jump to navigation

É preciso manter a invencibilidade fevereiro 17, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , ,
add a comment

O Grêmio entra em campo esta noite no estádio Olímpico, contra o Veranópolis, colocando em jogo muito mais que apenas uma classificação para as semi-finais do Gauchão 2010.

Se vencer, o Tricolor chega a 44 jogos sem perder no Olímpico Monumental ficando a apenas 2 do recorde nacional de invencibilidade, pertencente ao rival do Beira-Rio.

O Inter ficou sem perder em casa por 46 jogos na primeira metade da década de 70. Na época, em Julho de 75, foi o próprio Grêmio quem quebrou a série colorada de 46 partidas sem perder no próprio estádio.

Para bater o recorde nacional (neste caso regional também), o Tricolor precisa vencer mais 4 partidas (incluindo a de hoje), chegando,assim, a inigualáveis 47 jogos sem perder em seus domínios.

Anúncios

Os números do BBB 8 março 11, 2008

Posted by eduardotrindade in Jornalismo Participativo.
Tags: , , , , , , , ,
3 comments

A audiência do Big Brother Brasil em sua oitava edição é impressionante. Mesmo quando muitos, eu inclusive, apostavam no fracasso do programa já a partir de sua 4ª ou 5ª temporada. Pois não foi bem o que aconteceu. Apesar da fórmula já conhecida pela população, o BBB tem mantido o público fiel e ainda garantido números melhores, por vezes, que a própria novela das oito (exibida às 9) que é o principal programa do Prime Time da Rede Globo. Estudiosos atribuem as marcas de audiência às personalidades diferentes a cada versão do programa, aliadas a alguns recursos inovadores, como o Big Fone, por exemplo, que apimenta a relação entre os Brothers.

marcelo-e-rafinhabbb.jpgAssim, o BBB 8 quebrou, a exemplo do 7, o recorde de votação de todas as edições, ultrapassando os 60 milhões de votos, no último paredão triplo (semana passada) com a eliminação de Juliana e, hoje, com apenas dois Brothers, a marca ultrapassou os 40 milhões para a saída do aspirante a psiquiatra, Marcelo, com mais de 70% do votos, no paredão em que enfrentou o popular Rafinha, sério candidato ao milhão que não é milhão. Sim, porque segundo os ex-ganhadores, o imposto retido na fonte é de mais de 25%, ficando para o vencedor do programa algo por volta de 750 mil reais. Ainda assim uma bela fortuna para aquele que conseguir conquistar o povão brasileiro.

As perguntas que ficam são: Qual o limite do BBB? Teremos a NONA edição em 2009? Alguém arrisca um palpite?