jump to navigation

O técnico do Grêmio para 2012 novembro 30, 2011

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

A melhor notícia da semana para a grande maioria dos gremistas foi a decisão de não renovar o contrato de Celso Juarez Roth para comandar a casamata gremista em 2012.

Entretanto, como os melhores técnicos, os de currículo mais vitorioso, estão empregados, a tarefa do Grêmio, de escolher um bom treinador para o ano que vem, não será nada fácil e dificilmente terá unanimidade na torcida.

Confesso, por exemplo, que nenhum dos nomes aventados até agora me agrada. Eu sou um dos que apostaria em Marcelo Rospide, o mesmo Roger, como forma de criarmos um novo Felipão, Tite ou Mano.

Não podemos esquecer que estes três treinadores, que mencionei no final do parágrafo anterior, estão entre os melhores do país, hoje, e todos foram lançados para o Mundo pelo Grêmio. Mas para que isso acontecesse, foi preciso um dirigente de visão que, na época, optasse por eles em detrimento dos nomes conhecidos de sempre.

Então, reitero que seria muito melhor apostar em alguém de potencial, como Roger ou Marcelo Rospide, que conhecem bem o clube e sua filosofia, do que apostar em figuras como Luxa, Oswaldo Oliveira, Nelsinho Baptista, etc.

Na verdade, dos que foram mencionados, o único que, apesar de eu não gostar muito, pode vir a dar certo no Grêmio é Caio Jr. O ex-técnico do Botafogo não tem nenhum título de expressão como treinador, mas conhece o estilo de jogo do Grêmio, de pegada e futebol raçudo. E, acima de tudo, nao é retranqueiro.

No caso do Grêmio 2012 isso é essencial! De nada adiante o clube ter excelentes jogadores de ataque no elenco, como Miralles e Kleber (além do garoto Leandro), se o técnico for burro e insistir com um 4-5-1 recheado de volantes. O Tricolor Gaúcho precisa voltar à tradição gremista de dois atacantes. Miralles (Leandro) para dar velocidade pelos lados e Kleber (André Lima) para empurrar a bola pra dentro como ele sabe fazer.

Enfim, espero que a contratação do novo técnico do Grêmio seja bem pensada, pois agora, diferente do que ocorreu em outros momentos, o clube tem tempo de sobra para pensar bem e analisar todas as possibilidades antes de assinar com alguém que não tenha identificação nenhuma com o clube e que venha treinar o Grêmio apenas pelo dinheiro.

Anúncios

Os prós e contras de Julinho Camargo julho 4, 2011

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , ,
add a comment

O novo técnico do Grêmio, Julinho Camargo, 40 anos, reúne prós e contras como qualquer uma das opções levantadas durante os dias de especulação sobre quem assumiria a casamata gremista desde o pedido de demissão de Renato Gaúcho. De acordo com a enquete proposta pelo clicEsportes, os percentuais entre os que aprovam sua contratação e os que a desaprovam caracterizam um empate técnico.

Entendo perfeitamente tal empate na aceitação da torcida. Julinho é uma aposta da direção (principalmente de Paulo Odone) que espera repetir o sucesso de apostas gremistas anteriores como Felipão, Tite e, mais recentemente, Mano Menezes. O problema é que há, contudo, diferenças consideráveis entre estes treinadores (mesmo quando começaram no Grêmio) e Julinho Camargo.

Para quem não lembra, os três grandes treinadores mencionados acima, que foram apresentados ao mundo pelo Grêmio, já tinham títulos ou campanhas de expressão com clubes profissionais. Felipão havia conquistado a Copa do Brasil em 1991 pelo Criciúma, Tite havia sido campeão Gaúcho pelo Caxias em cima do próprio Grêmio em 2000, e Mano pelo Guarani de Venâncio Aires em 2002, além da espetacular campanha do 15 de Novembro na Copa do Brasil 2004, quando levou o time de Campo Bom à 3ª colocação na competição.

Ou seja, apesar de serem considerados apostas, todos os três já tinham em seus currículos títulos que os credenciavam ao posto de técnico do Grêmio. Infelizmente, não é o caso de Julinho Camargo.

