jump to navigation

O técnico do Grêmio para 2012 novembro 30, 2011

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

A melhor notícia da semana para a grande maioria dos gremistas foi a decisão de não renovar o contrato de Celso Juarez Roth para comandar a casamata gremista em 2012.

Entretanto, como os melhores técnicos, os de currículo mais vitorioso, estão empregados, a tarefa do Grêmio, de escolher um bom treinador para o ano que vem, não será nada fácil e dificilmente terá unanimidade na torcida.

Confesso, por exemplo, que nenhum dos nomes aventados até agora me agrada. Eu sou um dos que apostaria em Marcelo Rospide, o mesmo Roger, como forma de criarmos um novo Felipão, Tite ou Mano.

Não podemos esquecer que estes três treinadores, que mencionei no final do parágrafo anterior, estão entre os melhores do país, hoje, e todos foram lançados para o Mundo pelo Grêmio. Mas para que isso acontecesse, foi preciso um dirigente de visão que, na época, optasse por eles em detrimento dos nomes conhecidos de sempre.

Então, reitero que seria muito melhor apostar em alguém de potencial, como Roger ou Marcelo Rospide, que conhecem bem o clube e sua filosofia, do que apostar em figuras como Luxa, Oswaldo Oliveira, Nelsinho Baptista, etc.

Na verdade, dos que foram mencionados, o único que, apesar de eu não gostar muito, pode vir a dar certo no Grêmio é Caio Jr. O ex-técnico do Botafogo não tem nenhum título de expressão como treinador, mas conhece o estilo de jogo do Grêmio, de pegada e futebol raçudo. E, acima de tudo, nao é retranqueiro.

No caso do Grêmio 2012 isso é essencial! De nada adiante o clube ter excelentes jogadores de ataque no elenco, como Miralles e Kleber (além do garoto Leandro), se o técnico for burro e insistir com um 4-5-1 recheado de volantes. O Tricolor Gaúcho precisa voltar à tradição gremista de dois atacantes. Miralles (Leandro) para dar velocidade pelos lados e Kleber (André Lima) para empurrar a bola pra dentro como ele sabe fazer.

Enfim, espero que a contratação do novo técnico do Grêmio seja bem pensada, pois agora, diferente do que ocorreu em outros momentos, o clube tem tempo de sobra para pensar bem e analisar todas as possibilidades antes de assinar com alguém que não tenha identificação nenhuma com o clube e que venha treinar o Grêmio apenas pelo dinheiro.

Anúncios

Os prós e contras de Julinho Camargo julho 4, 2011

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , ,
add a comment

O novo técnico do Grêmio, Julinho Camargo, 40 anos, reúne prós e contras como qualquer uma das opções levantadas durante os dias de especulação sobre quem assumiria a casamata gremista desde o pedido de demissão de Renato Gaúcho. De acordo com a enquete proposta pelo clicEsportes, os percentuais entre os que aprovam sua contratação e os que a desaprovam caracterizam um empate técnico.

Entendo perfeitamente tal empate na aceitação da torcida. Julinho é uma aposta da direção (principalmente de Paulo Odone) que espera repetir o sucesso de apostas gremistas anteriores como Felipão, Tite e, mais recentemente, Mano Menezes. O problema é que há, contudo, diferenças consideráveis entre estes treinadores (mesmo quando começaram no Grêmio) e Julinho Camargo.

Para quem não lembra, os três grandes treinadores mencionados acima, que foram apresentados ao mundo pelo Grêmio, já tinham títulos ou campanhas de expressão com clubes profissionais. Felipão havia conquistado a Copa do Brasil em 1991 pelo Criciúma, Tite havia sido campeão Gaúcho pelo Caxias em cima do próprio Grêmio em 2000, e Mano pelo Guarani de Venâncio Aires em 2002, além da espetacular campanha do 15 de Novembro na Copa do Brasil 2004, quando levou o time de Campo Bom à 3ª colocação na competição.

