jump to navigation

Os problemas do Grêmio de Renato março 12, 2011

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , ,
add a comment

Uma campanha de 41 jogos com apenas sete derrotas representa, obviamente, um excelente retrospecto para o treinador e ídolo gremista, Renato Portaluppi.

Entretanto, assim como muitos dos méritos do Grêmio, alguns problemas do atual time também tem origem direta no técnico e suas insistências questionáveis.

Duplas de atacantes

Borges e André Lima são matadores com faro de gol e bom posicionamento na área. Mas precisam de um Jonas como segundo atacante chamando o jogo para os lados e pentrando em velocidade às costas dos zagueiros adversários.  Ambos rendem mais quando acompanhados por um jogador com este perfil.

Escudero tem tudo pra ser este cara. Mas Renato dá a entender que o jogador precisa estar “enturmado” antes de jogar pra valer no time principal. Talvez agora, com a lesão de André Lima, uma das tentativas do técnico seja a entrada do Argentino como segundo atacante de velocidade. Se der certo, permanece.

Lateral-esquerdo e meio campo

Sinceramente não entendo por que Renato Gaúcho insiste com Gilson neste setor mesmo com as declarações de Lúcio sobre sua preferência pela lateral. Não é correto dizer que como lateral-esquerdo ele estaria sendo desperdiçado, pois nesta posição Lúcio sempre rendeu muito.

Mas suponhamos que ele prefira mesmo forçar o jogador a atuar como meia, mesmo tendo uma variedade de meias disponíveis, ainda há duas opções muito melhores que Gilson: Bruno Colaço e Neuton.

Há quem especule que Renato seria dono de parte dos direitos de Gilson e que por isso insiste com o jogador. Enfim, seja como for, este é outro problema de fácil solução para o Grêmio, mas que precisa ser encarado de uma vez por todas.

Caso a opção de retornar Lúcio para sua posição original seja a escolhida, Renato pode resolver ainda com a mesma alteração dois problemas. O da lateral e o do meio campo.

Deslocando o ex-lateral do Hertha Berlin para sua origem, o técnico gremista pode montar um meio e ataque com Rochemback, Willian Magrão (ou Fernando), Carlos Alberto, Douglas, Escudero e Borges.

Zagueiro bom no banco

O companheiro de Rodolfo na zaga do Grêmio deveria ser Mario Fernandes, mas Renato nem cogita a entrada do jovem e prefere colocar Rafael Marques com a saída do zagueiro Paulão para o futebol chinês.

Infelizmente, assim como ocorreu com Felipe Mationi, embreve o Grêmio deverá perder Mario Fernandes para algum clube europeu, ou brasileiro, que o dê oportunidade de jogar.

Bom, mas com ressalvas

Enfim, apesar de estar fazendo um excelente trabalho no comando do seu time do coração, Renato Portaluppi tem suas teimosias como qualquer treinador de futebol. Mas se o eterno camisa 7 quer chegar ao topo novamente pelo Grêmio, agora como técnico, precisa abrir mão destas teimosias.

Começa o Brasileirão 2010 maio 8, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Após as definições dos confrontos das semifinais da Copa do Brasil e das quartas de final da Libertadores é a vez do Brasileirão 2010 entrar em cena. O Campeonato Brasileiro começa neste final de semana e promete, desde o início, fortes emoções e muita disputa durante as 38 rodadas. Apesar da reconhecida importância do campeonato nacional para os grandes do futebol brasileiro, Grêmio e Inter inciam o certame com foco em outras competições.

O Tricolor Gaúcho estreia no sábado, às 18:30, contra o Atlético Goianiense, em Goiás. Entretanto, os pensamentos azuis estão todos voltados para o grande jogo contra o Santos, na próxima quarta-feira no estádio Olímpico, pelas semifinais da Copa do Brasil. Nem poderia ser diferente. Pelo que vêm apresentando as duas equipes, o cruzamento entre Grêmio e os “Meninos da Vila” adquiriu caráter de final antecipada. Por isso, o técnico Silas poupará 4 titulares em Goiânia (Douglas, Jonas, Borges e Mário Fernandes).