Mesmo conhecendo muito bem o grupo gremista e sendo uma opção menos rejeitada que Roth, Dunga, Cuca e Adilson, (pontos a favor dele) o novo técnico gremista não tem em seu currículo nenhum título comandando equipes profissionais, apenas os títulos das bases de Grêmio e Inter. E, convenhamos, treinar a gurizada da base é bastante diferente de treinar jogadores com os salários milionários como a maioria dos atletas do elenco Tricolor.

Agora resta esperar para ver como a equipe reagirá à troca de treinador. E, para isso, nada melhor que a pedreira contra o Cruzeiro no meio da semana. Afinal, na era dos pontos corridos o Grêmio não venceu o Cruzeiro em Minas sequer uma vez. Se Julinho conseguir a proeza, garante algumas semanas a mais de tranquilidade. Se perder, apesar de não ser o fim do mundo, a pressão naturalmente aumentará. Pedreira.

O show da seleção de Mano agosto 10, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Finalmente. Depois do sofrimento que foi torcer para a seleção defensiva e sem habilidade de Dunga durante a Copa do Mundo, os brasileiros puderam se deleitar com a qualidade técnica e ofensividade da turma escolhida pelo técnico Mano Menezes.

O Brasil ganhou por 2 a 0 dos Estados Unidos em New Jersey e deu um show de belos lances, podendo ter marcado pelo menos mais dois gols em bolas que bateram na trave, além de várias belas jogadas que, por pouco, não acabaram em gol.

O primeiro gol da partida foi marcado pelo estreante Neymar, de cabeça, em cruzamento de André Santos, outro que deveria ter ido à África do Sul no lugar dos fracos laterais esquerdos de Dunga.

Pato fez o segundo em grande bola enfiada, com perfeição, por Ramires. O centroavante da nova era da seleção brasileira precisou apenas driblar, sem dificuldades, o goleiro Tim Howard para marcar o segundo gol da Era Mano na seleção brasileira.

Ganso deu elástico e botou bola na trave. Lucas melhorou a saída de bola da equipe, dando qualidade no primeiro passe do meio campo. Robinho deu experiência ao grupo e também carimbou o poste. Apesar de pouco exigido, Victor é garantia de qualidade e segurança no gol brasileiro. Enfim, as renovações foram plenamente aprovadas no primeiro desafio da Era Mano.

E o melhor de tudo é o que falou Mano ao final da partida. A maior parte do que ocorreu hoje deve-se ao talento dos jovens jogadores. O importante foi reforçar a ideia de que o Brasil precisa honrar sua tradição e jogar sempre para frente. Segundo o técnico, com mais organização e treinamento, os garotos poderão mostrar ainda mais todo seu brilho.

Valeu Mano. Agora podemos ver novamente o Brasil jogando como deve jogar sempre. De forma ofensiva, sempre em direção ao gol adversário, preocupando todo e qualquer adversário com seus abusos de qualidade. Voltou a ser fácil torcer para a seleção!

O novo técnico da Seleção julho 5, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , ,
add a comment

Após a desclassificação brasileira na Copa do Mundo da África do Sul, a CBF já começou a limpeza. A comissão técnica foi toda destituída ontem e as especulações sobre o novo técnico da Seleção Brasileira já começaram.

Como o escolhido possivelmente seja (a menos que cometa atrocidades no meio do caminho) o comandante brasileiro na Copa do Mundo do Brasil, em 2014, a escolha não pode ser feita como a que colocou o inexperiente Dunga no comando da Canarinho.

Os nomes de Mano Menezes, Felipão e Ricardo Gomes circulam como possibilidades, entre outros. Dentre todos, minha preferência seria, obviamente, Luiz Felipe Scolari, mas como já fechou contrato recentemente com o Palmeiras, aposto mais fichas em Mano Menezes.

É experiente, tem bom currículo e perfil mais adequado à posição que bons técnicos como Muricy, por exemplo. Além disso, Mano conta com o loby forte de Andrés Sanchez, presidente do Corinthians que viajou à África do Sul como chefe da delegação da CBF e falou muito bem do atual treinador do Corinthians para Ricardo Teixeira.

E você, em quem aposta para o comando da Seleção Brasileira para a Copa do Mundo de 2014, no Brasil?

