jump to navigation

Renato pode salvar o Grêmio agosto 11, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , ,
2 comments

A escolha de Renato Gaúcho para o comando técnico do Grêmio tem muito a ver com sua história no Clube, obviamente, mas também com a reconhecida habilidade do treinador em motivar os jogadores a fazer aquilo que sabem fazer melhor: jogar.

O Grêmio de 2010 tem, indiscutivelmente, um dos melhores planteis do Brasil em várias posições. Claro que alguns setores são mais carentes que outros. A lateral direita, por exemplo, ainda não tem um dono definitivo e incontestável.

Na zaga o time precisa de um xerifão como Réver, novamente. Mas no overall, a equipe está muito bem servida e teria plenas condições de brigar pelo G4 se tivesse começado o campeonato de forma diferente.

A questão, agora, é que o Grêmio perdeu muito tempo patinando e a missão de Renato será manter o time na faixa intermediária da tabela e, para que o ano não seja perdido, lutar pela conquista da Sul Americana e, com ela, uma vaga para a Libertadores 2011.

De qualquer forma, acredito que a escolha do novo técnico do Grêmio possa realmente colocar o time nos trilhos, fazendo com que bons jogadores como Jonas, Borges, Hugo, Souza, Leandro, Douglas, Maylson, Adilson e Willian Magrão voltem a jogar o que sabem, com alegria e vontade de vencer.

Além disso, outro ponto importante na vinda de Renato para o Grêmio será o movimento de reaproximação do Clube com a torcida que anda bastante insatisfeita com os resultados e com a direção. Os torcedores gremistas se identificam fortemente com o técnico e, ao que tudo indica, deverão lotar o aeroporto Salgado Filho para a chegada do treinador, assim como o farão nas próximas partidas no estádio Olímpico.

E se Renato trabalhar com sua tradicional gana de vencer, pode estar escrevendo mais um grande capítulo de sua brilhante história como o principal ídolo gremista. Agora na casamata. Boa sorte Renato!

Anúncios

Eu já sabia! fevereiro 17, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , ,
1 comment so far

Em seu blog, no post de hoje, Wianey Carlet alerta que, com a negativa da Conmebol em ceder uma vaga de Libertadores ao campeão da Sul Americana, a CBF pode estar pensando em mandar a Sul Americana às favas, repassando as vagas para clubes da Série B. Tudo porque, sem uma vaga no maior torneio de clubes de futebol das Américas, a segunda competição Sul Americana não desperta interesse dos grandes do futebol brasileiro.

Eu já sabia! Apesar da euforia dos colorados quando, em 2008, conquistaram a Sul Americana, considerada por muitos como a segundona da América, eu sempre alertei que não passava de uma competição caça-níqueis. Em outras palavras, a única vantagem de disputar e conquistar este torneio sempre foi apenas financeira.

Primeiro, porque ninguém se classifica para jogar a Sul Americana. Somente aqueles que não conseguem a classificação à Libertadores da América, são “premiados” com a participação em um torneio inóquo em meio às rodadas decisivas do segundo turno do Brasileirão.

Tanto é verdade que, os clubes brasileiros que entram com times titulares nesta competição são apenas aqueles que já não tem mais chances, nem de buscar vaga para a Libertadores, no Campeonato Brasileiro. Este foi o caso do Inter em 2008. O clube só apostou na Sul Americana depois de perder todas as esperanças de classificação no G4 daquele ano. Acabou ganhando aquilo que ninguém mais quis e encheu o peito para se entitular campeão de tudo.

E agora, José? Como explicar a “grandeza” deste torneio se a CBF de fato passar as vagas da Sul Americana para os times da Série B nacional, como sugere o colunista Wianey Carlet em seu blog?

Nem eles valorizam a Sul Americana abril 21, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , ,
add a comment

A piada gremista que chama a Copa Sul Americana, conquistada pelo Inter, de Segundona da América ganha contornos mais fortes, graças ao comportamento dos próprios colorados. Nem mesmo os vermelhinhos valorizaram a Sul Americana 2009 como dizem.