Do lado vermelho, os colorados estreiam contra o Cruzeiro, no domingo em Porto Alegre, pensando na Libertadores da América e no confronto da próxima quinta-feira contra o Estudiantes, pelas quartas de final da competição sul americana. O técnico Jorge Fossati será ainda mais cuidadoso e poupará, senão todos, a grande maioria dos titulares. As últimas informações da tarde desta sexta davam conta de que o Inter utilizará apenas jogadores reservas, mantendo alguns titulares no banco.

Há quem considere um erro a preservação dos atletas. Na minha opinião, times com grupos fortes, como os da dupla Grenal, podem sim usar outros atletas, preservando seus principais jogadores para os grandes compromissos do semestre. O Brasileirão é longo e qualquer tropeço inicial pode ser revertido sem maiores problemas, enquanto uma desclassificação nas semifinais da Copa do Brasil ou quartas de final da Libertadores põe fora praticamente todo o trabalho do primeiro semestre.

Desfalques contra o Fluminense maio 3, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

O técnico Silas acabou de comemorar seu primeiro título pelo Grêmio e já começa a quebrar a cabeça para montar o time que entrará em campo contra o Fluminense pela Copa do Brasil nesta quarta-feira.

As suspensões de Edilson e Willian Magrão (ambos levaram o terceiro cartão amarelo), e Rodrigo (expulso no Maracanã) levam o técnico gremista a estudar as possibilidades de reposição.

Com o provável retorno de Mário Fernandes na defesa, o zagueiro Ozéia, que jogou o Grenal, deverá substituir Rodrigo. No meio, Fábio Rochemback é o favorito à vaga de Willian Magrão.

A maior dúvida reside na lateral direita. Ainda assim, a entrada de Joilson na segunda etapa do clássico, no lugar de Neuton, pode indicar que ele seja o substituto de Edilson.

Assim, a mais provável escalação do Grêmio para o jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil contra o Fluminense no Olímpico será: Victor; Joilson, Mário Fernandes, Ozéia e Neuton; Adilson, Fábio Rochemback, Hugo (Leandro) e Douglas; Jonas e Borges.

Escalação para a Copa do Brasil abril 26, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

O retorno do meia Douglas e a lesão de Ferdinando, forçam o técnico Silas a, pelo menos, duas mudanças no Grêmio em relação ao time que iniciou o Grenal 380 como titular.

Na minha opinião, ambas as alterações podem melhorar a equipe. Há ainda uma terceira possibilidade. Trocar Leandro por Hugo, que no clássico jogou mais.

Ferdinando para por 3 semanas

A ressonância magnética de Ferdinando indicou uma lesão muscular na coxa que o tira dos gramados por aproximadamente três semanas. Seu substituto deverá ser Adilson.

O garoto, formado nas bases do clube, entrou muito bem no segundo tempo do Grenal e, compondo a dupla de volantes com Willian Magrão, ajudou o Grêmio a se organizar melhor na segunda etapa e derrotar o Internacional em pleno Beira Rio.

Apesar da lesão de Ferdinando, homem de confiança do técnico, creio que a entrada de Adilson aumente a qualidade do time.

Hugo no lugar de Leandro?

Apesar das pequenas possibilidades desta troca acontecer, com o retorno de Douglas ao time, reitero que, na minha humilde opinião, pelo que vi no Grenal 380, Hugo poderia contribuir mais, para o time de Silas, que Leandro.

De qualquer forma, falo em pequenas possibilidades porque o segundo tem muito crédito com a comissão técnica e direção, o que deve, ainda, garantir sua presença entre os titulares no Maraca. Mesmo jogando pouco contra Avaí e Inter.

Na lateral esquerda, Neuton

Aqui não deve haver mudanças. O garoto estreiou entre os profissionais justamente contra o Inter, no Beira Rio, em decisão de Campeonato Gaúcho e foi um dos destaques gremistas na partida. Demonstrou qualidade na marcação e, acima de tudo, maturidade para enfrentar a fumaceira que sempre é um Grenal. Característica que com certeza o ajudará no Maracanã.

Sem troca na zaga também

Mário Fernandes sente o ombro desde o confronto contra o Avaí no Olímpico, mas por não ser uma lesão que gere grandes preocupações, o zagueiro viaja ao Rio de Janeiro e deverá iniciar a partida contra o Fluminense como titular.

