jump to navigation

O técnico do Grêmio para 2012 novembro 30, 2011

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

A melhor notícia da semana para a grande maioria dos gremistas foi a decisão de não renovar o contrato de Celso Juarez Roth para comandar a casamata gremista em 2012.

Entretanto, como os melhores técnicos, os de currículo mais vitorioso, estão empregados, a tarefa do Grêmio, de escolher um bom treinador para o ano que vem, não será nada fácil e dificilmente terá unanimidade na torcida.

Confesso, por exemplo, que nenhum dos nomes aventados até agora me agrada. Eu sou um dos que apostaria em Marcelo Rospide, o mesmo Roger, como forma de criarmos um novo Felipão, Tite ou Mano.

Não podemos esquecer que estes três treinadores, que mencionei no final do parágrafo anterior, estão entre os melhores do país, hoje, e todos foram lançados para o Mundo pelo Grêmio. Mas para que isso acontecesse, foi preciso um dirigente de visão que, na época, optasse por eles em detrimento dos nomes conhecidos de sempre.

Então, reitero que seria muito melhor apostar em alguém de potencial, como Roger ou Marcelo Rospide, que conhecem bem o clube e sua filosofia, do que apostar em figuras como Luxa, Oswaldo Oliveira, Nelsinho Baptista, etc.

Na verdade, dos que foram mencionados, o único que, apesar de eu não gostar muito, pode vir a dar certo no Grêmio é Caio Jr. O ex-técnico do Botafogo não tem nenhum título de expressão como treinador, mas conhece o estilo de jogo do Grêmio, de pegada e futebol raçudo. E, acima de tudo, nao é retranqueiro.

No caso do Grêmio 2012 isso é essencial! De nada adiante o clube ter excelentes jogadores de ataque no elenco, como Miralles e Kleber (além do garoto Leandro), se o técnico for burro e insistir com um 4-5-1 recheado de volantes. O Tricolor Gaúcho precisa voltar à tradição gremista de dois atacantes. Miralles (Leandro) para dar velocidade pelos lados e Kleber (André Lima) para empurrar a bola pra dentro como ele sabe fazer.

Enfim, espero que a contratação do novo técnico do Grêmio seja bem pensada, pois agora, diferente do que ocorreu em outros momentos, o clube tem tempo de sobra para pensar bem e analisar todas as possibilidades antes de assinar com alguém que não tenha identificação nenhuma com o clube e que venha treinar o Grêmio apenas pelo dinheiro.

Anúncios

É preciso manter a invencibilidade fevereiro 17, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , ,
add a comment

O Grêmio entra em campo esta noite no estádio Olímpico, contra o Veranópolis, colocando em jogo muito mais que apenas uma classificação para as semi-finais do Gauchão 2010.

Se vencer, o Tricolor chega a 44 jogos sem perder no Olímpico Monumental ficando a apenas 2 do recorde nacional de invencibilidade, pertencente ao rival do Beira-Rio.

O Inter ficou sem perder em casa por 46 jogos na primeira metade da década de 70. Na época, em Julho de 75, foi o próprio Grêmio quem quebrou a série colorada de 46 partidas sem perder no próprio estádio.

Para bater o recorde nacional (neste caso regional também), o Tricolor precisa vencer mais 4 partidas (incluindo a de hoje), chegando,assim, a inigualáveis 47 jogos sem perder em seus domínios.

Finalmente a chance de Jadílson agosto 7, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , ,
add a comment

Não compartilho da idéia de que Jadílson seja uma sumidade na posição. Longe disso. Contudo, não tenho a menor dúvida que seu futebol é superior, naquilo que o Grêmio precisa, do que o de Fábio Santos, que é muito mais defensivo.

O Tricolor joga com um zagueiro na lateral direita e um lateral muito defensivo na esquerda. Fica praticamente sem jogadas agudas pelas laterais. Ou quando as faz é com os meias, sem o apoio qualificado dos laterais.

Infelizmente Fábio Santos perde a vaga por lesão. Ele já deveria ter perdido a vaga por razões técnicas e não por lesão. Uma pena que tenha sofrido uma fratura. Contudo, por mais que os motivos sejam sem dúvida lamentáveis, o Grêmio ganha tecnicamente aquilo que Autuori se negava a dar ao time por bem.

O lateral entrou bem no jogo e apesar de ainda faltar-lhe entrosamento e ritmo, creio que o período que Fábio Santos deverá ficar fora será o suficiente para perder a vaga definitivamente. E para que não achem que estou endeusando Jadilson, reitero que seu futebol não é nada tão impressionante, apenas melhor do que o de Fábio Santos.

Goleada para embalar novo esquema junho 5, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , ,
add a comment

Na goleada de ontem por 3 a 0 sobre o Náutico, que era um dos líderes e não tinha perdido ainda, os destaques foram Souza com dois gols, Alex Mineiro com duas assistências e Maxi López com um gol e muita raça como sempre. Com o resultado o Tricolor vai a 7 pontos. Mas quero falar sobre o fim do 3-5-2.

A vitória de à noite no Olímpico foi a despedida do esquema  infame implantado por Celso Roth no início do ano passado. Um pouco por necessidade (suspensão do Réver) e outro tanto por convicção do novo técnico gremista.

A coletiva do treinador Paulo Autuori ao final da partida foi clara. Para o técnico, os dez dias entre jogos até o confronto contra o Fluminense serão suficientes para treinar bem o 4-4-2, com segurança. E disse mais. Não é refém de resultados. Independente de ganhar ou perder, uma vez alterado, não retorna ao esquema antigo nem por toda a pressão do mundo.

Tenho apenas uma divergência com o professor Autuori. O treinador Tricolor avisa que Makelele é o jogador mais provável para ser improvisado na lateral direita, na ausência de Ruy e Joílson também suspensos.

A opção que daria mais qualidade ao time seria deslocar Souza para a lateral e colocar Douglas Costa no meio, pelo menos neste jogo contra o Fluminense. Sou da seguinte opinião: se temos que improvisar, que seja com o que há de melhor.