A prova cabal é a notícia que li há pouco, onde Edu Pesce, gerente de relações esportivas da Reebok garante que as vendas das camisetas comemorativas do Gauchão foram 50% maiores que a mesma camiseta feita para a Sul Americana. São os próprios colorados que dão argumentos para reforçar aquilo que sugeríamos como piada.

A falácia do co-irmão vermelho janeiro 5, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , ,
add a comment

É impressionante que, mesmo com os recentes fracassos da tão falada equipe colorada, alguns torcedores fanáticos ainda acreditem nas bobagens que falam. A mais recente piada vem de um irmão meu que, por má influência do avô materno, acabou virando colorado aos 7 anos.

Em uma das muitas discussões sobre futebol no final do ano em família, este irmão veio se vangloriar com a história do campeão de tudo e fiz uma simples pergunta para a qual só haveria uma resposta, pelo menos para quem conhece e entende de futebol. A pergunta era simples: Você prefere ganhar DUAS LIBERTADORES, ou UMA LIBERTADORES E UMA SUL AMERICANA?

Nunca pensei que ouviria tamanha insanidade, mas a opção dele, para a surpresa geral, inclusive dos outros colorados presentes, foi dizer que é melhor uma Libertadores e uma Sul Americana. Isso mesmo depois de gaguejar e não saber dizer quem foi o campeão deste torneio em 2007.

Sim, porque quando um título é importante, como a Libertadores, por exemplo, todos sabemos os recentes campeões. Já da Sul Americana, ninguém lembra, nem mesmo os colorados. Enfim, ficou claro para todos, exceto para os colorados mais doentes, que o Inter só abocanhou este torneio porque nenhum time de calibre se interessou por ele.

No Brasil, por exemplo, os principais clubes de 2008, Palmeiras, São Paulo, Cruzeiro, Flamengo e Grêmio, brigavam pelo título do Brasileirão, ou pela vaga na Libertadores, até as rodadas finais e não deram a mínima a esta competição Sul Americana. Apenas clubes que não tinham mais esperanças com nada no Campeonato Brasileiro é que dedicaram sua força máxima nesta copa, como Botafogo e Inter. Na Argentina, o Boca, que sagrou-se campeão do Torneio Apertura, também desdenhou da Copa Sul Americana e preservou o time principal para a competição nacional, encarando o Inter com o time reserva, assim como o Tricolor.

Mas encerro o post indo um pouco além. Por mais que os moranguinhos achem o título da Sul Americana o máximo, tenho certeza que eles (em sã consciência e livres do fanatismo de torcedor) trocariam de olhos fechados esta Copinha pelo SEGUNDO LUGAR do Brasileirão 2008 que nos deu o direito de jogar a LIBERTADORES DA AMÉRICA justamente no ano do Centenário Colorado. Afinal, todos sabemos, este era o grande sonho vermelho para 2009.

Inter é Campeão da Sul Americana dezembro 4, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , ,
add a comment

Foi necessária a prorrogação para o Inter garantir o título inédito da Copa Sul Americana. Apesar dos 90 minutos de apatia colorada, uma das piores atuações do grande destaque colorado, o meia Alex, e até mesmo um gol do Estudiantes mal anulado ainda no primeiro tempo, o Internacional é o primeiro time brasileiro a ganhar a Sul Americana. Possivelmente, também, o primeiro que a tenha valorizado no Brasil.

De qualquer forma, independente da falta de empenho dos grandes na busca desta conquista, o Internacional, que cedo foi obrigado a abandonar maiores pretensões no Campeonato Brasileiro, conseguiu dedicar-se a uma competição mais acessível, onde todos os times tradicionais entraram com times reservas. E além do caneco e dos valores recebidos por este título, o Inter garante a disputa da Recopa Sul Americana no ano do Centenário, contra a LDU, atual equipe campeã da Libertadores.