Dunga, nunca mais!! julho 3, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Não foi por falta de aviso. O Brasil inteiro alertou que faltaria qualidade para momentos decisivos no grupo do Dunga. Nunca me senti confortável tendo que chamar aquele grupo de Seleção Brasileira. Está muito mais para seleção do Dunga.

Um grupo repleto de volantes, com apenas um meia ofensivo (que não vingou) e um centroavante que não chega aos pés dos grandes Romário e Ronaldo, apenas para citar os dois goleadores dos títulos mais recentes. Não tinha mesmo como ir muito longe.

Mas Dunga nunca pensou assim. Achou que recheando a Seleção com jogadores do setor defensivo do meio-campo (como ele) poderia conter os avanços dos mais faceiros e trabalhar nos contra-ataques. Esqueceu que no Brasil a Seleção tem que jogar pra frente. Está em noss DNA futebolístico.

Não adianta querer mudar toda a história e estilo do nosso futebol, apenas porque em 1994 o retrancão deu certo. O Brasil sempre será lembrado por seu futebol ofensivo, irreverente, com jogadas agudas de ataque que assustam qualquer adversário.

Basta ver que o grupo da Copa de 1982, na Espanha, mesmo tendo sido desclassificado pela Itália antes da hora, é mencionado até hoje nas rodas de futebol como uma das melhores Seleções Brasileiras de todos os tempos. Porque perdeu mostrando qualidade. Jogando pra frente.

Quem viu aquele jogaço entre Brasil e Itália, em que o italiano Paolo Rossi foi espetacular e acabou sepultando os sonhos brasileiros, sabe do que estou falando. Os que não viram podem pesquisar e vão constatar a mesma coisa.

Aliás, justiça seja feita, mesmo em 94 o grupo em que o atual técnico jogava tinha jogadores excepcionais como Taffarel, Romário e Bebeto, por exemplo.

Ontem o Brasil que vi não era o mesmo que conhecemos historicamente. Claro que era visível que todos queriam muito o título e deram seus máximos na partida para tentar reverter até o minuto final. Mas a questão não era vontade, e sim a falta de qualidade nas peças de reposição do elenco.

Tanto que Dunga acabou não fazendo uso das três substituições, mesmo tendo que empatar a partida. Tudo porque ao olhar para o banco, não encontrou possibilidades como Ganso, Ronaldinho Gaúcho, Neymar, Pato, Anderson, Hernanes (apenas alguns exemplos). O técnico brasileiro morreu com suas próprias convicções.

Elano, por exemplo, é um excelente jogador, mas é segundo volante. Assim joga na Europa. Só com Dunga ele vira o terceiro homem de meio-campo. Felipe Melo é um despreparado. Era a crônica de uma morte anunciada. Só o treinador brasileiro não quis ver antes. Provou da pior forma.

Analisando individualmente os setores onde faltou qualidade, não tenho medo de afirmar que o meio da Seleção foi o principal problema. O setor deveria ter sido formado como pede o Brasil por seu DNA: Gilberto Silva, Elano, Ganso e Kaká (Ronaldinho Gaúcho, Anderson, Hernanes como opções).

No ataque, Neymar ou Pato seriam boas alternativas para entrar aos 20 do segundo tempo em um jogo como ontem. Prefiro não comentar a lateral esquerda. Com Fábio Aurélio jogando um bolão, ver Michel Bastos com a 6 é sacanagem.

Mas o teimoso preferiu abrir guerra à midia e continuou ignorando o óbvio: com este grupo o Brasil jamais seria hexa. Nada disso é novidade, Dunga. 

Bueno, o que me deixa feliz é saber que o turrão deve deixar o cargo nos próximos dias e, desta vez, acho que a CBF não fará novas apostas em ex-jogadores que nunca treinaram clube algum. Aposto em nomes como Mano Menezes ou Muricy. O Felipão, se não tivesse acertado com o Palmeiras, seria a escolha perfeita para a Copa do Mundo 2014, que será no Brasil.

O fato é que, apesar da desclassificação, pelo menos uma coisa me deixa feliz: Dunga, nunca mais!!

O Corinthians da Libertadores janeiro 12, 2010

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Uma das maiores promessas de 2010 é, sem dúvidas, o elenco do Corinthians 2010 para a disputa da Libertadores da América, principal objetivo do clube no ano de seu centenário.

