jump to navigation

Renato pode salvar o Grêmio agosto 11, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , ,
2 comments

A escolha de Renato Gaúcho para o comando técnico do Grêmio tem muito a ver com sua história no Clube, obviamente, mas também com a reconhecida habilidade do treinador em motivar os jogadores a fazer aquilo que sabem fazer melhor: jogar.

O Grêmio de 2010 tem, indiscutivelmente, um dos melhores planteis do Brasil em várias posições. Claro que alguns setores são mais carentes que outros. A lateral direita, por exemplo, ainda não tem um dono definitivo e incontestável.

Na zaga o time precisa de um xerifão como Réver, novamente. Mas no overall, a equipe está muito bem servida e teria plenas condições de brigar pelo G4 se tivesse começado o campeonato de forma diferente.

A questão, agora, é que o Grêmio perdeu muito tempo patinando e a missão de Renato será manter o time na faixa intermediária da tabela e, para que o ano não seja perdido, lutar pela conquista da Sul Americana e, com ela, uma vaga para a Libertadores 2011.

De qualquer forma, acredito que a escolha do novo técnico do Grêmio possa realmente colocar o time nos trilhos, fazendo com que bons jogadores como Jonas, Borges, Hugo, Souza, Leandro, Douglas, Maylson, Adilson e Willian Magrão voltem a jogar o que sabem, com alegria e vontade de vencer.

Além disso, outro ponto importante na vinda de Renato para o Grêmio será o movimento de reaproximação do Clube com a torcida que anda bastante insatisfeita com os resultados e com a direção. Os torcedores gremistas se identificam fortemente com o técnico e, ao que tudo indica, deverão lotar o aeroporto Salgado Filho para a chegada do treinador, assim como o farão nas próximas partidas no estádio Olímpico.

E se Renato trabalhar com sua tradicional gana de vencer, pode estar escrevendo mais um grande capítulo de sua brilhante história como o principal ídolo gremista. Agora na casamata. Boa sorte Renato!

Anúncios

Silas, o novo técnico do Grêmio dezembro 1, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , ,
add a comment

Tudo indica mesmo que Silas será o comandante Tricolor em 2010. Lamentável que não tenham dado chance a Marcelo Rospide. Confesso que, apesar do que se comentava, eu ainda tinha esperança em um lampejo de inteligência dos dirigente gremistas que garantisse a efetivação de Rospide. Não ocorreu. Posso, e espero, morder a língua, mas tenho a impressão que Silas não é o técnico que o Grêmio precisa para 2010. 

Para citar apenas alguns pontos que depoem contra o ex-técnico do Avaí para assumir como treinador do Tricolor: não é gaúcho e além disso, Silas tem em seu currículo apenas a classificação do Avaí da série B para a A ao final de 2008 e uma razoável campanha com o time de Florianópolis na série A em 2009.

De qualquer forma, pelo menos o discurso do novo técnico do Grêmio em entrevista hoje, enquanto embarcava para um curso na Espanha, é o de que sua missão será resgatar o jeito guerreiro do Tricolor jogar. E isso é, sem dúvidas, um bom começo. Se além desta disposição do novo treinador, o clube trouxer o preparador Paulo Paixão, e os jogadores Hugo, Leandro (ou Borges), Tinga e mais um bom lateral esquerdo, o ano de 2010 tem tudo para ser bem melhor na Azenha do que 2009.

Paulo Autuori estreia com vitória maio 24, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , ,
4 comments

A vitória do Grêmio sobre o Botafogo, por 2 a 0, no estádio Olímpico marcou a estreia do treinador Paulo Autuori no comando do Tricolor Gaúcho e também o início da arrancada do time no Brasileirão 2009. Apesar das poucas alterações promovidas por Auturori, já é possível perceber diferenças.

A mudança na forma de Tcheco atuar foi a mais visível interferência positiva do novo técnico. O camisa 10 jogou bem mais próximo do ataque, fazendo marcação sob pressão na saída de bola do Botafogo.