Fica, por tudo que exponho acima, a sensação de que o Internacional conquistou a Copa Sul Americana na hora certa. Afinal de contas, a partir de agora, com a vaga para a Libertadores que a edição de 2009 da competição promete ao campeão, todos os times que não estiverem disputando a Libertadores no ano que vem, deverão apostar todas as suas fichas na busca por este título, paralelamente ao Brasileirão.

Parabéns ao técnico Tite e sua equipe que souberam focar e, com foco, venceram aquilo que estava de fato a seu alcance. E, podem ter certeza, amigos, que de agora em diante teremos vários grandes times interessados em igualar o Inter com essa conquista inédita no Brasil.

Com a mão na taça novembro 27, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , ,
add a comment

Mesmo com a imprudência e irresponsabilidade de Guiñazu, expulso pelo segundo amarelo com menos 25 minutos de jogo, o Internacional venceu, com um gol de pênalti, o Estudiantes em La Plata e traz para o Beira-Rio uma vantagem e tanto. Volta com uma das mãos na taça inédita.

E nem poderíamos esperar menos de um time com o plantel do Inter em uma Copa Sul Americana relegada a segundo plano pelos grande times da América. Na verdade o Inter foi o único dos grandes brasilieros a utilizar os titulares em quase todas as partidas da competição.

São Paulo, Palmeiras e Grêmio, por exemplo, que disputavam até uma rodada atrás o título do Brasileirão, deixaram de lado a competição Sul Americana para dedicar-se com força total ao Campeonato Nacional. Na Argentina, o time mais vencedor das Américas, o Boca Júniors, também entrou com os reservas na competição devido à dedicação do time ao Torneio Apertura.

Fez bem a direção colorada em, ao ver o sonho da Libertadores no Centenário ir embora, apostar todas as fichas nesta competição. Será o primeiro time brasileiro a conquistar o torneio. E mais que isso, provavelmente conquistando o título no último ano em que os grandes times sul americanos não levaram a competição a sério. Afinal de contas, a edição de 2009 da Sul Americana possivelmente ofereça ao campeão uma vaga na Taça Libertadores da América 2010. E aí, amigos, não vai haver moleza.

Ainda assim, mesmo com a mão na taça, Tite procura conter a euforia e garante que não há “jogo jogado”. Segundo o treinador, é preciso muita concentração para não tropeçar e sucumbir diante do Estudiantes em pleno Beira-Rio. O jogo de volta será na quarta feira que vem às 22:00 em Porto Alegre e o Internacional pode empatar que sagra-se Campeão da Copa Sul Americana.

Inter e Estudiantes na Final novembro 20, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , ,
add a comment

A final da Copa Sul Americana tem, pela primeira vez, um time brasileiro e, para deixar a competição ainda mais interessante, contra um argentino. O Estudiantes, de La Plata, venceu há pouco o Argentino Jr por 1 a 0 e conquistou a vaga na grande final contra o Internacional.

O confronto toma dimensões maiores ainda, graças às divergências da FIFA com a Confedereção Peruana de Futebol que deverá ser punida pela entidade máxima do Futebol Mundial, perdendo as três vagas de times peruanos à Libertadores 2009.

Com a perda das vagas do Peru, a Conmebol convidaria os TRÊS primeiros campeões da competição, Santos, Independiente e Peñarol (não necessariamente nesta ordem) para a edição 2009. Como o time uruguaio já tem vaga garantida pela posição na competição Nacional, esta vaga seria ofertada ao campeão da Sul Americana.

Apesar da briga que essa polêmica vaga deve gerar entre clubes grandes do futebol Sul Americano, a direção colorada e, por certo a do Estudiantes também, levam o confronto de ida e volta da final muito a sério, não apenas pelo título, mas por esta possibilidade de participar da Libertadores, maior competição das Américas, em 2009.