Ou seja, apesar de serem considerados apostas, todos os três já tinham em seus currículos títulos que os credenciavam ao posto de técnico do Grêmio. Infelizmente, não é o caso de Julinho Camargo.

Mesmo conhecendo muito bem o grupo gremista e sendo uma opção menos rejeitada que Roth, Dunga, Cuca e Adilson, (pontos a favor dele) o novo técnico gremista não tem em seu currículo nenhum título comandando equipes profissionais, apenas os títulos das bases de Grêmio e Inter. E, convenhamos, treinar a gurizada da base é bastante diferente de treinar jogadores com os salários milionários como a maioria dos atletas do elenco Tricolor.

Agora resta esperar para ver como a equipe reagirá à troca de treinador. E, para isso, nada melhor que a pedreira contra o Cruzeiro no meio da semana. Afinal, na era dos pontos corridos o Grêmio não venceu o Cruzeiro em Minas sequer uma vez. Se Julinho conseguir a proeza, garante algumas semanas a mais de tranquilidade. Se perder, apesar de não ser o fim do mundo, a pressão naturalmente aumentará. Pedreira.

Autuori fica ou não em 2010? novembro 10, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,
1 comment so far

O assunto da semana no Grêmio é a permanência, ou não, de Paulo Autuori no comando da equipe em 2010. Apesar de todos os comentários que temos visto na grande mídia, penso que algumas verdades, ainda que contundentes, precisam ser ditas sobre o tema.

Primeiramente, não consigo criticar alguém simplesmente por optar ganhar mais que o dobro de seu atual salário, mesmo que este já seja estratosférico, como o do técnico gremista. A proposta do Catar beira o insano. São quase 400 mil Reais a mais que os 300 mil que hoje ganha o treinador. Se fosse eu nem pensava duas vezes.

A segunda verdade, na minha opinião, é que o Grêmio ficará melhor sem Autuori. Sim, aqueles que acompanharam o blog durante a novela de sua contratação, que se arrastou pela maior parte da Libertadores 2009, sabem que sempre fui contra a idéia de trazer um técnico sem identificação com o clube, ou pelo menos com a pegada gremista.

Isso porque olho para a história do Tricolor e não vejo nenhum técnico de sucesso na Azenha que não tenha internalizado a principal característica do time: a tão falada pegada. Paulo Autuori chegou a desdenhar dela depois do jogo que o Grêmio perdeu para o São Paulo no primeiro turno sem ter feito quase nenhuma falta o jogo inteiro e foi criticado por isso.

Não quero dizer com isso que time bom é aquele que bate. Longe disso. Mas o Grêmio nunca foi um time de toques e habilidades fora do comum. Os maiores times formados pelo Clube sempre tiveram jogadores bastante contestados tecnicamente, mas com excelente dedicação e garra, coisa que falta para o time de Autuori, pelo menos fora de seus domínios.

Talvez o melhor exemplo seja o time multicampeão de Felipão na década de 90. Mas assim o foi também com Enio Andrade em1981, Valdir Espinosa em 1983, Cláudio Duarte em 1989, Tite em 2001 e até mesmo com Mano Menezes de 2005 a 2007. Além disso, podemos identificar um importante elemento em comum com estes treinadores: todos eram gaúchos, mas acima de tudo conheciam, e não desprezavam, o estilo do Grêmio jogar. Não eram figurões consagrados que tentaram mudar a principal característica do time.

Isto não é preconceito com técnicos de fora, apenas uma constatação histórica. O único treinador que conquistou um título importante (não incluo aqui os Gauchões) e que era de fora do estado foi Evaristo de Macedo em 1997, que conquistou o Tri da Copa do Brasil. Ainda assim, com a base do time de 1996 que havia sagrado-se Bi do Brasileirão nas mãos de Luiz Felipe Scolari.

Enfim, assim como vejo com normalidade a saída de Paulo Autuori pela fortuna que lhe ofereceram no Catar, também acredito que o Grêmio estaria melhor servido com um treinador que verdadeiramente se identifique com a pegada tradicional do Tricolor.