Maxi demonstrou mais uma vez que tem raça e muita qualidade. O segundo gol, por exemplo, foi uma pintura, não apenas pelo bom chute de Fábio Santos e a bela jogada inicial de Douglas Costa, mas também pelo espetacular toque de calcanhar de Maxi López que fez o papel de assistente de luxo.

No outro lado do ataque, apesar do gol de Jonas, de bico, creio que a segunda vaga do ataque gremista esteja aberta para o jogo da Libertadores nesta quarta feira contra o Caracas, na Venezuela. Até porque, apesar do pouco tempo que teve para jogar, Herrera também entrou bem no jogo.

Outra ótima notícia da tarde deste domingo foi o excelente aproveitamento do garoto Douglas Costa nos 20 minutos que teve para jogar no lugar do Souza. O garoto, sabendo da importância de impressionar o novo comandante, entrou com todo o gás e impressionou pela habilidade, participando decisivamente do segundo gol Tricolor.

Uma vitória importante que deixa o Imortal com 4 pontos no Brasileirão e embala a equipe para a primeira partida das quartas de final da Libertadores da América 2009.

Chegou o novo comandante maio 18, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , ,
1 comment so far

Pois é, apesar deste blogueiro ter feito parte do grupo que preferia Renato Gaúcho, por toda a história que já teve com o clube, recebo a chegada de Paulo Autuori, hoje, como a luz no fim do túnel para o Tricolor.

O Grêmio não tem as peças para um bom 3-5-2. E, ao contrário de Roth e Rospide, Autuori já deu as pistas necessárias para perceber que, pelo que já observou do time nos últimos 40 dias, vai mudar o esquema para o tão esperado 4-4-2.

Além disso, na mesma entrevista, o novo comandante demonstra inteligência ao falar sobre a pésssima estratégia de poupar os titulares no Brasileirão por causa da Libertadores.

Eu sou contra essa mudança radical de um jogo para outro em competições diferentes. É bom poupar jogadores que estejam mais desgastados, mas são coisas pontuais. Capacidade de sofrimento e espírito de sacrifício, isso precisa ter – disse Paulo Autuori na entrevista de sua apresentação.

Enfim, seja Bem-Vindo professor Autuori. Possivelmente a melhor contratação da temporada gremista.

Alerta para Paulo Autuori maio 17, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , ,
3 comments

A derrota de ontem do Grêmio para o Atlético Mineiro de Celso Roth no Mineirão por 2 a 1 marcou a última partida de Marcelo Rospide no comando Tricolor.

Claro que a arbitragem esteve muito mal itencionada, como o meia Souza resumiu muito bem ao final do jogo. A marcação do pênalti que não existiu, quase ao final da partida, revoltou jogadores e direção.

Ainda assim, o futebol mostrado contra uma das equipes com mais problemas de qualidade do Brasileirão serve de alerta para o novo técnico, Paulo Autuori, que chega na segunda- feira.

Na minha opinião, como na de boa parte da mídia esportiva gaúcha, com a chegada de Autuori, o esquema 3-5-2 deveria dar lugar ao 4-4-2. Com a entrada Túlio (eu ainda acho que deveriam dar oportunidade a Orteman) o meio campo se reforça. Além disso, no 3-5-2 Tcheco tem que jogar muito atrás, marcando às vezes mais que o próprio Adilson.

Outra necessidade é substituir Jonas por Herrera. O argentino, com ritmo de jogo, tem muito mais a oferecer que Jonas. O camisa 7 erra muitos passes, não tem bom domínio e nem mesmo o chute forte, que sempre teve, está afinado. Enfim, a derrota deste sábado deve servir de alerta para quem deseja realmente conquistar o Tri da América.

Grêmio vence Universidad do Chile abril 16, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , ,
3 comments

Não sei se comemoro ou se choro. Sim, a vitória por 2 a 0 em Santiago, com mais um gol de Maxi López (dois gols em dois jogos inteiros pela Libertadores), é sem dúvidas um sonho. Reforça o espírito copeiro tradicional do Tricolor e coloca o Grêmio como uma das melhores campanhas de toda a competição.