Assim, a provável escalação do Grêmio para o jogo contra o Fluminense pela Copa do Brasil seria a seguinte: Victor; Edílson, Mário Fernandes, Rodrigo e Neuton; Adilson, Willian Magrão, Leandro (Hugo) e Douglas; Jonas e Borges.

A confusão de Mário Fernandes abril 10, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , ,
add a comment

Após confessar o pênalti ao final do jogo contra o Pelotas, o zagueiro Mário Fernandes diz que mudou de opinião depois de assistir ao VT da jogada.

Para Mário, agora, a impressão é a de que até houve o toque, mas Clodoaldo se atirou, “cavando” o pênalti da virada do Pelotas.

Da confissão à confusão em menos de dois dias.

A confissão de Mário Fernandes abril 9, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , ,
add a comment

O zagueiro Mário Fernandes confessou, ao final da partida contra o Pelotas, que tocou no jogador Clodoaldo mesmo com as imagens dando a entender o contrário.

De qualquer maneira, ainda que os dois pênaltis para o Lobão tenham sido legítimos, a arbitragem errou ao não marcar o lance do final do primeiro tempo, quando Jonas foi claramente derrubado dentro da área em frente ao assistente que também nada marcou.

Enfim, acho que o time do técnico Silas não jogou o que precisa para quem deseja ser Campeão da Copa do Brasil, por exemplo, mas que o juizão Fabrício Corrêa ajudou no resultado, isso não há dúvidas.

Grêmio é lider geral do Gauchão março 26, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Com a vitória de ontem, por 2 a 1 sobre o Novo Hamburgo no estádio Olímpico, o Grêmio assume a posição de melhor campanha geral no Gauchão 2010 e, se mantiver o ritmo, garante todos os jogos da fase final em casa. Para o Tricolor, uma excelente vantagem, já que com o resultado de ontem o Grêmio acumula 49 partidas sem derrota em seus domínios. Para quem não lembra, a última derrota do time no Olímpico foi em 13 de setembro de 2008, por 2 a 1 para o Goiás, ainda sob o comando de Celso Roth. Desde então, o clube não sabe o que é perder em casa.

Afirmações Tricolores

Primeiro, a confirmação da qualidade diferenciada do meia Douglas. O ex-corinthiano assumiu a camisa 10 Tricolor e, sem cerimônia, tomou pra si o papel de cérebro articulador do time. Tem um toque rápido, é habilidoso e praticamente não erra passes. Um verdadeiro achado de Duda Kroeff e Luiz Onofre Meira.

Maylson, que entrou na equipe devido às lesões de Hugo, Leandro e Souza, deve estar garantido sua titularidade. Isso provavelmente mesmo após o retorno dos dois primeiros, o que deve ocorrer ainda em abril. O garoto é uma das grandes revelações da base e já mostrava isso na seleção brasileira sub 20 e nas categorias de base do próprio Tricolor. Com as oportunidades, está confirmando seu potencial, mesmo jogando adaptado em uma função mais ofensiva que sua original.

Outra boa notícia vem do setor defensivo e com mais um garoto da base. Com Mário Fernandes e Rodrigo o Grêmio ganhou uma zaga rápida e confiável que transmite segurança para os torcedores e colegas de time. Ainda na defesa, os laterais Edilson e Fábio Santos parecem estar, aos poucos, se encaixando no time e garantindo proteção defensiva aos zagueiros e apoio ofensivo quando necessário.

Os problemas

Apesar da 12 vitórias em sequência, e dos 49 jogos sem perder no Olímpico, continuo defendendo a idéia de que Ferdinando não deve ser o primeiro volante da equipe titular. O jogador está muito longe da qualidade técnica dos garotos da base (Willian Magrão e Fernando). Se fosse substituído por um deles, o meio campo gremista ganharia, com certeza, uma saída de bola mais qualificada para encarar os adversários mais duros que o Grêmio deverá enfrentar nas próximas fases da Copa do Brasil.