O preço da soberba novembro 14, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , ,
add a comment

O presidente colorado Vitório Píffero está pagando o preço pela soberba de seu discurso sobre certeza da vaga à Libertadores para o Campeão da Sul Americana, sem revelar a fonte, após a vitória sobre o Chivas Guadalajara no México. O comentário para a imprensa de que o gás da equipe, já contra o Boca na segunda partida, vinha principalmente da idéia desta vaga foi o que levou a Conmebol a se pronunciar, ontem, de forma contrária a esta idéia para 2009.

É óbvio que times de muita força no futebol Sul Americano não deixariam a virada de mesa acontecer. Simplesmente porque não é justo. Muitos times que poderiam ser campeão da Sul Americana, caso tivessem posto seus titulares, não deram relevância ao torneio que, até agora, não valia nada a não ser um boa quantia de dinheiro e a disputa da Recopa, jogos de ida e volta contra o campeão da Libertadores. Entre eles estão o Palmeiras, Boca e o próprio Grêmio.

Não se pode mudar as regras no fim de um campeonato. Isso é BÁSICO. Talvez o caso do Boca seja o mais emblemático, afinal segundo Píffero, o time já sabia no túnel da Bombonera sobre a vaga. Por que razão, então, o Boca não sabia? Não seria a mesma coisa caso soubesse. Colocaria os titulares e, com certeza, complicaria muito mais a vida do Inter.

Pois, com o vazamento da informação preciosa de Vitório, quem paga agora é o próprio Internacional que receia ver todo o estímulo ir por água abaixo. É o velho ditado: A boca fala, o .. paga!

Inter vence e fica perto da Final novembro 12, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , ,
add a comment

O fraco time do Chivas Guadalajara perdeu para o Internacional em casa por 2 a 0 e praticamente dá adeus à Sul Americana. Com gols de Nilmar e Alex, o Colorado chegou facilmente à vitória e o time mexicano segue sem vitórias em casa na competição. O Inter ficou muito perto da final inédita para times brasileiros. Para tanto pode até mesmo perder por diferença de um gol no jogo de volta do Beira-Rio na quarta que vem.

O que não se pode fazer, contudo, é confundir os avanços do time na Sul Americana com atuações maravilhosas como ouvi de alguns comentaristas mais apaixonados. O time do Chivas perdeu vários gols feitos e, como já disse, em toda a competição não venceu sequer uma partida em casa. Então, teoricamente, ganhar dos mexicanos lá não é uma façanha tão complicada assim.

De qualquer forma, o Internacional vence fora, traz uma vantagem imensa para Porto Alegre e se aproxima da disputa pelo título inédito. E com o título, se ele vier, vem as especulações sobre a disputa com a LDU de uma vaga para a Libertadores 2009.

Independente do que a Conmebol anunciar no dia 25, acho a mudança de regras no final do torneio um desrespeito com todos os outros times que desconsideraram este atalho, simplesmente por ele não levar a nada. Grêmio, Palmeiras e São Paulo são exemplos de times que desprezaram o torneio justamente para brigar por uma das quatro vagas da Libertadores, concentrando-se no Brasileirão. De repente, mudam-se as regras no decorrer do campeonato, o que torna este atalho praticamente tão fácil quanto uma Copa do Brasil. INJUSTO. Principalmente porque todos os times importantes colocaram seus reservas para atuar com os titulares nos campeonatos nacionais.

Neste caso, por exemplo, a vantagem do Inter na Sul Americana foi justamente o fato de que os únicos times no torneio que poderiam ter feito frente aos comandados de Tite na caminhada colorada seriam o Boca e o Grêmio. Porém ambos colocaram os reservas, por terem objetivos maiores no ano nos nacionais, facilitando visivelmente a caminhada colorada.