A questão é que nem sempre as promessas se concretizam. Contudo, depois dos recentes feitos de Mano Menezes no Parque São Jorge (campeão Série B em 2008 e Copa do Brasil 2009) quem duvida das possibilidades do Timão não entende de futebol.

Além de manter a base do time campeão da Copa do Brasil 2009, o clube se reforçou consideravelmente para encarar a Libertadores da América. Entre os principais reforços estão: Tcheco (ex-Grêmio), Danilo (ex-SPFC), Iarley (ex-Goiás) e Roberto Carlos (ex-Fenerbahçe).

A questão toda reside, agora, na escalação de Mano para acomodar todos os grandes nomes do clube. Na minha concepção, com as peças disponíveis, o Timão deveria entrar com um 4-3-3 que pudesse gerar uma variação para um 4-4-2 quando a equipe estiver sem a bola.

O problema é que, conhecendo o técnico corinthiano, dificilmente o time entre em campo com apenas um volante. Ainda assim, minha escalação para o atual plantel do Corinthians seria: Felipe, Alessandro, Chicão, William e Roberto Carlos; Marcelo Mattos, Danilo (Defederico) e Tcheco (Morais); Iarley (Jorge Henrique), Ronaldo e Dentinho.

Assim, Iarley e Dentinho seriam os homens que flutuariam entre o ataque (com a bola) e o meio campo (sem a bola) dando, assim, a consistência defensiva de um 4-4-2 (até um 4-5-1 por vezes) e o poder maior de ataque do 4-3-3 quando o time estiver com a posse de bola.

A verdade é que, com o elenco à disposição em 2010, Mano Menezes tem tudo para definitivamente fazer aquilo que quase conseguiu com o Grêmio em 2007, quando chegou à final da Libertadores, porém perdeu para o Boca Juniors da Argentina.

Inter é goleado no Maracanã junho 21, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,
1 comment so far

O Internacional, considerado por parte da mídia esportiva – na qual não me incluo – o melhor time do Brasil, levou 4 a 0 do Flamengo no Maracanã e completa CINCO partidas sem vencer. Duas pela Copa do Brasil (derrotas para Coritiba e Corinthians) e três no Brasileirão (empates com Cruzeiro e Vitória, derrota para Flamengo).

Gostaria de saber o que dizem agora os que tanto idolatraram o Inter por ter aplicado goleadas monumentais em times do interior do estado. Será que continuam vendo no Inter o mesmo “bicho-papão”? E como ficará o time sem seu melhor jogador, que deverá ser vendido para o Napoli?

Desde 2006 o Inter entra ano e sai ano como promessa que não sai do papel. Por mais que alguns ainda argumentem que ganhou uma Recopa em 2007 e uma Sul Americana em 2008, todos sabemos que estes não eram, nem de perto os objetivos da equipe colorada nestes anos pós mundial.

Vou um pouco além. Na minha opinião, do tão badalado elenco vermelho, apenas 4 podem ser considerados realmente diferentes. Nilmar, Guiñazu, Taison e D’Alessandro, nesta ordem de preferência. Tirando estes, os outros são jogadores que não passam do comum.

Há três jogos sem vencer junho 15, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , ,
1 comment so far

O Internacional, apesar de todas as badalações de início de temporada, chegou ao terceiro jogo consecutivo sem vencer, após o empate em 0 a 0 com o Vitória no início da noite de ontem. Antes deste jogo, em pleno Beira Rio, houve ainda a derrota para o Coxa no Paraná pela Copa do Brasil e o empate beneficiado pela arbitragem em Minas contra o Cruzeiro.

Claro que os colorados argumentarão que ontem o time era reserva e foco já estava no jogo de quarta feira pela Final da Copa do Brasil contra o Corinthians no Pacaembú. Contudo, as três partidas sem vitória chegam em péssima hora para quem desejava entrar com mais moral na grande Final da Copa do Brasil.

A verdade , contudo, é que nesta quarta o Corinthians de Mano Menezes, velho algoz colorado nos tempos de Grêmio, tem tudo para mostrar ao país inteiro que o Internacional do técnico Tite, sem Nilmar, não é tudo que a mídia esportiva tentou pintar neste início de temporada.

