jump to navigation

O primeiro de muitos março 10, 2011

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Desde os tempos de Renato Gaúcho como jogador, o Grêmio aprendeu a vencer enfrentando as mais complexas adversidades. Tais conquistas renderam ao clube a alcunha de Imortal Tricolor. Foi assim em Tóquio, em 1983, e não seria diferente no primeiro título de Portaluppi como técnico do clube que o revelou para o mundo. O primeiro de muitos, tudo indica.

Ontem, após a vitória suada nos pênaltis contra o Caxias pela final da Taça Piratini (primeiro turno do Campeonato Gaúcho 2011), Renato experimentou sua primeira conquista como treinador do seu time do coração, seguindo a mais sofrida das tradições tricolores.

O Grêmio perdia por 2 a 0 quando o técnico gremista,  ainda no primeiro tempo, sacou Carlos Alberto do time e colocou Bruno Colaço em seu lugar, para dar mais consistência defensiva pelo lado esquerdo. Deu certo.

Antes mesmo do intervalo, como efeito da mudança promovida por Renato Gaúcho, o Tricolor descontou com uma das apostas do próprio técnico para a decisão: Willian Magrão, que havia iniciado a partida no lugar de Lúcio, marcou de fora da área em chute indefensável mesmo para o bom goleiro André Sangalli.

Mas o sofrimento perduraria por todo o segundo tempo e boa parte dos 8 minutos de descontos (6 minutos propostos incialmente, mais 2 por cera técnica já dentro dos descontos). O gol de empate do Grêmio veio apenas aos 50 minutos do segundo tempo, com Rafael Marques.

A decisão da Taça Piratini (primeiro turno do Gauchão 2011) foi então para os pênaltis, e o Grêmio conquistou o primeiro caneco sob o comando de Renato Portaluppi, graças às duas defesas de Victor, o goleiro gremista e da Seleção Brasileira. É o Imortal Tricolor fazendo história novamente.

Anúncios

Nem tudo é ataque com Renato dezembro 6, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , ,
add a comment

Seria uma injustiça tremenda falar apenas dos números do ataque na impressionante campanha do segundo turno do Grêmio de Renato Gaúcho, sem fazer menção à segurança conquistada pela defesa por ele organizada. Por isso encerro esta série de posts em homenagem à campanha de Renato, com este post.

Analisando apenas o segundo turno, encontramos consistência defensiva e apenas duas raras derrotas. A primeira, quase inexplicável, por 2 a 1, em casa, para o Palmeiras no dia 15 de setembro. Bem no dia da festa de aniversário do clube, estragada por Felipão. A outra derrota do time de Renato no returno foi para o campeão Fluminense, por 2 a 0, no Rio de Janeiro em 28 de outubro. E foi isso.

Durante todo o segundo turno, além das duas únicas derrotas mencionadas acima, o Grêmio empatou quatro, e venceu 13 partidas, contabilizando um total de 17 vitórias ao final do campeonato. Sim, depois de conquistar míseras 4 vitórias no primeiro turno, consegue a excelente marca de 12 no returno.

E as vitórias não são mérito apenas do ataque, é bom que se diga. A defesa gremista também trabalhou de forma exemplar na reta final do Brasileirão.

Durante todo o mês de novembro (mais a última rodada, que ocorreu já em Dezembro), foram seis jogos, sendo cinco vitórias e um empate. E além do time não perder, as redes do goleiro Victor, titular da seleção de Mano Menezes, balançaram apenas duas vezes nestes seis compromissos (um gol do Ceará na goleada por 5 a 1 e o outro do Atlético PR na vitória por 3 a 1).

Mas o excelente goleiro gremista não é o único responsável pelo excelente desempenho da defesa nesta reta final. Com Paulão, o Grêmio voltou a ter um xerifão na zaga, fazendo o que zagueiro tem que fazer: afastar o perigo. Além disso, a defesa (e o ataque também) conta agora com Gabriel, lateral direito de muita qualidade, e Rochemback, que foi recuperado pelo técnico, dando consistência ao miolo defensivo do time.

Enfim, como podemos ver neste post, nem tudo é ataque no time de Renato Gaúcho.

O show da seleção de Mano agosto 10, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Finalmente. Depois do sofrimento que foi torcer para a seleção defensiva e sem habilidade de Dunga durante a Copa do Mundo, os brasileiros puderam se deleitar com a qualidade técnica e ofensividade da turma escolhida pelo técnico Mano Menezes.

