jump to navigation

Grêmio vence Veranópolis fevereiro 18, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , ,
add a comment

O Grêmio venceu o Veranópolis, por 4 a 2, há pouco no estádio Olímpico pelas quartas de final do Campeonato Gaúcho 2010. Com o resultado, o Tricolor se classifica para as semi finais para enfrentar o Inter de Santa Maria que venceu o São José mais cedo no Passo d’Areia.

O jogo no Olímpico confirma a invencibilidade Tricolor em casa há 44 jogos e, apesar da classificação, serve para indicar que o time ainda precisa de muitos ajustes no setor defensivo.

Primeiramente com Maurício que pode ser bom jogador para o grupo, mas deverá ser susbtituído por Rodrigo assim que o ex-são paulino tiver condições de jogo.

Contudo o problema mais complicado que o Grêmio enfrentará, enquanto Silas estiver no comando da casamata, chama-se Ferdinando. O volante de confiança do treinador tem fortes deficiências técnicas e prejudica visivelmente a estruturação defensiva da equipe. Só que o “pastor” não está enxergando.

Há pelo menos dois jogadores no plantel gremista que podem fazer a função de primeiro volante com muito mais qualidade que Ferdinando. Willian Magrão, retornando de lesão, é meu favorito. Mas há ainda o garoto Fernando das categorias de base e o próprio Túlio que, por pior que seja, é muito melhor que o ex-jogador do Avaí.

O lado bom da vitória

Apesar dos pontos a corrigir na defesa (exclua-se o frango do goleiro Victor que foi um acidente), o jogo também reafirma algumas potencialidades individuais da equipe Tricolor.

Antes de mais nada, a dupla de ataque merece todos os elogios. Jonas e Borges somam 14 gols na temporada. Uma marca impressionante. O Grêmio 2010 começa pelo ataque, sem dúvidas.

No meio, Douglas se reafirma. Leandro entrou bem, mas acho que este atleta pode render mais no ataque. Hugo entrou muito bem e, nos 5 minutos que ficou em campo, marcou o seu em uma jogada toda especial de Borges, mas com finalização de extrema qualidade e potência do meia.

Mário Fernandes é jogador diferenciado e coroa sua atuação com o terceiro gol da equipe em jogada individual do lateral improvisado.

Enfim, faz bem o Tricolor usando o Gauchão como forma de obter melhor entrosamento para o ano e os compromissos mais importantes que seguem. E o Grêmio, apesar das correções normais em um time em fase de estruturação, começa a apresentar uma equipe que tem tudo para brigar pelos títulos que disputar este ano. Por mais que alguns sabichões de plantão insistam em dizer que não.

Anúncios

É preciso manter a invencibilidade fevereiro 17, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , ,
add a comment

O Grêmio entra em campo esta noite no estádio Olímpico, contra o Veranópolis, colocando em jogo muito mais que apenas uma classificação para as semi-finais do Gauchão 2010.

Se vencer, o Tricolor chega a 44 jogos sem perder no Olímpico Monumental ficando a apenas 2 do recorde nacional de invencibilidade, pertencente ao rival do Beira-Rio.

O Inter ficou sem perder em casa por 46 jogos na primeira metade da década de 70. Na época, em Julho de 75, foi o próprio Grêmio quem quebrou a série colorada de 46 partidas sem perder no próprio estádio.

Para bater o recorde nacional (neste caso regional também), o Tricolor precisa vencer mais 4 partidas (incluindo a de hoje), chegando,assim, a inigualáveis 47 jogos sem perder em seus domínios.

Os grupos do Gauchão 2010 janeiro 29, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Durante o dia de ontem ouvi comentários, nas principais rádios de Porto Alegre, sobre as pontuações de cada grupo do Gauchão, destacando que o grupo do Inter tem exatamente o dobro de pontos que o do Grêmio. Até aí, tudo bem. São fatos da tabela no momento.

Após a quarta rodada do Gauchão 2010, o grupo 1, do Tricolor, soma 30 pontos, contra 60 do grupo do Colorado. O que, contudo, não é mencionado é que isso se deve ao fato de que as equipes da chave 2, contra as quais o time da Azenha tem jogado, são melhores que aquelas que o time do Beira Rio tem enfrentado.

Excluindo a dupla Grenal (que apresenta igualdade de pontos), as melhores equipes de todo o campeonato são do grupo do Inter (que jogam contra o Tricolor, dificultando muito mais as coisas para o time de Silas). São José, São Luiz e Veranópolis ainda estão invictos. Os dois primeiros com a mesma pontuação do Internacional, enquanto o VEC só não acumula a mesma pontuação porque já enfrentou (com bons empates fora de casa) os dois líderes da chave 1: Grêmio e Novo Hamburgo.

Do outro lado da tabela, apenas o Imortal segue invicto. O Anilado, em segundo atrás do Tricolor com sete pontos, estaria em 6º pelo critério de desempate na outra chave. Além disso, os três clubes que não venceram no campeonato estão no grupo 1, sendo que dois deles (Avenida e Porto Alegre) não somaram sequer um ponto contra os times do outro grupo.