O mesmo vale para o atacante William. Ainda que seja um problema menor, já que Borges, o titular da posição, deve retornar por volta do dia 11 de abril, continuo afirmando que o centroavante, ex-Avaí, não tem muito a contribuir. Principalmente quando chegarem compromissos mais difíceis e uma marcação mais forte. Ontem ele até marcou seu gol, mas não fez muito mais que isso. Mesmo assim, Silas continuará a barrar a entrada de Mithyuê no time para manter seu protegido.

As surpresas do misto do Grêmio março 4, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

O Grêmio venceu o Avenida em Santa Cruz, ontem à noite, pela abertura da Taça Fábio Koff (segundo turno do Gauchão) por 3 a 1 e mostrou algumas boas surpresas do time misto colocado em campo pelo técnico Silas.

O primeiro deles foi o lateral estreante, Edilson, que não apenas marcou o dele mas também deu um passe na medida para Jonas marcar o terceiro.

Rodrigo, o zagueiro, apesar de falta de entrosamento, mostrou que pode ser um bom reforço para a zaga gremista que, depois da saída de Réver, ainda procura seu xerifão.

Mário Fernandes provou que joga mais feliz na zaga que na lateral e, com entrosamento, pode sem dúvida alguma compor a zaga titular com Rodrigo, ou Rafael Marques.

Com relação aos volantes, espero que Silas tenha percebido que, com ritmo de jogo, Willian Magrão (ou Fernando) e Adilson são muito melhores que Ferdinando e Rochemback. Mas continuo apostando que o “bom pastor” manterá pelo menos o Ferdinando que ontem só não jogou porque estava suspenso.

Na frente, William é pesado, trombador, sem habilidade e não apareceu pra nada ontem. Reitero minha idéia do Grêmio atuar no 4-5-1 até que Borges retorne da lesão muscular que sofreu contra o Novo Hamburgo, afinal o reserva imediato da posição não parece ser amigo da bola como precisa para estar no Grêmio.

E, apesar do gol marcado, continuo com minhas restrições ao atacante Jonas. Na minha opinião, o atacante só marca porque o time cria bastante, pois ele continua sendo o campeão de perder lances e não tem um jogo bonito. Posso estar errado em minha visão, mas para mim sempre parece que a bola está prestes a morder o jogador.

Enfim, foi uma noite para descobrir alguns jogadores que podem ser muito úteis na corrida do Grêmio rumo ao Penta da Copa do Brasil que reinicia no dia 17, contra o Votoraty de São Paulo.

Grêmio vence e elimina jogo da volta fevereiro 11, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , ,
add a comment

O Tricolor Gaúcho foi até o Mato Grosso para enfrentar o Araguaia, em sua estréia na Copa do Brasil, com o intuito de buscar a classificação antecipada para a segunda fase do torneio. Para tanto, precisava de uma vitória por, pelo menos, dois gols de diferença em Rondonópolis. E assim o fez, voltando para Porto Alegre com um 3 a 1 na mala.

Apesar da vitória, engana-se aquele que pensar que o Grêmio foi um primor de equipe. O time do técnico Silas começou atrás no placar, novamente, depois de Gledson abrir o marcador para os donos da casa, em novo cochilo da zaga Tricolor. É preciso que os senhores Luiz Onofre Meira e Duda Kroeff reponham a vaga deixada por Réver, com urgência, para evitar uma desclassificação precoce na Copa do Brasil. Até mesmo porque Mário Fernandes é melhor lateral que Joílson e, com o garoto pela direita, o Grêmio não tem um parceiro experiente para Rafael Marques na zaga.

Mas assim como o jogo nos serviu para criticar o setor defensivo do time, também serviu como confirmação de algumas peças importantes do elenco Tricolor. Victor dispensa comentários no gol gremista. Borges já é indiscutível e marcou dois na virada. O camisa nove gremista vem cumprindo muito bem, até agora, a difícil missão de substituir o argentino Maxi López e cair nas graças da torcida. Artilheiro do Grêmio na temporada, o centroavante baixinho mostra a que veio e confirma todas as expectativas em torno de sua contratação.