Grêmio vence, Inter perde agosto 24, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

O final de semana dos gaúchos foi antagônico. O Grêmio, mais uma vez no estádio Olímpico, venceu de goleada. Desta vez a vítima foi o Atlético de Celso Roth que levou uma sapecada: 4 a 1 e um banho de bola.

Com o resultado, o Tricolor chega a impressionantes 9 vitórias em 11 jogos em casa. Os dois que não venceu foram empates. Ainda não perdeu em seus domínios. É disparado o melhor aproveitamento dentre os mandantes do Brasileirão 2009.

O problem gremista é a incompreensível diferença de aproveitamento quando vai jogar fora de seus domínios. O time tem o melhor aproveitamento como mandante e o pior como visitante. Desempenho de campeão no estádio Olímpico e de lanterninha fora de Porto Alegre.

Contudo, como coloquei em um post recente, se o time de Autuori começar a vencer na próxima partida contra o Botafogo no Rio, poderá voltar a sonhar com a briga pelo título. Melhor ainda se o SPFC ganhar do Palmeiras na próxima rodada, o que deixaria o Grêmio a apenas 6 pontos do líder.

Inter perde para o Palmeiras de Azul

Sim, isso mesmo. O Internacional foi ao Parque Antártica em busca de pelo menos um pontinho, e voltou para Porto Alegre com a segunda derrota consecutiva (antes havia sido o Corinthians em pleno Beira Rio). A grande atuação de Diego Souza levou o Palmeiras à vitória por 2 a 1 sobre o time de Tite.

Com isso, as chances do Colorado terminar o primeiro turno como líder se foram e o Inter pode estar entrando em crise, definitivamente. Tudo vai depender do resultado do jogo contra o Santos na Vila Belmiro no meio da semana. Se perder novamente, abala as estruturas do time.

Talvez agora, a imprensa vermelha d0 RS pare de espalhar o “mito do melhor grupo do Brasil” a respeito do Inter. A verdade é que o Colorado não passa de um plantel mediano, como o do Grêmio e da maioria dos times brasileiros, e só faz mal aos jogadores fazê-los crer que a equipe tem o melhor plantel do país. Não é verdade.

O Palmeiras de Azul

Confesso que acho ridícula a mudança de cor do “Verdão” que agora deverá mudar de apelido. Independente do que as origens do time digam, o Porco ficou conhecido e fortaleceu sua marca no Brasil com a tradicional camisa verde. Mudar agora, por motivos históricos é um jogo de marketing desnecessário.

Se quisessem reeditar a camiseta poderiam fazer como a dupla Grenal com as versões retrô de suas camisetas, mas fazer o time jogar com esta camiseta para vender mais é um exagero desnecessário, na minha opinião.

Os prós e contras do Japão agosto 5, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , ,
add a comment

O Internacional venceu o Oita Trinita por 2 a 1 e conquistou a Suruga Cup (nome dado ao amistoso internacional realizado no Japão entre o Oita do Japão e o Inter de Porto Alegre). Bom para os cofres do clube, nem tanto para o time.

A questão para o Inter agora é fazer a correta leitura da vitória apertada contra um time limitado. O time vem numa curva descendente de assustar no Brasileirão e retornará, possivelmente fora do G4, tendo dois jogos atrasados para recuperar suas posições.

Mas, lamentavelmente, o que se vê na direção não é uma leitura adequada. Fernando Carvalho, o presidente de fato (ainda que não de direito) do clube, fala em vitória convincente (2 a 1 com as calças na mão??) sobre o Oita e esquece de analisar a fraquíssima atuação do time, que pelo sufoco que levou do time japonês ao final poderia ter perdido o jogo.

Fernando Carvalho é um dos grande dirigentes de futebol deste país e não poderia deixar de fazer a análise correta da situação. Assim como não deveria ter desprezado o retorno do ídolo Fernandão, principalmente se o discurso era o de que a prioridade do Inter era essa.

A esperança colorada reside na correta leitura do jogo por parte do técnico Tite. Este sim, ao comentar a partida demonstrou ter ciência de que o time japonês poderia ter mudado a história depois que o Inter fez os dois gols e perdeu espaço.