O Brasil ganhou por 2 a 0 dos Estados Unidos em New Jersey e deu um show de belos lances, podendo ter marcado pelo menos mais dois gols em bolas que bateram na trave, além de várias belas jogadas que, por pouco, não acabaram em gol.

O primeiro gol da partida foi marcado pelo estreante Neymar, de cabeça, em cruzamento de André Santos, outro que deveria ter ido à África do Sul no lugar dos fracos laterais esquerdos de Dunga.

Pato fez o segundo em grande bola enfiada, com perfeição, por Ramires. O centroavante da nova era da seleção brasileira precisou apenas driblar, sem dificuldades, o goleiro Tim Howard para marcar o segundo gol da Era Mano na seleção brasileira.

Ganso deu elástico e botou bola na trave. Lucas melhorou a saída de bola da equipe, dando qualidade no primeiro passe do meio campo. Robinho deu experiência ao grupo e também carimbou o poste. Apesar de pouco exigido, Victor é garantia de qualidade e segurança no gol brasileiro. Enfim, as renovações foram plenamente aprovadas no primeiro desafio da Era Mano.

E o melhor de tudo é o que falou Mano ao final da partida. A maior parte do que ocorreu hoje deve-se ao talento dos jovens jogadores. O importante foi reforçar a ideia de que o Brasil precisa honrar sua tradição e jogar sempre para frente. Segundo o técnico, com mais organização e treinamento, os garotos poderão mostrar ainda mais todo seu brilho.

Valeu Mano. Agora podemos ver novamente o Brasil jogando como deve jogar sempre. De forma ofensiva, sempre em direção ao gol adversário, preocupando todo e qualquer adversário com seus abusos de qualidade. Voltou a ser fácil torcer para a seleção!

Desfalques contra o Fluminense maio 3, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

O técnico Silas acabou de comemorar seu primeiro título pelo Grêmio e já começa a quebrar a cabeça para montar o time que entrará em campo contra o Fluminense pela Copa do Brasil nesta quarta-feira.

As suspensões de Edilson e Willian Magrão (ambos levaram o terceiro cartão amarelo), e Rodrigo (expulso no Maracanã) levam o técnico gremista a estudar as possibilidades de reposição.

Com o provável retorno de Mário Fernandes na defesa, o zagueiro Ozéia, que jogou o Grenal, deverá substituir Rodrigo. No meio, Fábio Rochemback é o favorito à vaga de Willian Magrão.

A maior dúvida reside na lateral direita. Ainda assim, a entrada de Joilson na segunda etapa do clássico, no lugar de Neuton, pode indicar que ele seja o substituto de Edilson.

Assim, a mais provável escalação do Grêmio para o jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil contra o Fluminense no Olímpico será: Victor; Joilson, Mário Fernandes, Ozéia e Neuton; Adilson, Fábio Rochemback, Hugo (Leandro) e Douglas; Jonas e Borges.

Grêmio avança na Copa do Brasil abril 21, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , ,
add a comment

Com as dificuldades impostas pelo Avaí na Ressacada, o Grêmio perdeu por 3 a 2 mas, mesmo assim, garantiu a classificação para as quartas de final da Copa do Brasil 2010. No jogo de ida, no Olímpico o Tricolor havia vencido por 3 a 1.

Com a classificação, o time do técnico Silas aguarda o vencedor entre Fluminense e Portuguesa, possivelmente os cariocas que derrotaram os paulistas no Canindé no jogo de ida e defendem a classificação no Rio.

Foi um excelente jogo. Aberto, com várias chances de gol de ambos os lados, principalmente no segundo tempo. Na primeira etapa o goleiro Victor salvou o Grêmio de ir para o vestiário perdendo por 3 a 0, com dois milagres.

Na verdade, não está errado quem afirma que o goleiro Victor deu a classificação ao Tricolor. Afinal, o capitão gremista operou dois milagres e evitou o que seria um placar de 5 a 2, suficiente para classificar os catarinenses.

Apesar de ainda achar pouco para quem almeja ser penta da Copa do Brasil, acho que o time pode estar no caminho. É preciso que Silas corrija as falhas de marcação dos laterais e dos volantes. Enfrentar um Santos completo na Vila da mesma forma que o Grêmio encarou o Avaí, hoje, é suicídio.

De qualquer forma, ainda que com derrota, a classificação às quartas deve ser comemorada.