Mas um alerta, nada de comemorar antes da hora. Primeiro porque a questão da vaga é ainda apenas uma especulação e precisa ser confirmada no dia 25 de novembro. Segundo porque mesmo que passe pelo fraco Chivas, o Inter ainda tem pela frente na final a dureza de um time argentino empenhado, diferente do que foi o Boca ou Grêmio, em ganhar o campeonato.

Então, tudo que o torcedor colorado pode fazer agora é torcer. Não só pelo campeonato, mas pela decisão da Conmebol que ainda não passa de uma possibilidade.

Inter viaja sem D’Alessandro novembro 11, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , ,
add a comment

O Internacional viajou para o México sem a presença do meia D’Alessandro que, devido a uma infecção estomacal, ficou em Porto Alegre e passou a ser o principal desfalque da equipe na partida de ida contra o Chivas Guadalajara no famoso estádio Jalisco, pela copa Sul Americana.

Apesar do desfalque, os jogadores colorados acreditam em boa atuação e prometem voltar de lá com, pelo menos, um empate. De fato, o Inter não pode jogar fora a chance do ano. São apenas mais quatro jogos até o título inédito da Sul Americana e o time tem de fazer o possível e o impossível para fazer a valer a temporada 2008 e, mais do que isso, garantir ao Colorado a participação na Recopa Sul Americana no ano do Centenário.

Já que a vaga na Libertadores não veio a conquista da Sul Americana seria como um prêmio de consolação e, além disso, representaria uma boa grana nos cofres do clube para investir no Centenário Colorado.

Inter vence o meia Boca na Argentina novembro 6, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , ,
add a comment

O que parecia improvável aconteceu. O Internacional venceu o Boca na Bombonera por 2 a 1. Isso que se classificaria até com uma derrota por um gol, já que havia vencido o jogo no Beira-Rio por 2 a 0. Contudo, antes que aqueles mais empolgados apareçam com comparações entre o Boca Júniors da final da Libertadores do ano passado contra o Grêmio e o de hoje, é preciso deixar claro que os titulares foram todos poupados e que o time desta noite nem de perto lembra aquele.

Riquelme e Dátolo entraram apenas depois do time ter saído perdendo no segundo tempo, para tentar virar o jogo e fazer os 4 que seriam necessários para abrir 3 gols de vantagem. Inútil. De qualquer forma, se o time argentino não demonstrou interesse pela Sul Americana, a boa notícia para o Inter é que, apesar do jogo em si não representar muito por este descaso do Boca pelo torneio, a Copa Sul Americana ficou mais fácil para o Colorado.

A Semi-Final será jogada com o Chivas Guadalajara, primeiro no México, depois no Beira-Rio. São apenas mais quatro jogos para o título. Talvez a salvação da lavoura colorada para 2008. É bom que Tite e seus comandados aproveitem o embalo e tragam a todos os colorados a felicidade que o fracasso no Campeonato Brasileiro 2008 e o sonho frustrado de Libertadores no ano do Centenário levaram.

Boca ou Boquinha?! outubro 23, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , ,
add a comment

Ninguém nega que o resultado de 2 a 0 conquistado pelo Internacional sobre o Boca Juniors na última quarta-feira em Porto Alegre pela Sul Americana foi importante. Mas é imperioso que os responsáveis pelo time colorado não se iludam: A vitória não foi sobre o time titular do Boca e sim sobre time reserva, à exceção do goleiro.

A torcida colorada pode até pretender tirar onda com os co-irmãos gremistas que perderam, no ano passado, a final da Libertadores para o time portenho. O que não pode acontecer é a direção e comando do Internacional acreditarem que tenham ganho do Boca, quando o que fez foi vencer o Boquinha. Se for pensando assim para o jogo de volta na Bombonera, pode se deparar com Riquelme e sua patota, o Boca de verdade e, com certeza, vai se assustar.

O melhor mesmo é torcer para o Boca não colocar os titulares nem no jogo de volta.