Então, as insinuações de que o Inter tem patrolado os adversários, enquanto o Grêmio sofre para chegar à mesma pontuação, são não menos que ridículas e expõem a falta de conhecimento sobre futebol. Basta perguntar aos sabichões de plantão se o Colorado venceria, com a mesma facilidade que venceu o Juventude, clubes como o VEC, Santa Cruz e Caxias, por exemplo. Isto sem contar os outros dois que o Grêmio ainda não enfrentou e que certamente trarão dificuldades (São José e São Luiz).

Não há como afirmar (como ouvi de alguns) que o Inter chega com favoritismo ao clássico por que vem esbanjando bom futebol enquanto o Grêmio vem tendo dificuldades para chegar à mesma pontuação.

Mas o pior de tudo é vermos a fórmula do campeonato permitir este tipo de diferença injusta. É bem provável que na fase final não estejam os 8 melhores, como deveria ser, pois possivelmente os times mais bem formados sejam 6 da chave 1 (Inter, São José, São Luiz, VEC, Caxias e Santa Cruz) e apenas 2 do grupo 2 (Grêmio e Novo Hamburgo). Mas pelo regulamento serão 4 de cada lado. É preciso repensar a estrutura do Gauchão para os próximos anos.

Empate amargo no Olímpico janeiro 25, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , ,
add a comment

O Grêmio empatou ontem, em casa, com o Veranópolis em 1 a 1. O time do técnico Silas começou novamente perdendo. Desta vez, contudo, a equipe não conseguiu virar o jogo. Apenas buscou o empate e, por pouco, não perdeu a invencibilidade que mantém no Estádio Olímpico.

Tudo bem que o time está em início de temporada, mas o que assusta a torcida Tricolor são as falhas da defesa que, teoricamente, já estaria entrosada desde o ano passado com Rafael Marques e Réver. O Grêmio já levou 5 gols em apenas 3 jogos, todos contra equipes de menor força, comparadas com os adversários de Copa do Brasil e Brasileirão.

Sem dúvidas, há muito para o técnico Silas fazer principalmente com esta defesa que, até agora, mais parece um queijo suíço.  O comandante Tricolor precisa fazer os meias e atacantes compactarem mais o meio de campo para evitar surpresas desagradáveis no decorrer da temporada. De qualquer forma, o plantel do Grêmio 2010 é, sem dúvidas, um dos melhores do país, pelo menos no papel.

Justamente por esta constatação, não posso concordar com certo cronista que demonstra todo seu desconhecimento sobre o tema ao afirmar, peremptoriamente, que este time do Grêmio não vai dar certo. Comentário mais colorado que este, impossível, afinal, é não há como fazer um time reestruturado  “voar” em apenas 3 jogos.

Gurizada em campo fevereiro 4, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

O Grêmio de Celso Roth entra em campo hoje à noite contra o Veranópolis com apenas um titular: o goleiro Victor. Além de reservas considerados de luxo como Orteman, Makelele e Reinaldo, o Tricolor leva a campo uma legião de garotos com menos de 20 anos, todos babando por uma chance.

O atacante Rafael Martins, destaque na Copinha de 2008 briga por uma vaga no grupo principal. Assim como Roberson, colega de posição, também de 19 anos. Adílson é, dos garotos o mais tarimbado, pois já participou do grupo principal em várias ocasiões. Já o mais novo é o zagueiro Saimon. O ex-pivô de futsal tem apenas 17 anos.

O time que enfrenta o VEC conta ainda, de acordo com o Bola de Prata da Placar, com o segundo melhor lateral esquerdo do Campeonato Brasileiro 2008, Jadilson. O jogador, ex-Cruzeiro, deve inclusive assumir a titularidade para a Libertadores, sendo reserva apenas no momento pela melhor condição física de Fábio Santos.

Enfim, apesar da quase total ausência de titulares, o Grêmio tem tudo para fazer uma boa apresentação contra o VEC e, com isso, confirmar alguns nomes para compor o grupo da Libertadores da América.

A revanche colorada com Nilmar janeiro 25, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , ,
add a comment

Apesar da comissão técnica e alguns jogadores negarem o clima de revanche por causa da desclassificação do Gauchão 2007, a vitória do Internacional sobre o Veranópolis, por 2 a 0, teve gosto de vingança para a torcida. Pra quem não lembra, o Colorado foi desclassificado, pelo time da Serra no ano passado, levando gol aos 45 do segundo tempo.

nilmar-e-ramon.jpgNa vitória colorada o melhor foi Nilmar (foto com Ramon). Sua movimentação, toque diferenciado e participação constante na armação fizeram a diferença, tanto que o primeiro gol veio de uma jogada individual dele e cruzamento para o cabeceio de Iarley. Apesar das dificuldades encontradas em alguns momentos do jogo, o centroavante mostrou porque é candidato a destaque do campeonato. Ramon foi outro que apareceu bem na partida, marcando o segundo gol colorado.

O único porém nisso tudo é que, à medida em que o jovem Nilmar se destaca novamente, aumentam consideravelmente as chances de propostas do exterior na janela do meio do ano. Acredito que, demonstrando em campo toda a qualidade que tem, dificilmente o jogador ficará até o final do ano no Beira-Rio. Nesse meio tempo, o Inter precisa saber aproveitar bem o centroavante e seu futebol.