Com time misto, outra virada janeiro 28, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

O Grêmio conseguiu outra vitória de virada no Campeonato Gaúcho. Foi contra o Santa Cruz, nos Plátanos, por 2 a 1. Tudo bem que era o time misto do técnico Silas e que o meio campo estava completamente desfigurado, composto apenas por reservas. Mas esta foi a quarta vez, em quatro jogos, que o Tricolor saiu perdendo. Algo precisa ser feito, pois com times mais fortes a virada talvez não seja viável.

De qualquer forma, sou daqueles que procura sempre ver o melhor lado de tudo. Creio, portanto, que o jogo de ontem tenha servido para o técnico Silas por vários motivos, que exponho abaixo.

1) A primeira grande constatação (por mim já teria sido feita há mais tempo) é que Lúcio está em muito melhor fase que Fábio Santos. Este último nem apoia, nem defende bem. Enquanto o lateral esquerdo (ex-Hertha Berlin) entra no segundo tempo esquentando as coisas na frente e criando várias possibilidades de ataque pela esquerda. Além disso, não deve muito para Fábio Santos no setor defensivo. Infelizmente, Silas ainda não está convencido disso.

2) Jonas e Borges confirmam que são atacantes de primeira linha e, mesmo em situações adversas como ontem, quando a bola praticamente não chegava até eles por falta de ligação qualificada no meio campo, os dois mantém até o final do jogo a esperança Tricolor de gols. Jonas já tem 4 (um por jogo) e o ex-são paulino 3 gols marcados pelo Campeonato Gaúcho. Difícil será achar lugar no time titular para Leandro.

3) Mário Fernandes apenas confirma o que já se sabia do ano passado. É excelente jogador e pode tanto atuar na lateral, como na zaga. Como é bom apoiador tem tudo para se firmar na lateral direita, posição deficitária no Brasil. Pode, contudo, atuar em sua posição de origem, com a utilização de Souza pela ala direita, conforme Silas já cogitou para poder colocar o meia em campo junto com Hugo e Douglas.

4) Por falar em lateral direito, uma das melhores “descobertas” do jogo de ontem foi Joílson. O jogador esteve fora dos planos e nem participou da pré temporada em Bento. Ontem, contudo, mostrou que pode ser útil no grupo gremista, ainda que como reserva de Mário Fernandes ou Souza. Deve ser reintegrado prontamente.

5) Mithyuê confirmou a habilidade que fez o Grêmio apostar na jovem revelação do Futsal. Entrou no segundo tempo no lugar de Maylson e melhorou a ligação do meio com o ataque. Contudo, acho importante lembrar que Maylson é excelente jogador e que estava jogando fora de posição, pois é segundo volante e jogou de meia armador. Em sua posição de origem, na minha opinião, formaria a dupla de volantes com Willian Magrão no time titular.

Enfim, apesar das mudanças necessárias no setor defensivo para evitar que o time saia perdendo em todos os jogos, vejo o plantel do Grêmio em 2010 com boas chances de engrenar e chegar forte na briga por todos os títulos que disputar.

E, como domingo é dia de Grenal, aproveito para tentar esboçar o time do técnico Silas para o primeiro clássico do ano em duas possibilidades de formação: 3-5-2 ou 4-4-2.

No 3-5-2, a mais provável escalação seria: Victor; Mário Fernandes, Rafael Marques e Maurício; Souza (Joílson), Adilson, Hugo (ou um segundo volante), Douglas e Lúcio; Jonas e Borges.

Já no 4-4-2, minha opção seria: Victor; Mário Fernandes, Rafael Marques, Maurício e Lúcio; Adilson, Maylson (Fernando), Souza e Douglas (Hugo); Jonas e Borges.

E você, torcedor gremista, qual sua sugestão de escalação para o clássico deste domingo?

O esboço do Grêmio para 2010 janeiro 11, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

O Gêmio realizou o primeiro coletivo da temporada 2010 com boas indicações do que virá a ser a equipe titular do clube para a disputa da Copa do Brasil. O técnico Silas começa o ano indicando um 4-4-2 tradicional com dois volantes, dois meias e dois atacantes. Borges foi o destaque no ataque Tricolor.

A formação titular teve alguns revezamentos, mas tudo indica que o time do Grêmio para o início do Gauchão e Copa do Brasil seja: Victor, Mário Fernandes, Maurício (Rafa Marques), Réver e Fábio Santos; Ferdinando (Túlio), Adilson (Rochemback), Hugo e Souza; Leandro e Borges.