Inter é goleado no Maracanã junho 21, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,
1 comment so far

O Internacional, considerado por parte da mídia esportiva – na qual não me incluo – o melhor time do Brasil, levou 4 a 0 do Flamengo no Maracanã e completa CINCO partidas sem vencer. Duas pela Copa do Brasil (derrotas para Coritiba e Corinthians) e três no Brasileirão (empates com Cruzeiro e Vitória, derrota para Flamengo).

Gostaria de saber o que dizem agora os que tanto idolatraram o Inter por ter aplicado goleadas monumentais em times do interior do estado. Será que continuam vendo no Inter o mesmo “bicho-papão”? E como ficará o time sem seu melhor jogador, que deverá ser vendido para o Napoli?

Desde 2006 o Inter entra ano e sai ano como promessa que não sai do papel. Por mais que alguns ainda argumentem que ganhou uma Recopa em 2007 e uma Sul Americana em 2008, todos sabemos que estes não eram, nem de perto os objetivos da equipe colorada nestes anos pós mundial.

Vou um pouco além. Na minha opinião, do tão badalado elenco vermelho, apenas 4 podem ser considerados realmente diferentes. Nilmar, Guiñazu, Taison e D’Alessandro, nesta ordem de preferência. Tirando estes, os outros são jogadores que não passam do comum.

Há três jogos sem vencer junho 15, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , ,
1 comment so far

O Internacional, apesar de todas as badalações de início de temporada, chegou ao terceiro jogo consecutivo sem vencer, após o empate em 0 a 0 com o Vitória no início da noite de ontem. Antes deste jogo, em pleno Beira Rio, houve ainda a derrota para o Coxa no Paraná pela Copa do Brasil e o empate beneficiado pela arbitragem em Minas contra o Cruzeiro.

Claro que os colorados argumentarão que ontem o time era reserva e foco já estava no jogo de quarta feira pela Final da Copa do Brasil contra o Corinthians no Pacaembú. Contudo, as três partidas sem vitória chegam em péssima hora para quem desejava entrar com mais moral na grande Final da Copa do Brasil.

A verdade , contudo, é que nesta quarta o Corinthians de Mano Menezes, velho algoz colorado nos tempos de Grêmio, tem tudo para mostrar ao país inteiro que o Internacional do técnico Tite, sem Nilmar, não é tudo que a mídia esportiva tentou pintar neste início de temporada.

Quem vai derrubar o Inter? maio 23, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , ,
3 comments

A vitória do Inter sobre o Goiás hoje no Serra Dourada deixa o time na liderança isolada do Brasileirão 2009, com 9 pontos e 100% de aproveitamento. Por um lado isso pode até ser bom, pois a soberba do time começa a estourar e pode prejudicar o time na Copa do Brasil.

Pelo menos o técnico Tite é esperto (o tempo que passou no Olímpico lhe deu visão) e na coletiva após o jogo admitiu que não se pode achar que o time vai ganhar tudo porque não é bem assim. De qualquer forma, a maioria dos torcedores colorados que conheço já se vê com todos os canecos do ano.

Buenas, como diz o velho ditado, quanto mais alto, maior o tombo. Quero assistir de camarote quando a casa vermelha começar a cair. Repito, sem medo de errar, que apesar de toda a badalação, o Inter não leva a Copa do Brasil e muito menos o Brasileirão. Quem quiser que faça suas apostas.

O Inter é campeão Gaúcho abril 19, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , ,
10 comments

Pois é, o Internacional conquistou, na tarde deste  domingo, o Bi-Campeonato Gaúcho com nova goleada por 8 a 1, desta vez contra o Caxias. Com o título, Tite se torna o único técnico a conquistar o Gauchão por TRÊS clubes diferentes: Caxias, Grêmio e Inter.

Para além do jogo, a comparação com o campeonato do ano passado, ganho em cima do Juventude com o mesmo placar, assim como leva alguns torcedores à vibração desmedida, também leva os mais conscientes a uma ponta de receio, ou no mínimo dúvida, com relação aos compromissos mais importantes da equipe na temporada.