Com a derrota do São Paulo para o Independiente em Medellin, o Grêmio mantém com folga a melhor campanha dentre os brasileiros e, com uma vitória contra o Boyacá Chicó, o time garante, pelo menos a 3ª melhor colocação geral. Podendo ser alcançado apenas por Boca (100%) e Nacional do Uruguai.

Contudo, a mesma vitória que me levou à vibração, principalmente pela confirmação de Máxi López marcando seu segundo gol pela Libertadores, também me leva ao desespero.

Por quê? Simplesmente por ter a mais absoluta certeza que, com a primeira colocação garantida, nossos “queridos” dirigentes usarão todos os argumentos do mundo para justificar a insanidade de esperar por Paulo Autuori mais um mês.

Buenas, a verdade é que, com técnico ou sem, o Imortal Tricolor vai trilhando seu caminho a passos largos rumo ao TRI da Libertadores da América.

E dá-lhe Grêmio!

Para manter a melhor campanha abril 14, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , ,
4 comments

O Grêmio entra em campo nesta quarta às 22 horas, em Santiago, contra a Universidad do Chile em busca da primeira colocação do grupo 7 da Libertadores da América 2009. Com a vitória, o Tricolor Gaúcho pode manter a melhor campanha entre os times brasileiros na competição.

Com Maxi López engrenando, como deu boas mostras contra o Aurora, inclusive com um belo gol de cabeça, e Jonas reencontrando o futebol e os gols do início da temporada, o Grêmio tem mesmo tudo para voltar do Chile com os 3 pontos e a primeira colocação antecipada no grupo.

Se Maxi repetir a garra e combatividade da semana passada, talvez os urubus de plantão que insistem em criticar a contratação do argentino decidam dar um tempo para o cara pegar cada vez mais ritmo de jogo.

A Novela Paulo Autuori

Ironicamente o time entra em campo mais uma vez comandado pelo interino Marcelo Rospide, ex-auxiliar técnico de Celso Roth. Tudo porque dois ou três cabeças duras da direção Tricolor firmaram pé na idéia de ter Paulo Autuori, mesmo que, para isso, seja necessário jogar metade da primeira fase da Libertadores sem treinador.

Mas o pior é que alguns dirigentes e setores da mídia afirmam que se o Grêmio ganhar da La U no Chile, garante a primeira colocação do grupo e não teria problema de esperar Autuori chegar apenas às vesperas do jogo das oitavas de final. Tal pensamento é de uma ingenuidade tão grande que assusta. A incompetência da dupla Kroeff e Krieger irrita profundamente a torcida.

Não estão considerando que por melhor que seja o treinador, ele não é mágico e levará, pelo menos, uns vinte dias para conhecer e dominar o plantel afim de impor seu estilo. Não dá para esperar mais, podemos perder a Libertadores por causa desta incompetência e, se isso acontecer, tenho até pena dos atuais gestores.

Lá se vai uma semana e meia sem treinador em plena disputa da Libertadores e, agora, tudo indica que a cúpula do Tricolor está disposta a esperar quase um mês para ter Autuori. Isso tudo com Renato Gaúcho disponível e com 2 terços da torcida pedindo o ídolo. É um desrespeito.

O novo técnico do Grêmio abril 9, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , ,
5 comments

Impressiona a falta total e absoluta de visão dos dirigentes Tricolores com relação à indefinição sobre o novo técnico para o Grêmio, após a demissão de Celso Roth, à meia-noite de domingo para segunda. É um amadorismo impressionante e que, por motivos escusos (possivelmente políticos), pode estar complicando a vida futura do time na Libertadores da América 2009.

O Grêmio é grande demais para ficar mais de 72 horas sem treinador, principalmente em meio a uma Libertadores. Isso que Renato Gaúcho está desempregado e sonha com a casamata Tricolor. Tudo bem que Paulo Autuori seria um grande nome para o comando da equipe, apesar de não ser a preferência da torcida. Mas parece que não vem. E o que não posso admitir, como torcedor e sócio, é que, com a impossibilidade de termos este profissional, o Grêmio vá atrás de outra opção que não seja Renato Portaluppi.