O Tricolor segue na busca de um lateral direito e, talvez, um meia. Silas deverá contar ainda com um banco de qualidade, pois além dos que estão entre parenteses acima, na reserva, o Grêmio 2010 contará com Jonas, Maylson, Mithyuê, Willian Magrão e Lúcio.

Possivelmente a vinda de um bom lateral direito e a concretização da especulação acerca do empréstimo de Douglas (ex-Corinthians) podem incendiar a disputa por uma vaga em dois setores no Grêmio 2010.

A zaga, com o retorno de Mário Fernandes para a função de origem pela contratação de um lateral de ofício, ficaria com 4 bons zagueiros (Réver, Maurício, Rafa Marques e o próprio Mário) brigando por duas vagas.

No meio, repito, caso concretizem o empréstimo de Douglas, Silas teria de optar por deixar um dos três (Hugo, Souza e Douglas) de fora, acirrando ainda mais a disputa que tem hoje apenas os jovens Mithyuê e Maylson.

As escolhas de Paulo Autuori agosto 18, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Desculpem a ausência. Acabei ficando uma semana sem publicar e perdendo de comentar algumas coisas basntante interessantes. Confesso que a derrota do Tricolor para o Barueri, principalmente depois do bom empate no Palestra Itália contra o líder Palmeiras, foi uma surpresa e tanto.

Mas além desta derrota na semana passada, que deixou o Grêmio sem vitória fora de casa no primeiro turno, alguns acontecimentos deste último final de semana no Tricolor merecem destaque.

A lateral esquerda

Não consigo entender o que acontece entre o técnico Paulo Autuori e o lateral esquerdo Jadílson. Comentei em meu último posto que a lesão de Fábio Santos daria a ele o que deveria ser de direito. Afinal tem um perfil de lateral mais ofensivo, o que para o Grêmio, jogando com 4 zagueiros – 2 centrais nas posições de zagueiro mesmo, mais um como volante (Réver) e outro como lateral (direito) – é o mais adequado para não retrancar o time e matar a jogada aguda pela lateral.

No jogo contra o Flamengo, por exemplo, o primeiro gol saiu dos pés dele para o cabeceio de Perea. Claro que, com Jadílson subindo, o lado esquerdo precisa de cobertura. Foi justamente o que faltou e as jogadas mais perigosas do Flamengo, exceto a do gol que veio pelo lado direito defensivo do Grêmio, ocorreram pelo lado esquerdo, às costas do lateral.

Só que, ao invés de corrigir o posicionamento do “volante-zagueiro” Réver ou de um dos zagueiros para cobrir o lateral quando este sobe, o técnico Paulo Autuori preferiu tirar Jadílson para colocar o jovem Bruno Collaço. Que também é um bom lateral esquerdo. Pelo menos parece ser melhor que Fábio Santos.

Mas não posso concordar com a atitude do técnico, que com a substituição no intervalo e a já confirmação da manutenção de Bruno na titularidade até o retorno de Fábio, acabou transferindo para Jadilson toda a culpa pelos espaços  nos contra-ataques do Flamengo pelo lado esquerdo do Grêmio. Não é justo para quem precisa de pelo menos um lateral ofensivo. Agora, novamente, o atleta não passará do banco e deverá mesmo deixar o clube em breve. Com toda a razão.

A lateral direita

Não acho que Mário Fernandes seja ruim, mas é mais zagueiro que lateral cruzador, por exemplo. Além disso Joílson entra sempre muito melhor que o jovem das categorias de base. É uma insistência de Autuori improvisar zagueiros de origem na lateral. Antes de Mário era o Thiego, este último muito fraco na posição.

Enquanto isso, o ex-são paulino Joílson segue esquentando o banco para estes garotos cumprirem funções claramente mais defensivas na mesma lateral que um dia já teve Arce. E o paraguaio é um excelente exemplo dos tempos em que o técnico gremista (na ocasião Luiz Felipe Scolari) acreditava no poder ofensivo dos laterais.

Vale o raciocíno utilizado no comentário sobre a lateral esquerda. Ou seja, se de um lado a opção é por alguém mais defensivo, como Fábio Santos ou Bruno Collaço, o outro lado deveria vir com alguém de vocação mais ofensiva, como Joílson e não os zagueiros improvisados copiando a idéia do Inter com Bolivar.