Inter perde feio para o Coritiba outubro 4, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , ,
add a comment

A derrota de virada por 4 a 2 para o Coritiba no Couto Pereira praticamente tira o Internacional da briga pelo G4 e põe fim às esperanças do time de participar do principal torneio da América no ano do centenário. Na verdade, matematicamente, o time ainda tem mínimas chances de classificação mas, na prática, com o avanço de alguns dos oponentes diretos, inclusive o Coxa, a coisa fica realmente muito difícil para o Colorado, agora a SETE pontos da zona de classificação à Libertadores da América.

Pior que a imagem da derrota passa pelo frango homérico do goleiro Clemer no gol de empate do time paranaense. Uma das provas mais claras da incompetência da presidência de Vitório Píffero, afinal, não concordo que a venda do goleiro Renan fosse algo irrecusável. Principalmente considerando que o time não tinha reposição à altura em casa. Ou será que alguém acredita que o atual número 1 colorado tenha qualidade necessária para substituir o jovem ex-goleiro colorado e da seleção olímpica?

Mas alguém pode perguntar o que mais pode servir de prova da ineficiência do presidente Píffero a que faço menção acima. Pois bem, na minha opinião o próprio fato de desmontar e montar um time em meio à principal competição nacional é uma prova de incompetência total, quaisquer que sejam os motivos.

Ninguém discorda que o Inter foi o time vencedor em 2006 porque manteve sua base boa de 2005. Da mesma forma como a campanha do Grêmio na Libertadores 2007, só foi boa, porque o time de 2006 se manteve como base. Assim também o foi com o São Paulo, atual bicampeão Brasileiro que sempre obtém ótimos resultados com a manutenção de sua base. Mas o presidente colorado tinha que inventar moda.

Para piorar o futuro alvi-rubro, são muito prováveis as saídas para o exterior dos maiores destaques da equipe ao final do ano: Nilmar, Alex e D’Alessandro. Deixando o Internacional, no ano do centenário, sem TRÊS de seus principais jogadores, restando apenas Guiñazu dentre os 4 mais importantes. É claro que, com o dinheiro que deverá entrar nas negociações, o time poderá se reforçar. Mas será preciso toda a eficiência de Fernando Carvalho para realizar as contratações a tempo de entrosar um time para a Copa do Brasil e o Gauchão.

Para que 2009, o ano festivo do Inter, não passe em branco, alguns colorados ainda apostam na conquista da Sul-Americana 2008 que daria ao time a oportunidade de disputar a Recopa em 2009. O que preocupa é que para isso, o técnico Tite e seus comandados teriam que quebrar a escrita e derrubar o poderoso Boca na próxima fase do torneio. E como o retrospecto recente do Colorado contra o time argentino não é nada favorável, as apostas não são muito confiantes aí também.

E você amigo colorado, ainda acredita na classificação à Libertadores no Brasileiro e na classificação contra o Boca na Sul-Americana?

Os empates que classificam outubro 2, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , ,
add a comment

Quatro jogos, quatro empates, dois adversários derrubados. Este é o resultado da campanha do Internacional da Copa Sul Americana. Mas isso não é uma crítica ao Inter, longe disso. O motivo pelo qual escrevo este post é minha não concordância com este critério do gol fora valer mais.

Alguns podem argumentar que ambos Grêmio e Inter, além de tantos outros mundo afora, já foram beneficiados com tal decisão, mas não mudo de opinião. Como falei acima, não é ao time A ou B que dirijo a crítica e sim aos inventores deste recurso de desempate nada justo.

Não é possível, por exemplo, que alguém ache que empatar em 1 a 1, ou 2 a 2, fora é mais difícil que empatar em 0 a 0 em casa. Um empate é um empate, pelo amor de Deus. E mais ainda, quando as equipes jogam duas vezes e não houve vencedor em nenhum dos jogos. O mais correto nestes casos, a meu ver, seria a disputa de penaltis, pois ainda que possa ser considerado por alguns um “sorteio”, pelo menos indica, de fato, um vencedor.