Com as calças na mão junho 3, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , ,
3 comments

Com a derrota por 1 a 0 para o Coritiba e uma pressão impressionante do Coxa no Couto Pereira, o Internacional se classificou com as calças na mão para a grande final da Copa do Brasil. Na busca pelo título, o time de Tite irá enfrentar o Corinthians de Mano Menezes e Ronaldo que empatou sem gols no Pacaembú com o Vasco.

Os jogos da final ocorrem nos dias 17 de Junho e 1º de Julho e a ordem dos confrontos será sorteada pela CBF amanhã. Continuo, principalmente pelo que vi no jogo de hoje, apostando todas as minhas fichas no título de Mano Menezes. Por exemplo no jogo de hoje, por alguns instantes, cheguei a pensar que a televisão havia estragado, pois só aparecia um lado do campo. O Inter simplesmente não conseguiu jogar em Curitiba.

Infelizmente não foi desta vez, mas a derrota e a classificação com as calças na mão sobre o time não mais que mediano do Coritiba servem de alerta para os colorados mais faceiros. O Inter não é tudo o que a imprensa tem pintado. Não passa de um bom time. Como tantos outros. Não mais, nem menos. Agora chegou a hora de cair na real e ninguém melhor que Mano Menezes, velho algoz colorado, para ajudar.

Corinthians é o Campeão Paulista maio 3, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , ,
4 comments

empate em 1 a 1 com o Santos no Pacaembú, deu ao Corinthians de Mano Menezes, Felipe e Ronaldo a taça de Campeão Paulista 2009, de forma invicta. Os gols foram de Kleber Pereira (Santos) e André Santos (Corinthians). É o primeiro título do Fenômeno em seu retorno ao Brasil. Agora o Timão vai em busca da Copa do Brasil.

O jogo, como normalmente ocorre em uma final nervosa como esta, teve como forte a marcação de ambos times. Não consegui identificar nenhum grande destaque, tampouco algum lance impressionante como o gol de Ronaldo na Vila Belmiro. Para os corinthianos não importa. O que vale é o caneco.

De negativo ficaram as entradas maldosas do zagueiro santista, Domingos, ex-Grêmio, que entrava rachando todas, pisando, chutando e batendo como dava. O atacante Dentinho foi um dos que levou um pisão violento que o tirou do combate aos 32 do segundo tempo. Aos 38, não restou outra. Ao entrar maldosamente em Ronaldo, o zagueiro levou o segundo amarelo e foi expulso de campo, na minha opinião, tardiamente.

Na quarta feira, a missão, novamente no Pacaembú, é reverter, no jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, a derrota sofrida na quarta passada para o Atlético PR na Arena da Baixada pelo jogo de ida. Basta uma vitória simples de 1 a 0 ou 2 a 1. Eu, particularmente, aposto no Corinthians.

Corinthians perto do título abril 26, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
8 comments

O Santos não conseguiu segurar o Corinthians na Vila Belmiro e perdeu o clássico por 3 a 1. O jogo foi marcado, entre outras coisas, por um golaço impressionante de Ronaldo (que marcou dois na partida), espetaculares defesas de Felipe (apesar de uma falha que levou ao gol de Triguinho) e um nó estratégico de Mano Menezes em cima de Vagner Mancini. 

Com o resultado, o Timão praticamente coloca as mãos na taça do Paulistão, que o clube não leva desde 2003. Os comandados de Mano podem até perder por dois gols de diferença no Pacaembú, na próxima semana, que levarão o clube ao título do Campeonato Paulista 2009, seis anos depois do último.

O Corinthians sempre foi, para grande parte do Brasil, um time antipático que obteve benefícios históricos, como o absurdo da Fifa de chamá-lo de campeão mundial, por ter vencido um torneio único em seu formato, para o qual fora convidado, sem nunca ter ganho uma Libertadores.

Pois, agora, o simples fato de Ronaldo estar em campo leva torcedores dos mais variados times, de fora de São Paulo, a torcer pelo sucesso do craque em seu retorno ao Brasil. Sou um deles. E o Fenômeno não tem decepcionado. Ainda com alguns quilos a mais, o centroavante não tem passado em branco e mostra por que é um dos maiores centroavantes da história do futebol.

