jump to navigation

Gurizada em campo fevereiro 4, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

O Grêmio de Celso Roth entra em campo hoje à noite contra o Veranópolis com apenas um titular: o goleiro Victor. Além de reservas considerados de luxo como Orteman, Makelele e Reinaldo, o Tricolor leva a campo uma legião de garotos com menos de 20 anos, todos babando por uma chance.

O atacante Rafael Martins, destaque na Copinha de 2008 briga por uma vaga no grupo principal. Assim como Roberson, colega de posição, também de 19 anos. Adílson é, dos garotos o mais tarimbado, pois já participou do grupo principal em várias ocasiões. Já o mais novo é o zagueiro Saimon. O ex-pivô de futsal tem apenas 17 anos.

O time que enfrenta o VEC conta ainda, de acordo com o Bola de Prata da Placar, com o segundo melhor lateral esquerdo do Campeonato Brasileiro 2008, Jadilson. O jogador, ex-Cruzeiro, deve inclusive assumir a titularidade para a Libertadores, sendo reserva apenas no momento pela melhor condição física de Fábio Santos.

Enfim, apesar da quase total ausência de titulares, o Grêmio tem tudo para fazer uma boa apresentação contra o VEC e, com isso, confirmar alguns nomes para compor o grupo da Libertadores da América.

Anúncios

Grêmio tropeça sem Roger julho 6, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , ,
add a comment

Com uma exibição pífia, o Grêmio tropeça pela segunda vez no campeonato e perde para o Botafogo, no Engenhão, por 2 a 0. Com a derrota, o Tricolor perde a segunda posição na tabela de classificação para o Cruzeiro, que também perdeu e estacionou nos mesmos 17 pontos, mas tem saldo de gols melhor.

O pior não foi, contudo, o resultado e sim a perspectiva que deixa o péssimo futebol apresentado pelo time. A ausência da qualidade de Roger no meio campo fez falta. O Grêmio não teve um articulador. Rodrigo Mendes não é esse meia de ligação. Pode ser Souza (se vier de fato), ou Tcheco, quando puder jogar. Mas até lá, Roth precisará pensar em outra peça para fazer a articulação entre o meio e o ataque.

O Grêmio até melhorou um pouco com a entrada de Makelele, mas ele também não é este homem de ligação que o time precisa. O grande teste de confiança da torcida com Celso Roth começa agora. Ou ele resolve o problema do time o quanto antes, ou a paixão superficial do torcedor com o técnico acabará e poderá complicar de vez a situação de Roth no Tricolor.

O final de semana da dupla Grenal maio 19, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
3 comments

Na segunda rodada do Brasileirão 2008 a dupla Grenal não chegou às vitórias das estréias na semana passada. O Inter jogou pouco e foi derrotado em São Paulo pelo Palmeiras, por 2 a 1. Já o Grêmio, jogou bem, pelo menos até as alterações de Roth, mas parou no travessão e nas excelentes defesas do goleiro Bruno e não saiu do empate sem gols no Olímpico.

Internacional

O Inter foi a São Paulo para estreiar o time titular no Campeonato Brasileiro e manteve a terrível trajetória de 2008 em jogos fora de casa com times da primeira e segunda divisões. Este ano o time colorado perdeu todas as partidas disputadas longe do Beira-Rio, com times das Séries A e B do Brasileiro. Foram duas derrotas para o Juventude no Jaconi, uma para o Paraná em Curitiba, uma para o Sport em Recife e a última para o Palmeiras no Palestra Itália.

Além da derrota, o Inter volta com um prejuízo duplo. A perda dos volantes Edinho e Guiñazu, ambos expulsos no domingo, para o jogo contra o Flamengo no Maracanã. Com a volta de Magrão, o técnico colorado deverá compor o meio de campo com Danny Morais, Jonas, Magrão e Alex. A questão que fica é: Será o Inter capaz de alterar este quadro de derrotas fora de casa, já na partida contra o Flamengo no Maracanã?

Grêmio

O Tricolor fez uma de suas melhores partidas do ano contra o Flamengo. Parece contraditório ao analisarmos o placar de zero a zero, mas o volume de ataque do Grêmio foi muito superior ao do time carioca e as maiores chances de gol esbarram no travessão (duas vezes) e no irrepreensível goleiro Bruno.

Além das ótimas defesas do goleiro flamenguista e do travessão, o Grêmio foi prejudicado na partida com 2 pênaltis não marcados contra o rubro-negro carioca. De qualquer forma, os 4 pontos somados pelo Tricolor, tendo enfrentado dois candidatos ao título, como o São Paulo e o Flamengo, servem de motivo para empolgação da torcida.

Celso Roth

Lamentável a forma como Roth pensa o futebol para o Grêmio. O time jogava bem, era ofensivo e chegava com muito perigo ao gol adversário, até que Roth, precisando do gol por estar jogando em casa (por sinal cheia), faz substituições bem dentro do estilo que o deu a fama de retranqueiro, um dos principais motivos de sua rejeição com a torcida.

Roth tirou Roger, Soares e Perea (os três homens mais perigosos na frente) para colocar (não necessariamente nesta ordem) Jonas, Rodrigo Mendes e Makelele. Vejam bem, amigos, ele tirou dois atacantes e um meia articulador para colocar dois atacantes reservas e um VOLANTE!!! Isso jogando em casa, pressionando e podendo chegar ao gol a qualquer instante.

