jump to navigation

O técnico do Grêmio para 2012 novembro 30, 2011

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

A melhor notícia da semana para a grande maioria dos gremistas foi a decisão de não renovar o contrato de Celso Juarez Roth para comandar a casamata gremista em 2012.

Entretanto, como os melhores técnicos, os de currículo mais vitorioso, estão empregados, a tarefa do Grêmio, de escolher um bom treinador para o ano que vem, não será nada fácil e dificilmente terá unanimidade na torcida.

Confesso, por exemplo, que nenhum dos nomes aventados até agora me agrada. Eu sou um dos que apostaria em Marcelo Rospide, o mesmo Roger, como forma de criarmos um novo Felipão, Tite ou Mano.

Não podemos esquecer que estes três treinadores, que mencionei no final do parágrafo anterior, estão entre os melhores do país, hoje, e todos foram lançados para o Mundo pelo Grêmio. Mas para que isso acontecesse, foi preciso um dirigente de visão que, na época, optasse por eles em detrimento dos nomes conhecidos de sempre.

Então, reitero que seria muito melhor apostar em alguém de potencial, como Roger ou Marcelo Rospide, que conhecem bem o clube e sua filosofia, do que apostar em figuras como Luxa, Oswaldo Oliveira, Nelsinho Baptista, etc.

Na verdade, dos que foram mencionados, o único que, apesar de eu não gostar muito, pode vir a dar certo no Grêmio é Caio Jr. O ex-técnico do Botafogo não tem nenhum título de expressão como treinador, mas conhece o estilo de jogo do Grêmio, de pegada e futebol raçudo. E, acima de tudo, nao é retranqueiro.

No caso do Grêmio 2012 isso é essencial! De nada adiante o clube ter excelentes jogadores de ataque no elenco, como Miralles e Kleber (além do garoto Leandro), se o técnico for burro e insistir com um 4-5-1 recheado de volantes. O Tricolor Gaúcho precisa voltar à tradição gremista de dois atacantes. Miralles (Leandro) para dar velocidade pelos lados e Kleber (André Lima) para empurrar a bola pra dentro como ele sabe fazer.

Enfim, espero que a contratação do novo técnico do Grêmio seja bem pensada, pois agora, diferente do que ocorreu em outros momentos, o clube tem tempo de sobra para pensar bem e analisar todas as possibilidades antes de assinar com alguém que não tenha identificação nenhuma com o clube e que venha treinar o Grêmio apenas pelo dinheiro.

Anúncios

O Flamengo é Campeão Brasileiro dezembro 7, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , ,
1 comment so far

Apesar dos esforços do Grêmio, ainda que contra a torcida,  para evitar a festa no Maracanã, o Flamengo conseguiu a virada em cima do time de Marcelo Rospide, confirmando a horrível campanha do Tricolor fora de casa no Brasileirão 2009, e conquistou o título de Campeão Brasileiro depois de 17 anos de jejum. E o pior é que, confesso, cheguei a temer pelo empate que, combinado com a goleada do Inter sobre o Santo André, daria o título ao Internacional.

O que impressiona nisso tudo é que mesmo o Grêmio tendo jogado forte como jogou, há colorados que continuam tentando justificar o fracasso do Inter no ano, com a derrota de ontem do Tricolor no Maracanã. Houve até um vídeo postado no You Tube que sugeria que Bergson, ao entrar no lugar de Roberson, aos 25 do segundo tempo, pedia aos colegas para não chutar a gol.

Na verdade, o garoto, estreante no Maracanã, se viu obrigado a dar entrevistas explicando que o que falou ao entrar era exatamente o que o Rospide o pedira para dizer a respeito da manutenção da estrutura tática. Segundo ele, sua fala era: “continua a mesma coisa”, no sentido de que ele entraria para fazer o mesmo que Roberson e nada mais mudaria no esquema tático.

Não posso aceitar que mesmo com a dedicação gremista de ontem, que chegou a render uma pressão de alguns marginais de torcidas organizadas na chegada ao aeroporto Salgado Filho, torcedores do Internacional tentem desonrar os gremistas que, contra sua torcida, lutaram como se a vitória não pudesse dar o tetra a seu maior rival.

E quero que fique bem claro que eu, particularmente, pelo que o Inter fez ano passado contra o São Paulo quando o Grêmio disputava o título com o time paulista e o time de Tite foi ao Morumbi com os reservas para levar 3 a 0, achava que o Tricolor não deveria ter jogado tão forte como fez ontem contra o Flamengo, assustando sua torcida com a possibilidade de título para o Inter. Mas já que o fez, não posso aceitar que colorados, que perderam no Maracanã para o mesmo Flamengo no primeiro turno por 4 a 0, venham dizer que a derrota em 2 a 1 de virada foi entregue.