E também não se pode deixar de comentar o belo gol de falta do zagueiro goleador, Chicão. Esse sim pode ser chamado de zagueiro-artilheiro na temporada 2009. Bate falta como poucos e assim foi, hoje, na Vila contra o Peixe. De qualquer forma, os grandes nomes do jogo foram Ronaldo (com seu gol de placa) e Felipe com defesas monstruosas.

Parabéns ao Corinthians pelo excelente resultado que lhe dá boa vantagem na grande final do Paulistão. Espero não morder a língua na semana que vem.

O show de Ronaldo e Mano Menezes abril 19, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , ,
2 comments

O Corinthians atropelou, em pleno Morumbi, o “poderoso” SPFC do Muricy “sabe tudo” Ramalho, ganhando por 2 a 0. Foi uma vitória com a cara de dois grandes nomes do futebol brasileiro: Mano Menezes e Ronaldo.

A exemplo dos Grenais de 2007, pela final do Gauchão, quando anulou o também “poderoso” Inter de Abel Braga, Mano deu um verdadeiro nó tático em Muricy.

E dentro de campo, Ronaldo deu show e, não apenas fez o seu, mas participou dos dois gols da equipe. No primeiro, deu um passe espetacular de 30 metros para o chute de Dentinho na trave e rebote de Douglas empurrando para as redes.

No segundo gol, o Fenômeno, mesmo com alguns quilos ainda acima do peso, recebeu um passe em profundidade e, na velocidade, venceu o zagueiro e tocou por cima do goleiro, com categoria.

Agora o Corinthians de Mano enfrenta, na Final do Paulistão 2009, o Santos de Vagner Mancini, que passou por cima do Palmeiras, não apenas na Vila, mas também no Parque Antártica, ontem. Aliás, excelente atuação do time de Mancini que prova, de forma contundente, o erro da diretoria do Grêmio quando o demitiu ano passado, invicto, com 4 vitórias e 2 empates.

Apesar de Vagner Mancini, Madson e Neymar, aposto todas as fichas no título do Coringão. Principalmente por causa de Fenômeno e do treinador corinthiano. Parabéns Mano, Ronaldo e toda a equipe alvi negra.

Fora Kroeff, Krieger e Meira! abril 18, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
5 comments

Chega! Esse trio é digno de pelo menos um título: É a direção mais inflexível e incompetente do Grêmio nos últimos anos, senão de todos os tempos. Estão no mesmo nível de Obino. É impressionante que um vice de futebol de um time Campeão do Mundo ache normal entrar nas oitavas e, caso passe, jogar ainda a primeira partida das quartas de final de uma Libertadores da América com um técnico interino. Tudo isso tendo Renato Gaúcho, o preferido da torcida, só esperando para ser chamado.

Nosso presidente, Duda Kroeff, virou RAINHA. Não manda nada e tampouco ouve os torcedores que, em última instância, são o clube que preside. André Krieger ou é muito burro, ou safado. Quando ele vem com o discurso de que não vê problema em esperar, porque estamos classificados em primeiro numa das chaves mais fáceis da Libertadores 2009, demonstra desconhecimento total do futebol. Meira é outro que não sabe nada. Que trio.

Sem dar tempo para o treinador colocar sua cara no time, essa estratégia inédita (e absurda) significa dizer que o Grêmio só terá novo técnico de verdade a partir das SEMI FINAIS. Isso se chegar até lá, pois as coisas não serão tão fáceis a partir das oitavas de final. É impossível que, chegando após o primeiro jogo das quartas de final, Paulo Autuori tenha como mudar algo no jogo de volta. Qualquer mané sabe que um treinador precisa de, no mínimo, uns 20 dias para colocar seu estilo na equipe.

Mas para além dos riscos mencionados, faço as seguintes perguntas: Por que a repentina paixão por Paulo Autuori? Por que não Renato Gaúcho? Qual o treinador já consagrado deu certo vindo para o Grêmio? Será que é tão difícil de ver o óbvio?

Tudo bem que é Autuori é um treinador com um excelente currículo, mas quem conhece o Grêmio, de verdade, sabe que nossos treinadores mais destacados foram praticamente lançados para o futebol pelo Tricolor. Ah, e todos GAÚCHOS. Assim foi com Espinosa, Felipão, Tite e Mano Menezes. Já tentativas com big shots como Autuori, em toda a história do clube, nunca deram certo. Nunca um treinador carioca ou paulista teve bons resultados com o Tricolor.