Apenas como ilustração, no caso da Sul Americana se o Inter continuar jogando com o regulamento embaixo do braço (e não vejo nada errado nisso, repito) pode sagrar-se campeão empatando todas até a final e vencendo apenas este último jogo, já que na final a regra não vale. Isto é o mesmo que dizer que o time que souber jogar dentro deste esquema, pode chegar ao título empatando NOVE partidas e vencendo apenas UMA.

E você, amigo, independente de preferências clubísticas, já que tanto Grêmio quanto Inter já se beneficiaram e se deram mal com o critério, concorda com o regulamento do gol fora em competições do formato mata-mata?

Inter avança na Sul-Americana agosto 29, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , ,
2 comments

Eu poderia até entitular este post de forma similar aos posts dos últimos dois Grenais: E deu empate no Grenal 372. Mas achei mais justo destacar os benefícios do empate para o Inter. O Internacional empatou ontem em 2 a 2 com os reservas do Grêmio, no estádio Olímpico, e com o resultado, aliado ao 1 a 1 do primeiro Grenal, se classifica à proxima fase da competição.

Foi um clássico elétrico e completamente imprevisível. O primeiro tempo foi apenas um ensaio do que aconteceria no segundo. Na etapa complementar, contudo, o Internacional arrancou com mais vontade e não demorou a abrir o placar com Nilmar. Depois foi a vez de Índio aproveitar-se da falha de posicionamento da zaga e guardar para o Colorado.

Com 2 a 0 contra, poucos acreditavam que o Grêmio reagiria, mas com um golaço de Perea, deixando Índio deitado no chão antes de guardar, o Tricolor abriu a caminhada à igualdade no placar e, logo após, chegou ao empate com falha de Clemer em chute forte de Soares. E há quem diga que se a partida tivesse mais uns cinco minutos dificilmente a defesa colorada agüentaria a pressão.

Enfim, um Grenal, apesar da classificação do Inter, sem perdedores. O Internacional avança com os titulares na Sul-Americana e o Grêmio, que não havia apostado as fichas e o time principal no torneio, não perdeu para os titulares do Colorado e, no Brasileirão, segue líder com 5 pontos de vantagem, com fortes chances de conquistar a principal competição do ano.

E deu empate no Grenal 371 agosto 14, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , ,
1 comment so far

Apesar do aparente descaso e da utilização de um time, por assim dizer, reserva, o Grêmio complicou o Internacional em pleno Beira-Rio, empatando em 1 a 1, garantindo a vantagem do empate sem gols na partida de volta no Olímpico.

Os reservas do Grêmio, ou pelo menos alguns deles, demonstraram qualidades equiparáveis a de seus titulares. O meia Souza, por exemplo, não pode mais ser deixado de fora e mostrou isso contra o Inter. Por outro lado, é possível argumentar que o mérito não tenha sido do time reserva do Tricolor e sim da falta de qualidade do time titular do Internacional.

No Beira-Rio, os problemas devem se agravar com o empate, em casa, contra o segundo time do Grêmio, principalmente porque o Inter havia, declaradamente, dado maior importância a Copa Sul-Americana que ao Brasileiro, no momento em que Colorado se encontra na competição nacional. E mesmo assim os titulares de Tite não conseguiram vencer os reservas do Tricolor de Celso Roth.

E para você, o empate foi mérito do time reserva do Grêmio ou demérito do time titular Colorado?

Inter perde mais uma chance agosto 10, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Com o empate em 1 a 1 frente ao Figueirense no Beira-Rio, o Inter perde mais uma chance de se aproximar da ponta de cima da tabela e deixa os times de baixo se aproximarem perigosamente. Hoje o Colorado, com 26 pontos, está à mesma distância, em pontos, da Libertadores e do rebaixamento.