Douglas é outro que qualifica a equipe consideravelmente e, com maior entrosamento, pode fazer com que a saudade de Souza, que ficará parado pelo menos até agosto, seja bem menor. Rochemback, a exemplo do que jogou contra o Novo Hamburgo, também dá sinais de que pode estar voltando a jogar o futebol que o levou à Europa. O volante marcou o segundo do Grêmio com um chute forte, aproveitando bom passe de Douglas.  Além deles, Mithyuê confirmou que pode ser excelente opção de banco. O ex-jogador de Futsal acabou criando a jogada do segundo gol de Borges, terceiro do Tricolor, logo depois de entrar em campo.

Além destas afirmações individuais do elenco, a confirmação da opção pelo 4-4-2 é outra boa notícia para os torcedores que andavam apreensivos com as variações táticas do treinador. Apesar da boa escolha com relação ao esquema, Silas ainda precisa alterar alguns jogadores na equipe principal. A contratação do xerifão para compor a defesa com o deslocamento de Mário definitivamente para a lateral direita é uma das ações a serem tomadas com urgência para minimizar os riscos na Copa do Brasil. Na meia cancha também devem ocorrer mudanças. Vejo, por exemplo, como melhor opção de titulares e reservas para o meio-campo, a seguinte formação: Adilson (Willian Magrão), Rochemback (Maylson), Hugo (Mithyuê) e Douglas (Leandro). Ferdinando, apesar do apoio e insistência do técnico, não está no mesmo patamar destes oito jogadores de meio campo que listo.

Enfim, o fato é que, apesar do Grêmio ter conseguido a classificação antecipada que Vasco e Palmeiras não conseguiram (ambos venceram apenas por um gol de diferença), é preciso melhorar consideravelmente, principalmente na defesa, para continuar sonhando com o título da Copa do Brasil 2010.

Com time misto, outra virada janeiro 28, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

O Grêmio conseguiu outra vitória de virada no Campeonato Gaúcho. Foi contra o Santa Cruz, nos Plátanos, por 2 a 1. Tudo bem que era o time misto do técnico Silas e que o meio campo estava completamente desfigurado, composto apenas por reservas. Mas esta foi a quarta vez, em quatro jogos, que o Tricolor saiu perdendo. Algo precisa ser feito, pois com times mais fortes a virada talvez não seja viável.

De qualquer forma, sou daqueles que procura sempre ver o melhor lado de tudo. Creio, portanto, que o jogo de ontem tenha servido para o técnico Silas por vários motivos, que exponho abaixo.

1) A primeira grande constatação (por mim já teria sido feita há mais tempo) é que Lúcio está em muito melhor fase que Fábio Santos. Este último nem apoia, nem defende bem. Enquanto o lateral esquerdo (ex-Hertha Berlin) entra no segundo tempo esquentando as coisas na frente e criando várias possibilidades de ataque pela esquerda. Além disso, não deve muito para Fábio Santos no setor defensivo. Infelizmente, Silas ainda não está convencido disso.

2) Jonas e Borges confirmam que são atacantes de primeira linha e, mesmo em situações adversas como ontem, quando a bola praticamente não chegava até eles por falta de ligação qualificada no meio campo, os dois mantém até o final do jogo a esperança Tricolor de gols. Jonas já tem 4 (um por jogo) e o ex-são paulino 3 gols marcados pelo Campeonato Gaúcho. Difícil será achar lugar no time titular para Leandro.

3) Mário Fernandes apenas confirma o que já se sabia do ano passado. É excelente jogador e pode tanto atuar na lateral, como na zaga. Como é bom apoiador tem tudo para se firmar na lateral direita, posição deficitária no Brasil. Pode, contudo, atuar em sua posição de origem, com a utilização de Souza pela ala direita, conforme Silas já cogitou para poder colocar o meia em campo junto com Hugo e Douglas.

4) Por falar em lateral direito, uma das melhores “descobertas” do jogo de ontem foi Joílson. O jogador esteve fora dos planos e nem participou da pré temporada em Bento. Ontem, contudo, mostrou que pode ser útil no grupo gremista, ainda que como reserva de Mário Fernandes ou Souza. Deve ser reintegrado prontamente.

5) Mithyuê confirmou a habilidade que fez o Grêmio apostar na jovem revelação do Futsal. Entrou no segundo tempo no lugar de Maylson e melhorou a ligação do meio com o ataque. Contudo, acho importante lembrar que Maylson é excelente jogador e que estava jogando fora de posição, pois é segundo volante e jogou de meia armador. Em sua posição de origem, na minha opinião, formaria a dupla de volantes com Willian Magrão no time titular.