Está na hora do Internacional olhar mais para seus problemas e dificuldades e parar de procurar culpados por coisas cujos culpados são eles mesmos.

Silas, o novo técnico do Grêmio dezembro 1, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , ,
add a comment

Tudo indica mesmo que Silas será o comandante Tricolor em 2010. Lamentável que não tenham dado chance a Marcelo Rospide. Confesso que, apesar do que se comentava, eu ainda tinha esperança em um lampejo de inteligência dos dirigente gremistas que garantisse a efetivação de Rospide. Não ocorreu. Posso, e espero, morder a língua, mas tenho a impressão que Silas não é o técnico que o Grêmio precisa para 2010. 

Para citar apenas alguns pontos que depoem contra o ex-técnico do Avaí para assumir como treinador do Tricolor: não é gaúcho e além disso, Silas tem em seu currículo apenas a classificação do Avaí da série B para a A ao final de 2008 e uma razoável campanha com o time de Florianópolis na série A em 2009.

De qualquer forma, pelo menos o discurso do novo técnico do Grêmio em entrevista hoje, enquanto embarcava para um curso na Espanha, é o de que sua missão será resgatar o jeito guerreiro do Tricolor jogar. E isso é, sem dúvidas, um bom começo. Se além desta disposição do novo treinador, o clube trouxer o preparador Paulo Paixão, e os jogadores Hugo, Leandro (ou Borges), Tinga e mais um bom lateral esquerdo, o ano de 2010 tem tudo para ser bem melhor na Azenha do que 2009.

Marcelo Rospide é melhor opção novembro 26, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Vendo pela segunda vez no ano a novela da contratação de um novo técnico do Grêmio, confesso que fico impressionado com a falta de tato e percepção dos dirigentes gremistas. Duda Kroeff não tem pulso. É mera figura decorativa na presidência. E para piorar, deixa tudo nas mãos do incompetente Luiz Onofre Meira.

Mas não é só a incompetência da direção que impressiona, sua soberba também. Pela segunda vez no mesmo ano a direção do clube insiste em não ouvir seu maior patrimônio: a torcida do Grêmio. São os torcedores, sócios ou não, que mantém o clube vivo. E mesmo assim, na hora de escolher o novo técnico, a diretoria do Tricolor não atende aos pedidos de seus torcedores.

E não estou falando de pedidos inviáveis como seria Felipão, por exemplo. Estou falando da opção mais simples e barata para o clube no momento. E, ainda assim, a opção com maior probabilidade de dar certo. Marcelo Rospide está pronto e mostrou isso nos dois momentos em que teve a chance como interino.

É gaúcho, gremista e, acima de tudo, conhece o time como poucos. Fala claramente sobre suas ideias acerca do futebol, de esquemas e ainda exerce forte liderança sobre os jogadores que, sob seu comando, jogam mais parecido com o Grêmio aguerrido que sempre conheci.

Basta ver que com Autuori o time não conseguia, por exemplo, nem mesmo empatar com Santo André, fora de casa. Com Rospide o time foi a Minas e barrou o Cruzeiro, que briga por vaga na Libertadores, arrancando um empate impensável com o ex-treinador figurão. Mesmo assim, Meira e Kroeff insistem em procurar alternativas mais caras, de fora e antipáticas para a torcida.

O único treinador, dentre os cogitados, que a torcida aceitaria bem seria Adilson Batista, mas este preferiu aceitar a renovação com o Cruzeiro. Qualquer um entre Dorival Jr., Silas e, o pior de todos, Nelsinho Batista será recebido em um clima de total desconfiança que não permitirá o desenvolvimento de um bom trabalho.

Parece mesmo que os dirigentes tricolores esqueceram da torcida, do passado e da história do clube que dirigem. Como o próprio Tcheco vislumbrou, Marcelo Rospide poderia vir a ser nosso novo Felipão, Tite ou Mano. Mas para os incompetentes desta direção, ele ainda não está pronto. Talvez não estivesse na primeira vez que foi interino. Agora está. Enquanto isso o ex-interino do Flamengo e prata da casa, Andrade, briga pelo título.

Só o que digo a estes senhores, Luiz Onofre Meira e Duda Kroeff, é que Marcelo Rospide certamente não seria pior do que Celso Roth e Paulo Autuori que, além de não conquistarem nada, levaram embora milhões de reais do Grêmio com seus salários milionários e resultados pífios.