É impressionante. E depois a direção não entende a rejeição tácita da torcida a Celso Roth. Sou dos que acreditam que o Grêmio possa buscar, pelo menos uma vaga na Libertadores, se for ousado.  No meu entender, contudo, o técnico gremista é exatamente o oposto. O perigo é acordar tarde demais para buscar objetivos maiores.

A volta do capitão Tcheco abril 26, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , ,
2 comments

Apesar do descarte de Krieger há poucos dias, o Grêmio anunciou a volta do capitão vice-campeão da Libertadores 2007 para o Olímpico. O meia Tcheco, que tem o apoio total da torcida gremista, deve se apresentar após o final da Copa da Ásia, dia 22 de maio e, por isso ficaria fora das duas ou três primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro.

A diretoria apresenta o jogador como o primeiro reforço de nome para as disputas do Brasileirão e da Sul Americana. Os meias Roger e Tcheco, juntos, devem dar a qualidade necessária para a armação das jogadas de ataque do Tricolor. E dentro da idéia de ter um grupo forte para substituições que não comprometam, o meia André Luis é um bom reserva para a posição. Além de Tcheco, o meia Renato (Al Nasr) e o volante Fábio Rochemback (Middlesbrough) voltam a ser cogitados pelos corredores do Olímpico.

As dúvidas do torcedor pairam, contudo, sobre o setor defensivo do meio-campo. Com a saída de Eduardo Costa, o técnico Celso Roth perde seu único primeiro volante de qualidade (ainda que Celso viesse usando o jogador na segunda função para utlizar Nunes na primeira). O volante Júnior deve ser dispensado. Rafael Carioca e Willian Magrão são boas opções, porém jogam mais como segundo volante, assim como Rochemback, se vier. E quem fará a retenção? Quem será o primeiro volante que dá proteção à zaga? Amaral? Talvez Makelele, mas será que vem? É uma posição de extrema importância para dar segurança ao time e acho que estes dois não seriam as melhores opções para quem almeja, ao menos, uma vaguinha na Libertadores.

É preciso ter em mente, ainda, que jogadores como Renato e Rochemback só podem ser inscritos no Brasil em agosto, quando o Brasileirão já estiver pela 17º rodada, quase ao final do primeiro turno. Acho, portanto, que a vinda de um volante de qualidade, é primordial para que o Grêmio tenha um plantel mínimo de reposição também para o meio campo defensivo, já no início do Campeonato Brasileiro.

Temporada de caça no Grêmio abril 22, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Com a indesejada pré-temporada fora de hora, o Tricolor Gaúcho vai às compras e tenta fazer milagre. Sim, nesta época do ano, os times de ponta não estão dispostos a liberarem seus jogadores titulares para outros times brasileiros e, com isso, a caça a jogadores qualificados, para dar a melhoria necessária ao plantel do Grêmio, fica bem mais complicada.

Aqueles que me acompanham sabem o quanto critiquei as novelas de Paulo Pelaipe, todas, com um final infeliz para o torcedor. Os Gremistas viraram motivo de chacota no Brasil pelas promessas frustradas de grandes nomes feitas pelo antigo diretor de futebol. Pois bem, espero não ter que fazer o mesmo com o Sr. André Krieger.

A verdade é que, por enquanto, apesar das contrariedades, existem, pelo menos, 3 nomes interessantes e palpáveis que foram ventilados desde o fim da semana passada. São eles: Makelele, Leandro Amaral e Gustavo Nery. Por mais que possam discordar do perfil destes jogadores, acho que são três bons reforços, em posições que podem mudar o time (um volante, um lateral esquerdo e um centroavante de ofício).

É importante lembrar, também, que muitos foram contra a chegada do Roger e o camisa 10 tem mostrado exatamente o contrário do que estes muitos previam. De qualquer forma, é melhor o torcedor não se empolgar. Afinal, é o próprio Krieger quem diz que as contratações só serão comemoradas depois de estarem efetivadas de fato. E a história recente não traz boas lembranças sobre as investidas Tricolores no mercado da bola.

Apenas deixo no ar a minha humilde opinião: Para que estes novos reforços contratados, bem como os que serão aproveitados do plantel atual, possam fazer a diferença e colocar o time na briga por vaga na Libertadores (se é que isso é possível), continuo reforçando o coro que sugere a troca de Celso Roth por alguém, no mínimo, mais promissor no comando da equipe.

Podem me chamar de insano, mas prefiro, por exemplo, Paulo Porto (Inter-SM este ano e Veranópolis no ano passado) ou Guilherme Macuglia (Guaratinguetá). Pelo menos estes ainda não tiveram suas chances em times grandes e, mesmo assim, já incomodaram alguns. E o Roth, meus caros Krieger e Odone? O que fez Celso Roth em 15 anos de carreira como treinador de grandes equipes? Ah sim, ganhou regionais no Rio Grande do Sul e Recife, além das extintas Copa Sul e Nordeste. Muito pouco para as chances que o atual técnico gremista já teve treinando alguns dos maiores times do Brasil.