Os mais realistas lembram que ano passado, apesar do mesmo resultado avassalador contra o Juventude, o time foi desclassificado pelo Sport na Copa do Brasil, não vingou no Brasileirão e, especula-se, apenas conquistou a Sul Americana porque nenhum dos grandes do Brasil (que estavam brigando pelas primeiras posições do Brasileirão) entrou com força total na competição. Inclusive o Colorado enfrentou Grêmio e Boca com seus times reservas.

Espero, e acredito, que este seja o único título do Inter no ano do centenário. E já é muito.

Quem é o Vice?

O Grêmio, apesar de ter sido eliminado nas quartas de final da Taça Fábio Koff (segundo turno) deve acabar o torneio como Vice-Campeão, já que o Inter venceu os dois turnos e não houve uma partida final que determinasse o segundo lugar. Mas esta é só uma suposição, pois o regulamento parece não prever a situação.

O Caxias foi o Vice da Taça Fábio Koff e o Grêmio, da Taça Fernando Carvalho. Contudo o Vice do Campeonato Gaúcho, como um todo, já que não houve final, não foi definido. Deveria ser o time com mais pontos acumulados depois do Inter. Neste caso o Grêmio.

Mas só quem pode responder é a Federação Gaúcha de Futebol. E você, quem apontaria como Vice do Campeonato Gaúcho?

Fora Kroeff, Krieger e Meira! abril 18, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
5 comments

Chega! Esse trio é digno de pelo menos um título: É a direção mais inflexível e incompetente do Grêmio nos últimos anos, senão de todos os tempos. Estão no mesmo nível de Obino. É impressionante que um vice de futebol de um time Campeão do Mundo ache normal entrar nas oitavas e, caso passe, jogar ainda a primeira partida das quartas de final de uma Libertadores da América com um técnico interino. Tudo isso tendo Renato Gaúcho, o preferido da torcida, só esperando para ser chamado.

Nosso presidente, Duda Kroeff, virou RAINHA. Não manda nada e tampouco ouve os torcedores que, em última instância, são o clube que preside. André Krieger ou é muito burro, ou safado. Quando ele vem com o discurso de que não vê problema em esperar, porque estamos classificados em primeiro numa das chaves mais fáceis da Libertadores 2009, demonstra desconhecimento total do futebol. Meira é outro que não sabe nada. Que trio.

Sem dar tempo para o treinador colocar sua cara no time, essa estratégia inédita (e absurda) significa dizer que o Grêmio só terá novo técnico de verdade a partir das SEMI FINAIS. Isso se chegar até lá, pois as coisas não serão tão fáceis a partir das oitavas de final. É impossível que, chegando após o primeiro jogo das quartas de final, Paulo Autuori tenha como mudar algo no jogo de volta. Qualquer mané sabe que um treinador precisa de, no mínimo, uns 20 dias para colocar seu estilo na equipe.

Mas para além dos riscos mencionados, faço as seguintes perguntas: Por que a repentina paixão por Paulo Autuori? Por que não Renato Gaúcho? Qual o treinador já consagrado deu certo vindo para o Grêmio? Será que é tão difícil de ver o óbvio?

Tudo bem que é Autuori é um treinador com um excelente currículo, mas quem conhece o Grêmio, de verdade, sabe que nossos treinadores mais destacados foram praticamente lançados para o futebol pelo Tricolor. Ah, e todos GAÚCHOS. Assim foi com Espinosa, Felipão, Tite e Mano Menezes. Já tentativas com big shots como Autuori, em toda a história do clube, nunca deram certo. Nunca um treinador carioca ou paulista teve bons resultados com o Tricolor.

Assim, antes que esse trio “maravilha” (Duda Kroeff, André Krieger e Luis Onofre Meira) acabe com as chances do Tricolor na Libertadores, proponho aqui a campanha: Fora Kroeff, Krieger e Meira. Socorro Dr. Fábio Koff!! Socorro Conselho Tricolor!! Não é possível que ninguém veja as coisas como aqui coloco.