A vez de Marcelo Rospide novembro 23, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , ,
add a comment

Adilson Batista informou a direção gremista, há pouco, que não virá para o Grêmio em 2010 porque aceitou a proposta de permanência no Cruzeiro. Com o anúncio, as alternativas para o comando do vestiário Tricolor em 2010 se reduzem e, na minha opinião, chega a vez de Marcelo Rospide.

Apesar de concordar com os que acham arriscado queimar o jovem treinador, também vejo Rospide como a única opção, dentre as restantes, com perfil adequado para treinar o Tricolor. Um gaúcho, gremista, e que entende a maneira histórica do Grêmio jogar. Há ainda o exemplo de Andrade, interino efetivado no Flamengo, que hoje briga pelo título. Quem sabe Rospide não possa ser o nosso Andrade em 2010.

Já relatei em outros posts o fato inegável de que TODOS os grandes títulos do Grêmio foram ganhos por treinadores locais com forte ligação com o clube. Infelizmente, não consigo ver Silas ou Dorival Júnior com sucesso no Tricolor. Por isso, com a recente recusa de Adilson, creio ter chegado a vez de Marcelo Rospide ser efetivado. E seja o que Deus quiser.

Grêmio segue invencível em casa novembro 19, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

O Grêmio venceu o Palmeiras por 2 a 0 no jogo de ontem à noite no estádio Olímpico. A última derrota do Tricolor em seus domínios ocorreu já faz um ano e dois meses. Desde então mantém uma invencibilidade de dar inveja, com a possibilidade de bater o recorde de vitórias como mandante no Brasileirão de pontos corridos.

É a melhor campanha dentro de casa no Brasileiro 2009 e pode ser a melhor de toda a era dos pontos corridos. O problema do Grêmio no Brasileirão deste ano foi o desempenho pífio fora do estádio Olímpico, com apenas uma vitória, contra o Náutico, um dos prováveis rebaixados. Em outras palavras, um campeão dentro de casa e um rebaixado fora dela.

O desequilíbrio entre as duas campanhas completamente distintas levou o Tricolor a uma média geral ruim, insuficiente para o G4. Tivesse ganho, pelo menos, mais duas partidas fora estaria na briga pelo grupo da Libertadores. E, convenhamos, ganhar 3 partidas fora de casa até aqui, não seria tarefa impossível.

Faltou ao Grêmio ser mais Grêmio fora do Olímpico neste campeonato. Foi preciso retornar ao comando aquele que iniciou o torneio para o time voltar ao eixo. Já há quem sugira (e não discordo plenamente) que Marcelo Rospide deva ser efetivado, a exemplo do que ocorreu com Andrade no Flamengo.

Quem sabe uma segunda vitória fora em todo o campeonato, no jogo final contra o próprio Mengão, no Maracanã, possa o ajudar neste sentido.

A verdade por enquanto é que, apesar dos tropeços longe da Azenha, em seus pagos o Grêmio segue imbatível.

Grêmio pode atrapalhar Verdão novembro 18, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

O Grêmio enfrenta hoje à noite o Palmeiras de Muricy no estádio Olímpico. Se o time de Rospide confirmar a excepcional fase em casa (mais de um ano sem perder) pode, além de atrapalhar os planos do Verdão de ser campeão, acabar ajudando o Internacional na briga pela vaga da Libertadores.

Contudo, apesar dos destaques da imprensa a esta possível ajuda, creio que a tarefa do Internacional não será nada fácil e em pouco depende dos feitos Tricolores. Afinal o Colorado enfrentará o Atlético Mineiro, também na briga pelo G4, em Minas Gerais e esta, convenhamos, é uma tarefa bastante complicada.

Além disso, o Cruzeiro de Adilson Batista, com apenas um ponto a menos que o time de Mário Sérgio, enfrenta o outro Atlético (o do Paraná) em Curitiba, o que, teoricamente, será uma partida mais fácil do que a do Inter em Minas.

Assim, mesmo que o Grêmio ganhe do Palmeiras e mantenha o time de Muricy com os atuais 59 pontos, o Internacional pode sair do G4 se empatar com o Atlético MG. Basta que o Cruzeiro vença o Atlético Paranaense. Se isto tudo ocorrer, Palmeiras e Cruzeiro ficariam com 59 pontos, enquanto o Galo e o Colorado parariam nos 57, fora do grupo que classifica à Libertadores 2010.

Então vem a pergunta: Mas e as rodadas seguintes? Nas duas rodadas restantes, considerando os resultados propostos acima e analisando os compromissos faltantes destes 4 times (Palmeiras, Cruzeiro, Inter e Atlético), arrisco dizer que o Inter não classificará à Libertadores, mesmo que o Grêmio ganhe hoje do Palmeiras.