Enfim, apesar das mudanças necessárias no setor defensivo para evitar que o time saia perdendo em todos os jogos, vejo o plantel do Grêmio em 2010 com boas chances de engrenar e chegar forte na briga por todos os títulos que disputar.

E, como domingo é dia de Grenal, aproveito para tentar esboçar o time do técnico Silas para o primeiro clássico do ano em duas possibilidades de formação: 3-5-2 ou 4-4-2.

No 3-5-2, a mais provável escalação seria: Victor; Mário Fernandes, Rafael Marques e Maurício; Souza (Joílson), Adilson, Hugo (ou um segundo volante), Douglas e Lúcio; Jonas e Borges.

Já no 4-4-2, minha opção seria: Victor; Mário Fernandes, Rafael Marques, Maurício e Lúcio; Adilson, Maylson (Fernando), Souza e Douglas (Hugo); Jonas e Borges.

E você, torcedor gremista, qual sua sugestão de escalação para o clássico deste domingo?

A venda de Réver janeiro 26, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , ,
add a comment

A recém anunciada negociação de Réver, que será vendido por 5 milhões de Euros para o Wolfsburg, traz novas preocupações para o torcedor Tricolor. Sem Réver, a defesa perde em qualidade, seja quem for seu substituto entre os zagueiros disponíveis no clube, hoje.

Entendo que o Grêmio precise honrar suas dívidas e que, para tal, a venda de jogadores se torna essencial. Contudo, os quatro que até agora se foram, estavam, sem sombra de dúvidas, entre os melhores da equipe em 2009. Tcheco, Maxi López, Douglas Costa e Réver. Os questionados não foram trocados ou vendidos.

Para piorar, com a venda, Mário Fernandes deverá atuar na zaga, deixando o clube, mais uma vez, órfão de lateral direito. Em outras palavras, o Grêmio 2010 está montado de forma bastante razoável do meio para a frente. Já o sistema defensivo, começando pelos volantes, passando pelos laterais e chegando na zaga, necessita de cuidados urgentes.

Agora resta ver o que o clube fará com os 55% de receita que obterá com a venda de Réver. Lamentavelmente, imagino que esteja quase tudo comprometido com a compra de 100% dos direitos de Douglas, que chega hoje ao Olímpico.

De qualquer forma, tenho confiança que Duda Kroeff faça algo urgente com relação a contratações para o sistema defensivo do time. Se não fizer, entretanto, o Tricolor corre sérios riscos nas competições importantes da temporada e poderá passar mais um ano em branco. Lamentável.

O esboço do Grêmio para 2010 janeiro 11, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

O Gêmio realizou o primeiro coletivo da temporada 2010 com boas indicações do que virá a ser a equipe titular do clube para a disputa da Copa do Brasil. O técnico Silas começa o ano indicando um 4-4-2 tradicional com dois volantes, dois meias e dois atacantes. Borges foi o destaque no ataque Tricolor.

A formação titular teve alguns revezamentos, mas tudo indica que o time do Grêmio para o início do Gauchão e Copa do Brasil seja: Victor, Mário Fernandes, Maurício (Rafa Marques), Réver e Fábio Santos; Ferdinando (Túlio), Adilson (Rochemback), Hugo e Souza; Leandro e Borges.

O Tricolor segue na busca de um lateral direito e, talvez, um meia. Silas deverá contar ainda com um banco de qualidade, pois além dos que estão entre parenteses acima, na reserva, o Grêmio 2010 contará com Jonas, Maylson, Mithyuê, Willian Magrão e Lúcio.

Possivelmente a vinda de um bom lateral direito e a concretização da especulação acerca do empréstimo de Douglas (ex-Corinthians) podem incendiar a disputa por uma vaga em dois setores no Grêmio 2010.

A zaga, com o retorno de Mário Fernandes para a função de origem pela contratação de um lateral de ofício, ficaria com 4 bons zagueiros (Réver, Maurício, Rafa Marques e o próprio Mário) brigando por duas vagas.