Ney Franco não tem currículo maior que Renato. Por sinal, apesar de ter ganho a Copa do Brasil em 2006 com o Flamengo, o atual treinador do Botafogo, não foi longe na Libertadores 2007. Já Portaluppi, não apenas levou o Fluminense ao título da Copa do Brasil em 2007, como ainda levaria o clube à Final da Libertadores no ano seguinte, perdendo para a LDU, atual campeã, nos pênaltis.

Os motivos que me levam a crer que Renato Gaúcho seria o melhor profissional para o clube no atual momento, são vários. Mas me concentro na principal necessidade do time do Grêmio, hoje, para justificar a opção da esmagadora maioria gremista por Renato. A equipe precisa MOTIVAÇÃO. Os jogadores precisam recuperar a auto estima e nada melhor que um treinador que já chegue lotando aeroporto e leve multidões ensandecidas gritando seu nome ao estádio.

A relação direção-torcedor anda bastante abalada desde o ano passado quando, ao retirar Mancini, a diretoria trouxe Celso Roth e o manteve mesmo após as duas eliminações (Gauchão e Copa do Brasil) em menos de uma semana. Com Renato no comando da casamata a torcida aumentaria ainda mais o indispensável apoio para a caminhada rumo ao Tri. Apoio este, demonstrado pelos 30 mil torcedores no jogo de terça, mesmo sendo às 19:00.

Autuori seria uma boa, Ney Franco é um tiro no pé, mais uma vez. Impressionante o amadorismo desta direção. Que saudades do Dr. Fábio Koff. E você, Gremista, quem gostaria de ver como novo técnico da equipe?

Grêmio goleia sem Roth abril 8, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , ,
add a comment

No primeiro jogo após a demissão de Celso Roth, o Grêmio aplicou 3 a 0 no Aurora da Bolívia e praticamente garantiu a classificação à próxima fase da Libertadores da América. Com a vitória o time vai a 10 pontos e continua na expectativa por encerrar a primeira fase como uma das melhores campanhas, para garantir os jogos de volta do mata-mata no Olímpico.

Na minha opinião o melhor fato da noite foi a dedicação e garra de Maxi López, coroada com um belo gol de cabeça, bem ao estilo “centroavante”. O argentino marcou o segundo gol do Tricolor na partida e fez sua melhor apresentação com a camisa do Grêmio.

Em compensação, alguns jogadores irritaram a torcida. Foi o caso de Makelelê que, diferente de outros jogos em que apareceu bem, foi burocrático e errou passes demais. Outro foi o meia Souza, até então o destaque da equipe. O camisa 8 foi fominha demais e, quando tentava o passe, ou era tarde demais, ou errava o mesmo.

O Nome do Técnico

Uma das situações mais emblemáticas da noite foi quando o nome de Marcelo Rospide, auxiliar técnico, apareceu no placar, no lugar de Celso Roth, e a torcida gritou mais do que havia gritado para qualquer jogador. Os 30 mil torcedores presentes ovacionaram a decisão da demissão de Roth e, como prova, encheram o estádio em uma terça-feira, às 19:00 horas.

De qualquer forma, um ponto ainda aflige os torcedores. A direção gremista, através de André Krieger e Luis Onofre Meira, parece não querer Renato Gaúcho e segue em busca de Paulo Autuori, mesmo com a necessidade de estourar o orçamento para ter o técnico, atualmente no Catar.

Não quero parecer do contra, mas apesar de ser um grande treinador, Autuori não é o melhor nome no momento para o Grêmio. Basta vermos que o Grêmio nunca levantou canecos importantes com treinadores que já tivessem rodagem e títulos importantes por outros clubes.

Pode ser uma bobagem, pura superstição. Mas a verdade é que Espinosa, Felipão, Tite e Mano Menezes (apenas para citar os treinadores dos mais importantes títulos do Grêmio) chegaram no time como técnicos, no máximo, medianos, sem currículos como o de Autuori.

Por isso, apesar de já possuir uma Copa do Brasil e um vice da Libertadores no currículo e não ser desconhecido como treinador, como eram Felipão, Tite e Mano Menezes, acho que a melhor opção para o Grêmio, no momento, é mesmo Renato Gaúcho.