Então, que me desculpe o Paulo Sant’Ana, mas não concordo com reservas na partida de hoje. Afinal, em um ano onde praticamente tudo deu errado, o Grêmio de Marcelo Rospide pode pelo menos encerrar o calendário sem ter perdido sequer uma partida em seus domínios. Um bom começo para 2010.

Paulo Autuori não é mais técnico do Grêmio novembro 11, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Paulo Autuori confirmou as expectativas e não comanda mais a equipe do Grêmio desde já. Os petrodólares falaram mais alto e nem poderia ser diferente. Qualquer um em sã consciência aceitaria os quase 18 milhões de Reais por dois anos de contrato. Para os quatro jogos restantes no Brasileirão, o técnico volta a ser Marcelo Rospide que comandou o time durante boa parte da Libertadores 2009 e início do Campeonato Brasileiro. Para 2010, os mais cotados para comandar o time são Silas do Avaí e Adilson Batista do Cruzeiro.

Particularmente, pelo que expus no post anterior, penso que a melhor opção seria Adilson que, apesar de não ser gaúcho, tem vasta história no futebol do Rio Grande do Sul e muita ligação com o Grêmio. O treinador é até hoje chamado de Capitão América pelos gremistas, por ter sido aquele que ergueu a taça do Bicampeonato da Libertadores em 1995 no time de Felipão. Tenho certeza que com Adilson e mais umas quatro boas contratações, o Tricolor retomará sua pegada tradicional e, com ela, sua identidade inegável.

Não significa que Silas não tenha feito um bom trabalho com o Avaí. Apenas retomo o argumento de que para treinar o Grêmio, é preciso conhecer como, historicamente, joga o time. Silas talvez não tenha esta noção tão clara como o atual treinador do Cruzeiro. Adilson Batista, que já treinou o time em um dos momentos mais difíceis da história do Tricolor Gaúcho, no ano de seu segundo rebaixamento à série B, fez um excelente trabalho com o Cruzeiro e merece nova chance em Porto Alegre.

Grêmio e San Martín nas oitavas maio 1, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , ,
1 comment so far

Com a derrota por 3 a 0 para o River, o San Martín do Peru foi o pior classificado para as oitavas de final e, com isso, será o adversário do Grêmio na próxima fase da Libertadores da América 2009.

Apesar da derrota para o River, Marcelo Rospide prega respeito ao time peruano. O Grêmio viaja na terça com vôo fretado para o Peru, onde fará o jogo de ida na quarta feira, dia 6.

A volta está programada para o dia 13 no Estádio Olímpico que deverá ter casa cheia.

A espetacular campanha do Grêmio abril 28, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,
4 comments

Simplesmente o melhor de todos na Libertadores da América 2009. A melhor campanha, o melhor ataque, a melhor defesa, a melhor torcida. Impressionante. Isso que no início da competição cronistas do centro do país, como sempre, não davam uma moeda furada pelo Tricolor.

Na partida que confirmou a melhor campanha de toda a Libertadores para o Grêmio, a equipe mostrou, no primeiro tempo, bom toque de bola e criação de várias oportunidades, convertendo 3 delas, contra nenhuma do Boyacá Chicó. O volume de jogo do time foi parecido com o da partida de estreia contra o Universidad do Cile, porém, desta vez, fazendo os gols que naquela ocasião não vieram.

Por falar em gols, na primeira fase o Grêmio fez 11 e levou apenas 1. Isso porque Victor, o melhor goleiro em atuação no Brasil desde o ano passado no Brasileirão, defendeu um pênalti no início do segundo tempo contra o Boyacá. E há que se dizer, Marcelo Rospide também merece créditos pela campanha. Mantém-se há 3 partidas pela Libertadores com 100% de aproveitamento.

O único porém da partida foram os dois Grêmios que vi. O do primeiro tempo, muito afim de jogo, com toques de qualidade e garra de Maxi, muita habilidade de Souza, autor de dois gols, entrosamento e vibração. O do segundo tempo um time sonolento sem vontade e dando mais espaços. Tudo bem que depois de meter 3 na primeira etapa, é normal uma queda, mas não tão grande.

Buenas, esqueçamos os poréns, agora é mata-mata. Temos a ENORME vantagem de trazer todos os quatro jogos de volta, se formos até a final, para o Olímpico Monumental. Bela abertura da caminhada rumo ao TRI. Agora é só esperar a definição do adversário das oitavas, assim como as possibilidades de cruzamento posterior. Saudações Tricolores a todos.