No meio, repito, caso concretizem o empréstimo de Douglas, Silas teria de optar por deixar um dos três (Hugo, Souza e Douglas) de fora, acirrando ainda mais a disputa que tem hoje apenas os jovens Mithyuê e Maylson.

Os reforços do Grêmio setembro 4, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

O Grêmio que entra em campo neste sábado contra o Vitória no estádio Olímpico tem alguns desfalques, que em breve retornam (Victor e Maxi López são os principais), mas começa a partida com três reforços importantíssimos em posições consideradas deficitárias no primeiro turno.

Lúcio na lateral esquerda, já jogou contra o Botafogo no Engenhão no empate dramático do final de semana passado, mas entrou no segundo tempo. Sua estréia como titular neste retorno ao clube será amanhã, melhorando em muito o setor esquerdo do time.

A chegada de Fábio Rochemback trouxe vários benefícios para o Grêmio. O primeiro deles é, obviamente, a qualidade incontestável de um meio campo com Adilson, Rochemback, Tcheco e Souza, tendo ainda o garoto Douglas Costa como reserva de luxo.

Um outro poderoso benefício na contratação de Rochemback, além da marcação aguerrida e precisa do volante ex-Sporting, Middlesbrough, Barcelona e Inter, é seu ótimo chute de longa distância. Seus mísseis tornam-se uma arma poderosa a mais no repertório de batedores de falta do Grêmio. Tcheco de curta distância, Souza de média e agora Rochemback de longa. É perigo de gol constante com bolas paradas.

Mas além da maior qualidade e maior poder ofensivo do quarteto de meio campo, a provável ida de Túlio para a lateral direita representa outro reforço em relação à Mário Fernandes ou Thiego, os laterais improvisados de Autuori. Ambos podem ter um futuro promissor como zagueiros. Como laterais direitos, entretanto, são uma negação e Túlio pode emprestar um pouco mais de ofensividade ao setor, com toda a certeza.

Enfim, apenas com estas três alterações, o Tricolor ganha consideravelmente em consistência e qualidade para o segundo turno. Basta compararmos Lúcio com Fábio Santos ou Bruno Colaço; Rochemback com Túlio; e o próprio Túlio na lateral direita com Mário Fernandes ou Thiego. Exatamente na hora que o time mais precisa embalar no campeonato para finalmente se aproximar do G4. Parabéns direção, que o time faça sua parte.

Enfim uma boa formação agosto 21, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Com a lesão de Leo e a suspensão de Rafa Marques, expulso contra o Santos na Vila, o técnico Paulo Autuori dá pistas de que pode experimentar talvez uma das melhores opções de formação do meio campo gremista.

A idéia apresentada pelo técnico hoje à tarde, para enfrentar o Atlético Mineiro de Celso Roth no domingo, é formar a dupla de zaga com Réver e Mário Fernandes. A grande sacada de Autuori é, contudo, deslocar Túlio para a lateral direita ao invés de recolocar Thiego na posição.

Um meio campo com Adilson, Tcheco, Souza e Douglas Costa tem muito mais qualidade que aquele apresentado em Santos. Sem contar que Réver é muito melhor como zagueiro, assim como o garoto Mário.

Só espero que Paulo Autuori mantenha a idéia na rodada seguinte, quando o Grêmio vai ao Rio de Janeiro tentar, contra o Botafogo, a primeira vitória fora de casa neste Brasileirão 2009.

As escolhas de Paulo Autuori agosto 18, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Desculpem a ausência. Acabei ficando uma semana sem publicar e perdendo de comentar algumas coisas basntante interessantes. Confesso que a derrota do Tricolor para o Barueri, principalmente depois do bom empate no Palestra Itália contra o líder Palmeiras, foi uma surpresa e tanto.

Mas além desta derrota na semana passada, que deixou o Grêmio sem vitória fora de casa no primeiro turno, alguns acontecimentos deste último final de semana no Tricolor merecem destaque.

A lateral esquerda

Não consigo entender o que acontece entre o técnico Paulo Autuori e o lateral esquerdo Jadílson. Comentei em meu último posto que a lesão de Fábio Santos daria a ele o que deveria ser de direito. Afinal tem um perfil de lateral mais ofensivo, o que para o Grêmio, jogando com 4 zagueiros – 2 centrais nas posições de zagueiro mesmo, mais um como volante (Réver) e outro como lateral (direito) – é o mais adequado para não retrancar o time e matar a jogada aguda pela lateral.