Assim, antes que esse trio “maravilha” (Duda Kroeff, André Krieger e Luis Onofre Meira) acabe com as chances do Tricolor na Libertadores, proponho aqui a campanha: Fora Kroeff, Krieger e Meira. Socorro Dr. Fábio Koff!! Socorro Conselho Tricolor!! Não é possível que ninguém veja as coisas como aqui coloco.

Saudações Tricolores.

O desenho da Final abril 13, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , ,
9 comments

Claro que santistas e são paulinos não concordarão com o post. Mas, para mim, a finalíssima do Paulistão 2009 começou a ser desenhada no fim de semana com as vitórias do Santos sobre o Palmeiras e do Corinthians sobre o “poderoso” São Paulo.

Sei que corro riscos de errar assumindo uma posição, mas acho que isso faz parte da comunicação social. Por isso, afirmo que apesar da vitória do Santos no final de semana, acredito na virada do Palmeiras contra o Peixe no Parque Antártica. Não consigo, entretanto, apostar na soberba de Muricy para reverter o quadro no Morumbi contra Mano Menezes. Vejo, assim, uma final com Palmeiras e Corinthians.

A verdade, contudo é que, em ambos jogos de volta nas semi finais do Campeonato Paulista, teremos grandes partidas de futebol, com a definição da final. Os centroavantes dos confrontos dão o tom da festa. Cleber Pereira pelo Santos é o mais fraco dos 4 destaques. Washington pelo São Paulo, Keirrison pelo Porco e Ronaldo pelo Corinthians são centroavantes de primeira linha no futebol brasileiro e abrilhantam o quadrangular.

Agora, imaginem, amigos, uma final com K9 de um lado e R9 de outro. Grande Final.

O Coringão sai na frente na Final junho 5, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , ,
add a comment

Com a vitória por 3 a 1 no Morumbi o Corinthians arranca boa vantagem para enfrentar o Sport na temível Ilha do Retiro, onde adversários como Palmeiras, Internacional e Vasco caíram nas fases anteriores da Copa do Brasil.

Com a experiência de Mano Menezes no comando, é bem próvavel que o Corinthians se prepare bem técnica e psicologicamente para o grande confronto da Ilha e garanta o Tricampeonato para o time paulista. Mas também não duvido de um 2 a 0 para o Sport, que daria o título ao rubro-negro recifense.

Se o Corinthians confirmar a vantagem, será o segundo título de expressão nacional do treinador corinthiano. O primeiro foi o Brasileirão Série B em 2005, pelo Grêmio. Motivo aliás, pelo qual Mano foi escolhido para o principal projeto do Corinthians no ano.

E mais, caso o título realmente venha para o Parque São Jorge, em 2009, se o Coringão de fato voltar para a Série A, será o primeiro clube brasileiro a retornar à elite e, neste mesmo, ano disputar uma Libertadores da América.

A verdade é que, apesar da vantagem do Coringa, analisando o retrospecto do anfitrião na Ilha do Retiro, esta decisão, com o gol do Sport no final do jogo em São Paulo, ainda está aberta.

Corinthians e Sport na Copa do Brasil maio 29, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , ,
add a comment

As duas semifinais da Copa do Brasil foram decididas ontem, nos pênaltis. Com os resultados das penalidades, a final se desenhou com Corinthians e Sport Recife que se enfrentam na busca pelo título que dá a primeira vaga para a tão sonhada Libertadores da América em 2009.

Mano Menezes entra, desde já, para a história do clube de maior torcida no Brasil e, caso se torne Campeão da Copa do Brasil e continue forte na Série B, pode alcançar o feito inédito de voltar à Serie A, já classificado para a Libertadores.

Já o Sport de Romerito chega à final depois de bater nada menos que Palmeiras, Internacional e Vasco. Ninguém duvida, portanto, do potencial do time para fazer frente ao Corinthians de Mano, principalmente porque o jogo de volta será na Ilha do Retiro, onde o Sport provou ser um adversário temível.