Apenas 7 pontos separam o Inter do Vasco, primeiro a figurar na zona temível da tabela e os mesmos 7 pontos separam o time do São Paulo, primeiro classificado para a Libertadores da América. Como o próximo confronto do Colorado é justamente contra o Vasco em São Januário e a campanha colorada fora de casa tem sido um verdadeiro desastre, a preocupação que paira é a de que os colorados terminem a 20ª rodada mais próximos do rebaixamento que da ponta de cima da tabela.

Apenas Nilmar tem se destacado positivamente na equipe, mas isto não tem sido suficiente e, para piorar a vida do Inter, os torcedores tem se revoltado cada vez mais com a distância abismal de pontos entre o líder e arqui-rival, Grêmio, com 15 pontos à frente.

Agora os dirigentes e comissão técnica deixam claro que a Sul-Americana passa a ser a prioridade. De qualquer forma, é preciso uma virada de mesa no Brasileirão para evitar sufocos desagradáveis ao final do campeonato, ou para, pelo menos, garantir uma vaga na Sul-Americana 2009.

E você, torcedor colorado, acha que já é hora de reativar as reivindicações inflamadas no famoso portão 8?

O Grenal da Sul-Americana agosto 5, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , ,
1 comment so far

As declarações do técnico Celso Roth e do presidente Paulo Odone sobre a possível escalção de um time reserva do Grêmio para o Grenal da estréia na Copa Sul-Americana levaram a alguns comentários, na minha humilde opinião, demasiadamente apaixonados no Beira-Rio.

O principal é o de Vitório Píffero, quando diz que o Inter não precisa priorizar um ou outro campeonato. Na verdade, minha leitura, e a de muitos comentaristas também, é a de que a posição do Internacional na tabela do Brasileirão não justificaria, sob hipótese alguma, uma priorização do Campeonato Nacional em detrimento da Sul-Americana. O que, conhecidamente, não é recíproco no Grêmio, que lidera o Brasileiro e, por isso, tem fortes justificativas para preservar os principais jogadores do time titular de um desgaste desnecessário.

Neste caso, o Grêmio estaria, inteligentemente, poupando seus principais jogadores para a principal competição. Afinal o time segue na ponta da tabela e indica ter fortes chances de brigar pelo título do Brasileirão 2008 que, além de ser obviamente mais importante que a Sul-Americana, ainda leva à Libertadores.

De qualquer forma, por incrível que pareça, graças ao grupo montado no decorrer do ano pelo Tricolor, a escalação dos reservas do Grêmio para o Grenal não significaria, necessariamente, maior facilidade para o Internacional, ao contrário do que possa pensar algum torcedor ou dirigente menos informado.

A verdade é que o time chamado reserva do Tricolor, tem nomes absolutamente capazes de enfrentar em pé de igualdade qualquer time titular do Brasileirão, inclusive o Inter, 9º colocado na tabela de classificação e exatos 10 pontos atrás do líder, Grêmio.

Apenas a título de exercício, coloco aqui o que seria a minha escalação reserva para o Tricolor no Grenal do dia 13 de agosto: Marcelo Grohe, Felipe Matione, Jean, Thiego e Helder; Amaral, Makelele, Orteman e Souza; Soares (André Luís) e Reinaldo. Caso o técnico Roth prefira não atuar no esquema 4-4-2, como acima sugerido e sim no 3-5-2, como vem atuando, seria preciso utilizar apenas um dos zagueiros titulares para compor os três da zaga, sacando Makelele ou Amaral da meia cancha.

Cabe notar ainda que, na minha opinião, os jogadores destacados em negrito teriam plenas condições de atuar no time titular (alguns de fato já o fizeram) e só estão no banco pela forma vitoriosa como vem jogando o time atualmente considerado titular. Ou seja, não tem lugar no time atual, por melhor que sejam os reservas. Enfim, alguém arrisca dizer que esta escalação do Grêmio não tem condições de enfrentar o Internacional, 9º colocado, ou qualquer outro time do Brasileirão?