O Tricolor precisa de MOTIVAÇÃO e ninguém melhor que Renato para encher aeroporto, lotar estádio e motivar os jogadores. Tudo com o aval de ter sido o homem mais importante da história do clube, justamente em uma Libertadores da América, e depois no Mundial, há 26 anos atrás.

A busca pelo técnico colorado junho 9, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , ,
add a comment

Após a derrota por 3 a 1 para a Portuguesa no Canindé, no domingo, a diretoria do Internacional acelerou os contatos com Tite e deve anunciar a contratação do ex-técnico gremista, mesmo ele não sendo o preferido de Luigi e Píffero, pelo vínculo com o arqui rival Grêmio, onde conquistou seu maior título (Copa do Brasil 2001) como técnico.

Que Tite é um bom treinador, não há dúvida, lembremos, por exemplo, do nó tático que o técnico aplicou no Corinthians na final da Copa do Brasil 2001, em São Paulo. Resta saber se, com a pressão e desconfiança da torcida colorada, ele conseguirá atingir os objetivos esperados e tirar o Internacional da crise em que se encontra desde o início do Brasileirão e da desclassificação na Copa do Brasil.

De qualquer forma, uma certeza os torcedores podem ter: pior do que está, a situação não deve ficar, afinal, o Inter terminou a rodada na 17ª posição e isto, ao término do Campeonato, representaria o primeiro rebaixamento da história colorada. E, convenhamos, para a torcida, não há nada pior que isso.

A missão de Roth fevereiro 18, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , ,
1 comment so far

roth1.jpgDeixadas de lado as contestações pela forma como Celso Roth chegou ao Grêmio pela terceira vez em sua carreira como treinador, é hora de avaliar quais serão as principais alterações, não apenas de escalação, mas também de postura, que o novo técnico promoverá para que a equipe possa render mais do que vem apresentando e brigar por títulos em 2008. A principal missão de Roth será dar consistência defensiva ao time. Não por menos o nome de Celso foi o preferido pela direção que insiste com a parede de três volantes, para a qual o Grêmio não tem jogadores com a qualidade necessária, na posição, que possam trabalhar também na armação.

Os jogadores Maylson e Adilson, podem até ser bons reservas, para compor grupo, mas fica clara a falta de técnica e experiência para que eles possam encarar os profissionais, neste paredão de retenção e armação que pretende o Grêmio. Será preciso, portanto, definir um esquema que tenha a ver com as disponibilidades atuais, sem ficar pensando em quando (ou se) chegar o Rochemback, ou outro jogador para a função.

A escalação com os três volantes necessita de um terceiro homem que tenha o toque diferenciado, e possa chegar na frente, como era o Diego Souza que foi “promovido” por Mano Menezes a meia armador pela qualidade do passe e finalização, mas era volante originalmente. Ou Lucas que é da posição também, mas tem ótima saída de bola e técnica apurada para cumprir esta terceira função de um meio-campo com três homens de retenção. Do elenco atual que está jogando, o Tricolor conta com dois volantes que podem ser titulares nesta formação. Eduardo Costa e Willian Magrão. Talvez Júnior, possa vir a ser esta terceira peça do paredão defensivo da meia cancha gremista, mas precisa jogar para ser avaliado, pois está muito tempo sem participar de uma partida oficial.

De qualquer forma, é importante ressaltar que ontem, após a expulsão de Anderson Pico, o time pelo menos demonstrou a garra que se espera da equipe gremista. A justificativa pode ser o fato de estarem todos querendo mostrar serviço para o novo técnico. Alguns inclusive receberam elogios do treinador. Ainda assim, mesmo com a garra e entusiasmo de alguns, Roth percebeu que terá muito trabalho até obter um time equilibrado como pretende.

Como amantes do esporte, esperamos que, assim como Abel Braga quebrou, no Internacional, o tabu de nunca ter ganho mais que títulos regionais, o caxiense Celso Roth também possa erguer, no Rio Grande do Sul, seu primeiro caneco de expressão nacional. Apesar das contrariedades.