A única certeza que tenho, portanto, é que teremos uma final eletrizante com resultado completamente imprevisível. De qualquer forma não me omito de dar opiniões, como no post abaixo, por isso arrisco dizer que a Copa do Brasil será conquistada por Mano e sua turma. Que me perdoem os torcedores do Sport, mas esta é minha aposta em um jogo sem favoritos.

Botafogo vira o jogo em casa maio 20, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , ,
add a comment

Os técnicos Mano Menezes e Cuca, que tiveram passagens memoráveis pelo Grêmio, o primeiro como técnico recentemente e o segundo como jogador ainda no século passado, se enfrentaram há pouco nos comandos de Corinthians e Botafogo pela semifinal da Copa do Brasil 2008.

Apesar das previsões de favoritismo carioca no confronto de ida, no Rio de Janeiro, o Corinthians, comandando por Mano Menezes, saiu na frente e só cedeu a vitória mínima, por 2 a 1, ao Botafogo nos minutos finais.

O Botafogo de Cuca começou perdendo, mas se empenhou até conseguir virar o jogo no final da partida e agora tem a missão de manter a vantagem em São Paulo, na semana que vem, contra um Corinthians que precisa da vitória simples de 1 a 0 para classificar.

Fato é que não há nada definido e, com certeza, veremos uma partida de alta tensão no jogo de volta, previsto para o Morumbi, que definirá o primeiro finalista da Copa do Brasil 2008. O outro sairá do confronto entre Sport e Vasco da Gama, que começa, com o jogo de ida, em Recife, nesta quarta.

E você, aposta em Cuca ou Mano Menezes para a conquista da vaga?

Corinthians na Semifinal maio 13, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , ,
add a comment

Com a vitória de hoje, o Corinthians é o primeiro semifinalista da Copa do Brasil. O time precisava apenas de um empate para se classificar, mas dominou o São Caetano, jogando em Ribeirão Preto, e venceu o anfitrião por 3 a 1. Mano Menezes aguarda, agora, o classificado entre Botafogo e Atlético Mineiro que decidem a vaga nesta quarta-feira.

Mais dois jogos decidem o outro confronto das semifinais: O Vasco da Gama, que pode perder por até 3 gols de diferença em Maceió, contra o Corithians-AL, deve confirmar sua vaga. Já para o jogo entre Sport e Internacional, na Ilha do Retiro, é impossível fazer qualquer previsão. O Inter tem a vantagem mínima da vitória por 1 a 0 no Beira-Rio, mas o Sport sabe que precisa partir pra cima e assim deverá proceder. Não esqueçamos do que fez o mesmo time, no mesmo estádio, contra o Palmeiras, campeão Paulista.

De qualquer forma, na minha opinião, do jeito que vem, independente das semifinais, o Corinthians de Mano Menezes tem fortes credenciais para o título e mostrou isso hoje. Façam suas apostas. Eu já fiz a minha.

Sem vitória com Diego Souza janeiro 31, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , ,
add a comment

A estréia de Diego Souza (ex-Grêmio) com a camisa do Palmeiras não foi o que os torcedores alviverdes esperavam. Pelo contrário, ontem o time perdeu para o Ituano em Piracicaba, o jogo e a invencibilidade no campeonato paulista. E, apesar de esforçado, o meia não rendeu aquilo que se esperava dele nas finalizações.

Na verdade, é preciso lembrar que, nos últimos meses pelo Tricolor Gaúcho, Diego Souza não vinha apresentando aquele futebol do primeiro semestre do ano passado, quando chegou à final da Libertadores contra o Boca. Outro ponto que não podemos esquecer é que, ao chegar no Grêmio, sua função original era a de volante, como segundo homem do meio de campo. Com a ausência de talentos na armação e com o garoto se destacando em relação aos outros meia armadores da equipe, Mano o promoveu a meia de ligação. Mas sua posição de origem não é essa.

Enfim, a questão que fica a ser esclarecida para Wanderley Luxemburgo é: Qual foi o Diego Souza que o Palmeiras contratou? O do primeiro semestre de 2007, recuperado pelo Tricolor Gaúcho, ou o do segundo? A resposta só o tempo dirá, mas pela estréia de ontem, os indícios mostram que talvez não tenha sido bom pro rapaz toda a novela de São Paulo, Santos, Grêmio e Palmeiras em torno de seu futebol.