O meio campo

Também incompreensível que, jogando em casa, o técnico opte por jogar com três volantes, sendo que o primeiro é de fato zagueiro. Isso mesmo tendo um outro defensor na lateral direita e com Maylson no banco.

Tudo bem que Souza e Tcheco estavam fora contra o Flamengo, mas na minha opinião, o time estaria muito melhor escalado da seguinte forma: Victor, Joílson, Réver, Leo e Jadílson; Túlio, Adilson, Maylson e Douglas Costa, Jonas e Perea.

As escolhas de Autuori dão até margem para piadas sem graça. Como uma que recentemente ouvi que diz que o problema é que o técnico gremista tem medo de confundir os muitos “ilsons” do time, Jadílson, Joílson, Maylson, e opta por deixar apenas o Adilson como titular. Curiosamente, para mim, o mais fraquinho dos “ilsons” do Grêmio.

Maxi López

Espero que a direção acorde e mantenha, custe o que custar, o melhor centrovante que o Grêmio teve nos últimos tempos. Arrisco a dizer que desde Jardel o Tricolor não tem um matador da estirpe de Maxi. Ainda sonho em ver o time titular jogando com Perea (17 gols ano passado sem bater nenhum pênalti) e Maxi López.

Não precisamos gastar dinheiro no Leandro. Utilizem esta verba para ajudar a manter o argentino que é a cara do Grêmio. Espero que alguém na cúpula gremista seja suficientemente esperto para ver que o mercado não dispõe de um atacante do nível do atual camisa 9 gremista.

O mesmo vale para o goleiro de ouro, Victor. Louco aquele que pensar, ainda que por um breve instante, em vender o arqueiro que pode finalmente substituir o posto de Danrlei no gol e nas graças da torcida Tricolor.

Liberem Victor, por favor maio 21, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , ,
1 comment so far

A convocação do goleiro Victor, do Grêmio, não poderia ter vindo em pior hora. Se o Grêmio não conseguir a liberação do atleta da Copa das Confederações, jogará as Semi Finais da Libertadores, caso passe pelo Caracas, com o goleiro reserva.

Uma temeridade, principalmente se considerarmos que o Grêmio sofreu apenas um gol em toda a competição até agora. Muito disso, graças ao excelente goleiro gremista. O Tricolor não pode ser prejudicado agora.

Claro que todos no Grêmio sentem-se lisonjeados e felizes pela convocação do jovem goleiro, mas convenhamos, Dunga, justo agora? Por respeito ao clube que, junto com outros, representa o futebol brasileiro na Libertadores, liberem Victor, pelo menos, da Copa das Confederações.

A espetacular campanha do Grêmio abril 28, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,
4 comments

Simplesmente o melhor de todos na Libertadores da América 2009. A melhor campanha, o melhor ataque, a melhor defesa, a melhor torcida. Impressionante. Isso que no início da competição cronistas do centro do país, como sempre, não davam uma moeda furada pelo Tricolor.

Na partida que confirmou a melhor campanha de toda a Libertadores para o Grêmio, a equipe mostrou, no primeiro tempo, bom toque de bola e criação de várias oportunidades, convertendo 3 delas, contra nenhuma do Boyacá Chicó. O volume de jogo do time foi parecido com o da partida de estreia contra o Universidad do Cile, porém, desta vez, fazendo os gols que naquela ocasião não vieram.

Por falar em gols, na primeira fase o Grêmio fez 11 e levou apenas 1. Isso porque Victor, o melhor goleiro em atuação no Brasil desde o ano passado no Brasileirão, defendeu um pênalti no início do segundo tempo contra o Boyacá. E há que se dizer, Marcelo Rospide também merece créditos pela campanha. Mantém-se há 3 partidas pela Libertadores com 100% de aproveitamento.

O único porém da partida foram os dois Grêmios que vi. O do primeiro tempo, muito afim de jogo, com toques de qualidade e garra de Maxi, muita habilidade de Souza, autor de dois gols, entrosamento e vibração. O do segundo tempo um time sonolento sem vontade e dando mais espaços. Tudo bem que depois de meter 3 na primeira etapa, é normal uma queda, mas não tão grande.

Buenas, esqueçamos os poréns, agora é mata-mata. Temos a ENORME vantagem de trazer todos os quatro jogos de volta, se formos até a final, para o Olímpico Monumental. Bela abertura da caminhada rumo ao TRI. Agora é só esperar a definição do adversário das oitavas, assim como as possibilidades de cruzamento posterior. Saudações Tricolores a todos.

