jump to navigation

O técnico do Grêmio para 2012 novembro 30, 2011

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

A melhor notícia da semana para a grande maioria dos gremistas foi a decisão de não renovar o contrato de Celso Juarez Roth para comandar a casamata gremista em 2012.

Entretanto, como os melhores técnicos, os de currículo mais vitorioso, estão empregados, a tarefa do Grêmio, de escolher um bom treinador para o ano que vem, não será nada fácil e dificilmente terá unanimidade na torcida.

Confesso, por exemplo, que nenhum dos nomes aventados até agora me agrada. Eu sou um dos que apostaria em Marcelo Rospide, o mesmo Roger, como forma de criarmos um novo Felipão, Tite ou Mano.

Não podemos esquecer que estes três treinadores, que mencionei no final do parágrafo anterior, estão entre os melhores do país, hoje, e todos foram lançados para o Mundo pelo Grêmio. Mas para que isso acontecesse, foi preciso um dirigente de visão que, na época, optasse por eles em detrimento dos nomes conhecidos de sempre.

Então, reitero que seria muito melhor apostar em alguém de potencial, como Roger ou Marcelo Rospide, que conhecem bem o clube e sua filosofia, do que apostar em figuras como Luxa, Oswaldo Oliveira, Nelsinho Baptista, etc.

Na verdade, dos que foram mencionados, o único que, apesar de eu não gostar muito, pode vir a dar certo no Grêmio é Caio Jr. O ex-técnico do Botafogo não tem nenhum título de expressão como treinador, mas conhece o estilo de jogo do Grêmio, de pegada e futebol raçudo. E, acima de tudo, nao é retranqueiro.

No caso do Grêmio 2012 isso é essencial! De nada adiante o clube ter excelentes jogadores de ataque no elenco, como Miralles e Kleber (além do garoto Leandro), se o técnico for burro e insistir com um 4-5-1 recheado de volantes. O Tricolor Gaúcho precisa voltar à tradição gremista de dois atacantes. Miralles (Leandro) para dar velocidade pelos lados e Kleber (André Lima) para empurrar a bola pra dentro como ele sabe fazer.

Enfim, espero que a contratação do novo técnico do Grêmio seja bem pensada, pois agora, diferente do que ocorreu em outros momentos, o clube tem tempo de sobra para pensar bem e analisar todas as possibilidades antes de assinar com alguém que não tenha identificação nenhuma com o clube e que venha treinar o Grêmio apenas pelo dinheiro.

Marcelo Rospide é melhor opção novembro 26, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Vendo pela segunda vez no ano a novela da contratação de um novo técnico do Grêmio, confesso que fico impressionado com a falta de tato e percepção dos dirigentes gremistas. Duda Kroeff não tem pulso. É mera figura decorativa na presidência. E para piorar, deixa tudo nas mãos do incompetente Luiz Onofre Meira.

Mas não é só a incompetência da direção que impressiona, sua soberba também. Pela segunda vez no mesmo ano a direção do clube insiste em não ouvir seu maior patrimônio: a torcida do Grêmio. São os torcedores, sócios ou não, que mantém o clube vivo. E mesmo assim, na hora de escolher o novo técnico, a diretoria do Tricolor não atende aos pedidos de seus torcedores.

E não estou falando de pedidos inviáveis como seria Felipão, por exemplo. Estou falando da opção mais simples e barata para o clube no momento. E, ainda assim, a opção com maior probabilidade de dar certo. Marcelo Rospide está pronto e mostrou isso nos dois momentos em que teve a chance como interino.

É gaúcho, gremista e, acima de tudo, conhece o time como poucos. Fala claramente sobre suas ideias acerca do futebol, de esquemas e ainda exerce forte liderança sobre os jogadores que, sob seu comando, jogam mais parecido com o Grêmio aguerrido que sempre conheci.

Basta ver que com Autuori o time não conseguia, por exemplo, nem mesmo empatar com Santo André, fora de casa. Com Rospide o time foi a Minas e barrou o Cruzeiro, que briga por vaga na Libertadores, arrancando um empate impensável com o ex-treinador figurão. Mesmo assim, Meira e Kroeff insistem em procurar alternativas mais caras, de fora e antipáticas para a torcida.

O único treinador, dentre os cogitados, que a torcida aceitaria bem seria Adilson Batista, mas este preferiu aceitar a renovação com o Cruzeiro. Qualquer um entre Dorival Jr., Silas e, o pior de todos, Nelsinho Batista será recebido em um clima de total desconfiança que não permitirá o desenvolvimento de um bom trabalho.

Parece mesmo que os dirigentes tricolores esqueceram da torcida, do passado e da história do clube que dirigem. Como o próprio Tcheco vislumbrou, Marcelo Rospide poderia vir a ser nosso novo Felipão, Tite ou Mano. Mas para os incompetentes desta direção, ele ainda não está pronto. Talvez não estivesse na primeira vez que foi interino. Agora está. Enquanto isso o ex-interino do Flamengo e prata da casa, Andrade, briga pelo título.

Só o que digo a estes senhores, Luiz Onofre Meira e Duda Kroeff, é que Marcelo Rospide certamente não seria pior do que Celso Roth e Paulo Autuori que, além de não conquistarem nada, levaram embora milhões de reais do Grêmio com seus salários milionários e resultados pífios.