Para confirmar a melhor campanha abril 28, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , ,
2 comments

O Grêmio enfrenta, hoje à noite, o Boyacá Chicó que, apesar do nome engraçado, é  atual campeão colombiano e pode até se classificar em segundo.  Para o Grêmio, o jogo vale a confirmação da melhor campanha da primeira fase da Libertadores da América 2009.

Aqueles que zombam de nomes e falta de tradição não devem lembrar que o Cúcuta Deportivo, desacreditado e desconhecido em 2007, foi até as semi-finais daquela Libertadores de 2007. Não creio que o Boyacá tenha forças para fazer o mesmo, mas não é um adversário bobo como muitos tentam dar a entender.

Não tem moleza nesta Libertadores. Basta ver o Boca Jrs perdendo para o Deportivo Cuenca do Equador. Mas o Grêmio segue forte em busca da melhor campanha da competição para, com isso, garantir a vantagem de enfrentar o pior colocado dentre os classificados e jogar todos os segundos jogos do mata-mata no Olímpico.

Será que Rospide aguenta ir adiante sem perder e, mais que isso, vencendo todas como tem feito? Será que Maxi continua jogando o que jogou em seus dois jogos na Libertadores? Será que Jonas não vai mais perder tantos gols? São perguntas para as quais não temos respostas imediatas nem definitivas. Apenas expectativas.

O resultado de hoje à noite pode dar força à ideia de dar uma chance a Marcelo Rospide mantendo-o no comando até o final da Libertadores. Enfim, é noite de confirmar a melhor campanha e abrir definitivamente a caminhada rumo ao TRI.

A novela do novo técnico do Grêmio abril 27, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , ,
2 comments

Li há pouco no ClicRBS que Krieger já pensa em manter Marcelo Rospide no comando do time, com o auxílio de Mauro Galvão, caso o clube não chegue a um acordo com Autuori.

Segundo a matéria, o dirigente gremista diz considerar um absurdo pagar um salário de 300 mil Reais (pedida de Paulo Autuori). Concordo plenamente. Até que enfim um comentário inteligente de André Krieger.

Buenas, se Autuori é caro demais e Renato não vem por falta de consenso, confesso que apostar em Marcelo Rospide pode mesmo ser a melhor opção.

O problema, para Krieger, é que, se o time for desclassificado da Libertadores, será ele quem terá que se afastar do cargo, junto com o treinador. Não restará outra opção.

Para manter a melhor campanha abril 14, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , ,
4 comments

O Grêmio entra em campo nesta quarta às 22 horas, em Santiago, contra a Universidad do Chile em busca da primeira colocação do grupo 7 da Libertadores da América 2009. Com a vitória, o Tricolor Gaúcho pode manter a melhor campanha entre os times brasileiros na competição.

Com Maxi López engrenando, como deu boas mostras contra o Aurora, inclusive com um belo gol de cabeça, e Jonas reencontrando o futebol e os gols do início da temporada, o Grêmio tem mesmo tudo para voltar do Chile com os 3 pontos e a primeira colocação antecipada no grupo.

Se Maxi repetir a garra e combatividade da semana passada, talvez os urubus de plantão que insistem em criticar a contratação do argentino decidam dar um tempo para o cara pegar cada vez mais ritmo de jogo.

A Novela Paulo Autuori

Ironicamente o time entra em campo mais uma vez comandado pelo interino Marcelo Rospide, ex-auxiliar técnico de Celso Roth. Tudo porque dois ou três cabeças duras da direção Tricolor firmaram pé na idéia de ter Paulo Autuori, mesmo que, para isso, seja necessário jogar metade da primeira fase da Libertadores sem treinador.

Mas o pior é que alguns dirigentes e setores da mídia afirmam que se o Grêmio ganhar da La U no Chile, garante a primeira colocação do grupo e não teria problema de esperar Autuori chegar apenas às vesperas do jogo das oitavas de final. Tal pensamento é de uma ingenuidade tão grande que assusta. A incompetência da dupla Kroeff e Krieger irrita profundamente a torcida.

Não estão considerando que por melhor que seja o treinador, ele não é mágico e levará, pelo menos, uns vinte dias para conhecer e dominar o plantel afim de impor seu estilo. Não dá para esperar mais, podemos perder a Libertadores por causa desta incompetência e, se isso acontecer, tenho até pena dos atuais gestores.

Lá se vai uma semana e meia sem treinador em plena disputa da Libertadores e, agora, tudo indica que a cúpula do Tricolor está disposta a esperar quase um mês para ter Autuori. Isso tudo com Renato Gaúcho disponível e com 2 terços da torcida pedindo o ídolo. É um desrespeito.