Gurizada em campo fevereiro 4, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

O Grêmio de Celso Roth entra em campo hoje à noite contra o Veranópolis com apenas um titular: o goleiro Victor. Além de reservas considerados de luxo como Orteman, Makelele e Reinaldo, o Tricolor leva a campo uma legião de garotos com menos de 20 anos, todos babando por uma chance.

O atacante Rafael Martins, destaque na Copinha de 2008 briga por uma vaga no grupo principal. Assim como Roberson, colega de posição, também de 19 anos. Adílson é, dos garotos o mais tarimbado, pois já participou do grupo principal em várias ocasiões. Já o mais novo é o zagueiro Saimon. O ex-pivô de futsal tem apenas 17 anos.

O time que enfrenta o VEC conta ainda, de acordo com o Bola de Prata da Placar, com o segundo melhor lateral esquerdo do Campeonato Brasileiro 2008, Jadilson. O jogador, ex-Cruzeiro, deve inclusive assumir a titularidade para a Libertadores, sendo reserva apenas no momento pela melhor condição física de Fábio Santos.

Enfim, apesar da quase total ausência de titulares, o Grêmio tem tudo para fazer uma boa apresentação contra o VEC e, com isso, confirmar alguns nomes para compor o grupo da Libertadores da América.

Tricolor vence mais uma e lidera agosto 3, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , ,
add a comment

O Tricolor Gaúcho venceu mais uma e continua cada vez mais líder após a 17ª rodada do Brasileirão. A força do Grêmio tem se mostrado assustadora para os adversários neste Campeonato Brasileiro de 2008. Hoje foi a vez do Vitória da Bahia experimentá-la em Porto Alegre, com 40 mil torcedores no estádio Olímpico.

Foi uma partida eletrizante com jogadas ofensivas e defensivas de altíssima qualidade e intensidade de ambos os lados. Com a vitória por 2 a 0, o Grêmio chega a impressionantes 35 pontos e números dignos de um campeão: mais de 68% de aproveitamento, 18 gols de saldo, a melhor defesa (12 gols) e o melhor ataque (30 gols) do Brasileirão 2008.

Alguns personagens têm sido cada vez mais decisivos na campanha espetacular do Tricolor. O goleiro Victor, por exemplo, foi decisivo e protagonizou uma das jogadas mais importantes do jogo, em uma defesa praticamente impossível ao final do primeiro tempo. O capitão Tcheco, com sua habilidade e visão de jogo diferenciadas, também tem feito toda a diferença na distribuição de jogo no meio campo gremista.

Celso Roth é outro que conquista definitivamente a torcida e faz do Grêmio o time mais temido do campeonato, não apenas pela pontuação e liderança, mas pela postura e entrega em campo.

Enfim, é uma campanha impressionante que orgulha os gremistas de todo o Brasil. Agora o Grêmio enfrenta o Ipatinga, na quarta-feira, no estádio Olímpico, em busca de mais 3 pontos e da consolidação da liderança.

Grêmio é o novo líder do Brasileirão julho 24, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
2 comments

O Grêmio esmagou o Figueirense e, finalmente, quebrou a escrita de 6 anos de derrotas para o time catarinense no Orlando Scarpelli. Com a incrível goleada por 7 a 1, aliada ao empate de ontem do Flamengo com a Portuguesa, o Tricolor Gaúcho assume a liderança do Brasileirão na 14ª rodada, confirmando a espetacular campanha com a maior goleada, a melhor defesa e o segundo melhor ataque do campeonato.

Para coroar a vitória do Grêmio, a noite foi dos atacantes. O centroavante Perea desencantou, foi um dos melhores em campo e marcou três dos sete gols gaúchos na partida, reforçando sua posição de principal goleador do time na temporada, com 14 gols. Reinaldo também marcou três e Marcel balançou as redes uma vez. 

Além da liderança do campeonato, o Grêmio abre 4 pontos de diferença para o primeiro não classificado à Libertadores 2009 e assume, definitivamente, uma das posições na briga pelo título de Campeão do Brasileirão 2008.

No próximo domingo o Tricolor pega o Palmeiras, de Wanderlei Luxemburgo, adversário direto na briga pelas primeiras posições. O jogo, no estádio Olímpico, poderá consolidar ainda mais a situação Gremista na ponta do Brasileiro.