minha opinião, falta ambição para aqueles que comandam o PRIMEIRO DO RANKING DA CBF. Não posso concordar que Fluminense ou Palmeiras sejam mais interessantes para um jogador que está sendo repatriado. Principalmente com Grêmio disputando uma Libertadores da América. Até concordo que o São Paulo de Muricy pudesse ter mais “bala na agulha” que o Tricolor Gaúcho para atrair um centroavante deste porte. Contudo, não consigo pensar o mesmo sobre estes dois que estão na briga por Fred. E a prova é Alex Mineiro.

Mas é óbvio que, sem contato dos dirigentes Gremistas com o empresário do centroavante demonstrando interesse, a possibilidade de defender o Tricolor nem passa pela cabeça do jogador. E penso, sinceramente, que, se as negociações já tivessem iniciado antes, não seria difícil atrair Fred para Porto Alegre, principalmente porque no Olímpico ele poderia ficar bem próximo do técnico da Seleção Brasileira, Dunga, para tentar chegar à Copa 2010. Agora, contudo, é tarde demais. É de fato lamentável que nossos dirigentes tenham se apequenado desta forma nos últimos anos.

Cadê o segundo atacante? janeiro 12, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , ,
add a comment

Apesar dos barulhos em torno de nomes como Herrera, Máxi Lopes, Magno Alves e outros, a contratação do companheiro de Alex Mineiro no ataque Gremista da Libertadores está parada. Talvez nem venha e o nome deste jogador seja Jonas, reintegrado depois de passar por Santos e Portuguesa.

Pode até ser uma boa opção, mas cuidado, na minha opinião ainda falta um temperinho que possa nos garantir um caldo mais grosso nesta Libertadores. Depois de 2007 e 2008 chegando como vice, respectivamente, na Libertadores e no Brasileirão, a torcida quer mais. E para isso, arrisco dizer que a vinda deste segundo atacante pode ser determinante.

Marcelinho Paraíba janeiro 7, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , ,
1 comment so far

A falta de Marcelinho Paraíba à reapresentação do Flamengo, sem justificativa, pode ser um indício de uma transferência para algum outro clube. Ainda que seja apenas um indício, a informação agita o mercado.

Por que, ao invés de ficar insistindo com Herrera, que não vem, os dirigentes gremistas não fazem uma boa proposta para Marcelinho Paraíba?!?! Com uma Libertadores pela frente, o próprio Alex Mineiro, com sua opção pelo Grêmio, é a prova de que o clube pode ser uma opção atraente.

O atacante participou do último grande título do Grêmio (o Tetra da Copa do Brasil em 2001) e seria excelente escolha para formar o ataque titular do Tricolor na Libertadores 2009 ao lado de Alex Mineiro.

Mas não dá pra esquecer que o Inter também busca um atacante e, com Tite no comando, Marcelinho poderia também, caso esteja mesmo de saída do Mengo, optar pelo lado vermelho do estado. Isso para jogar novamente com o treinador que o colocou em destaque em 2001, no Grêmio.

O Grêmio da Libertadores 2009 janeiro 6, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , ,
add a comment

O Grêmio se reapresenta nesta quarta feira com uma manutenção excelente do elenco Vice-Campeão Brasileiro 2008, além de peças novas e de qualidade. Do grupo titular que encerrou o Brasileirão, o time perde apenas o bom volante Rafael Carioca e o zagueiro Jean, além de outras peças, do banco, dispensadas por falta de interesse do clube, como Soares, André Luis, Marcel, Pereira e Paulo Sérgio.

Com a recente contratação de Alex Mineiro, além da proximidade do negócio com o lateral esquerdo Jadilson, o time ainda procura um atacante de qualidade, já que Herrera dificilmente vem, para montar uma base de mais qualidade que em 2008, ainda que haja comentaristas que pensem o contrário.

Isto significa, no meu entendimento, que o Grêmio vem para a Libertadores da América 2009 com aquilo que não teve em 2008: REPOSIÇÃO. O primeiro turno do Brasileirão foi excepcional, contudo, bastou virem as contusões e suspensões do segundo turno que o time perdeu a vantagem desenhada na primeira metade do Campeonato justamente por falta do que usar na ausência dos titulares.

A possível formação Tricolor para 2009 será: Victor, Leo, Réver e Rafael Marques, Fabio Santos (ou Jadilson se vier), Willian Magrão, Tcheco, Souza e Felipe Mattioni (ou Ruy, caso Mattioni vá para a Itália), Reinaldo (ou Herrera ou outro atacante) e Alex Mineiro. Com estes titulares, as reposições mantidas da base titular de 2008 para o ataque e os destaques dos juniores promovidos, o Tricolor Gaúcho tem um bom grupo para enfrentar uma Libertadores em que nenhum time se destaca como aquele que sobra em relação aos outros.

Como reposição nas posições destes possíveis titulares temos: o goleiro Marcelo Grohe; os zagueiros Heverton, William Thiego e Wagner; os alas Ruy pela direita, Helder e Fábio Santos pela esquerda (caso Jadilson venha para a vaga de titular); os volantes/meias Adilson, Orteman, Diogo, Douglas Costa e Maylson; os atacantes Perea, Morales e os juniores Rafael Martins e Roberson além de outros que tem se destacado na Base Tricolor.

Ora, convenhamos, qualquer um que conhece um pouco de futebol sabe que uma equipe que pudesse contar apenas com estes jogadores da reserva do Grêmio, poderia fazer frente à maioria dos times da Série A e, talvez, ficasse, ao final de um campeonato, por exemplo, na zona da Sul Americana. Como no Tricolor eles são apenas as peças de reposição, o torcedor Gremista pode, SIM, acreditar na briga pelo título da Libertadores 2009, tendo por base a equipe titular listada mais acima, com um banco de luxo como o relacionado.

Discordo, portanto, de Leonardo Menegheti, colunista do VS, que escreveu em sua coluna de domingo que o time de Roth precisa de mais qualidade para a disputa da Libertadores. Para mim, ou lhe falta vontade de ver as coisas como elas são, ou sua ideia do que vem a ser um time competitivo está completamente equivocada.

O Coringão sai na frente na Final junho 5, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , ,
add a comment

Com a vitória por 3 a 1 no Morumbi o Corinthians arranca boa vantagem para enfrentar o Sport na temível Ilha do Retiro, onde adversários como Palmeiras, Internacional e Vasco caíram nas fases anteriores da Copa do Brasil.

Com a experiência de Mano Menezes no comando, é bem próvavel que o Corinthians se prepare bem técnica e psicologicamente para o grande confronto da Ilha e garanta o Tricampeonato para o time paulista. Mas também não duvido de um 2 a 0 para o Sport, que daria o título ao rubro-negro recifense.

Se o Corinthians confirmar a vantagem, será o segundo título de expressão nacional do treinador corinthiano. O primeiro foi o Brasileirão Série B em 2005, pelo Grêmio. Motivo aliás, pelo qual Mano foi escolhido para o principal projeto do Corinthians no ano.

E mais, caso o título realmente venha para o Parque São Jorge, em 2009, se o Coringão de fato voltar para a Série A, será o primeiro clube brasileiro a retornar à elite e, neste mesmo, ano disputar uma Libertadores da América.

A verdade é que, apesar da vantagem do Coringa, analisando o retrospecto do anfitrião na Ilha do Retiro, esta decisão, com o gol do Sport no final do jogo em São Paulo, ainda está aberta.