No jogo contra o Flamengo, por exemplo, o primeiro gol saiu dos pés dele para o cabeceio de Perea. Claro que, com Jadílson subindo, o lado esquerdo precisa de cobertura. Foi justamente o que faltou e as jogadas mais perigosas do Flamengo, exceto a do gol que veio pelo lado direito defensivo do Grêmio, ocorreram pelo lado esquerdo, às costas do lateral.

Só que, ao invés de corrigir o posicionamento do “volante-zagueiro” Réver ou de um dos zagueiros para cobrir o lateral quando este sobe, o técnico Paulo Autuori preferiu tirar Jadílson para colocar o jovem Bruno Collaço. Que também é um bom lateral esquerdo. Pelo menos parece ser melhor que Fábio Santos.

Mas não posso concordar com a atitude do técnico, que com a substituição no intervalo e a já confirmação da manutenção de Bruno na titularidade até o retorno de Fábio, acabou transferindo para Jadilson toda a culpa pelos espaços  nos contra-ataques do Flamengo pelo lado esquerdo do Grêmio. Não é justo para quem precisa de pelo menos um lateral ofensivo. Agora, novamente, o atleta não passará do banco e deverá mesmo deixar o clube em breve. Com toda a razão.

A lateral direita

Não acho que Mário Fernandes seja ruim, mas é mais zagueiro que lateral cruzador, por exemplo. Além disso Joílson entra sempre muito melhor que o jovem das categorias de base. É uma insistência de Autuori improvisar zagueiros de origem na lateral. Antes de Mário era o Thiego, este último muito fraco na posição.

Enquanto isso, o ex-são paulino Joílson segue esquentando o banco para estes garotos cumprirem funções claramente mais defensivas na mesma lateral que um dia já teve Arce. E o paraguaio é um excelente exemplo dos tempos em que o técnico gremista (na ocasião Luiz Felipe Scolari) acreditava no poder ofensivo dos laterais.

Vale o raciocíno utilizado no comentário sobre a lateral esquerda. Ou seja, se de um lado a opção é por alguém mais defensivo, como Fábio Santos ou Bruno Collaço, o outro lado deveria vir com alguém de vocação mais ofensiva, como Joílson e não os zagueiros improvisados copiando a idéia do Inter com Bolivar.

O meio campo

Também incompreensível que, jogando em casa, o técnico opte por jogar com três volantes, sendo que o primeiro é de fato zagueiro. Isso mesmo tendo um outro defensor na lateral direita e com Maylson no banco.

Tudo bem que Souza e Tcheco estavam fora contra o Flamengo, mas na minha opinião, o time estaria muito melhor escalado da seguinte forma: Victor, Joílson, Réver, Leo e Jadílson; Túlio, Adilson, Maylson e Douglas Costa, Jonas e Perea.

As escolhas de Autuori dão até margem para piadas sem graça. Como uma que recentemente ouvi que diz que o problema é que o técnico gremista tem medo de confundir os muitos “ilsons” do time, Jadílson, Joílson, Maylson, e opta por deixar apenas o Adilson como titular. Curiosamente, para mim, o mais fraquinho dos “ilsons” do Grêmio.

Maxi López

Espero que a direção acorde e mantenha, custe o que custar, o melhor centrovante que o Grêmio teve nos últimos tempos. Arrisco a dizer que desde Jardel o Tricolor não tem um matador da estirpe de Maxi. Ainda sonho em ver o time titular jogando com Perea (17 gols ano passado sem bater nenhum pênalti) e Maxi López.

Não precisamos gastar dinheiro no Leandro. Utilizem esta verba para ajudar a manter o argentino que é a cara do Grêmio. Espero que alguém na cúpula gremista seja suficientemente esperto para ver que o mercado não dispõe de um atacante do nível do atual camisa 9 gremista.

O mesmo vale para o goleiro de ouro, Victor. Louco aquele que pensar, ainda que por um breve instante, em vender o arqueiro que pode finalmente substituir o posto de Danrlei no gol e nas graças da torcida Tricolor.