Saudações Tricolores.

Inter com as calças na mão março 4, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , ,
2 comments

Para quem deseja lutar pelo título da Copa do Brasil o Inter precisa melhorar muito. Teve uma apresentação MEDÍOCRE no jogo de hoje, contra o fraco União Rondonópolis. Venceu por 2 a 0 e classificou-se à segunda fase, mas aos 40 minutos quase matou os torcedores com uma cabeçada defendida à queima roupa pelo goleiro Lauro. Um gol da equipe de Mato Grosso e o Colorado daria adeus à competição.

Não vejo a menor chance do time de Tite ir adiante na competição com apresentações como a de hoje. Um time burocrático, com muitos passes errados e que só foi marcar o primeiro gol lá pela metade do segundo tempo. Até então, a partida não dava qualquer indício de que o Inter pudesse classificar-se. Foi bem mais complicado que os colorados imaginavam.

Já contra o Guarani de Campinas, arrisco dizer que, com o mesmo futebol de hoje, o Internacional não passa às oitavas da Copa do Brasil. E se passar morre assim que pegar um time mais forte. Pelo menos foi a impressão que passou o jogo de hoje.

O Grenal 375 março 1, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , ,
add a comment

O Grêmio entra em campo neste domingo pela final da Taça Fernando Carvalho, contra o Internacional, menos de 48 horas depois de bater o Veranópolis por 1 a 0 com time misto. Tudo bem que a maioria dos titulares não foi usada. Ainda assim, alguns deles e a maior parte do banco de hoje, sofreram desgaste na sexta à noite e entram em campo apenas 43 horas depois.

É mais um dos absurdos do calendário imposto ao único time do Gauchão que disputa a Libertadores 2009. É claro que alguns colorados podem argumentar que o Inter também enfrenta uma maratona de jogos, mas em nenhum momento da agenda colorada o time precisou jogar com menos de 48 horas de descanso entre um jogo e outro.

O fato é que o Grenal 375, que define o título do primeiro turno do Gauchão, tem como pano de fundo este descuido da FGF ao montar o calendário, considerando que o Grêmio já tinha as prováveis datas da Libertadores quando o calendário do Campeonato Gaúcho foi anunciado.

De qualquer forma, para a torcida, ganhar este Grenal, apesar do foco total no TRI da Libertadores, seria algo de extremo sabor. Seria, afinal, a primeira vitória de Roth em CINCO clássicos desde seu retorno ao Olímpico, um ano atrás. Mas para muito mais que isso, seria a oportunidade única de ver o dirigente colorado Fernando Carvalho, ter que entregar a Taça de seu nome nas mãos do capitão gremista, TCHECO. Imperdível.

Inter empata na estreia em casa janeiro 21, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , ,
add a comment

O Santa Cruz dificultou a vida do Internacional ontem à noite no estádio Beira-Rio e arrancou um empate sem gols em Porto Alegre na abertura do Gauchão 2009. Por mais que a temporada esteja apenas começando, o resultado é simplesmente frustrante. Principalmente ao compararmos as folhas de pagamento dos dois times.

Para piorar a situação, o técnico Tite afirma que o clube precisa de um homem de referência na área, em outras palavras um matador que o time não tem. Contudo, o Inter não foi atrás de jogador neste perfil, pois acreditava que Nilmar seria este homem. Na minha opinião, a falta de contratações no Beira-Rio se deve à soberba da direção em acreditar que o grupo estava pronto mantendo os destaques da Sul Americana.

Pior que além de soberba, vejo um pouco de ingenuidade. Basta olhar no perfil do jogador na Wikipédia, por exemplo, para ver que ele não é este goleador de área que o Inter viu apenas agora que precisa. O próprio Nilmar é quem se descreve como um jogador que busca a jogada fora da área, que não gosta de ficar no meio dos zagueiros para o jogo de força. São apenas 15 gols desde seu retorno a Porto Alegre, em 2007. Até o meia Alex fez mais gols que ele em 2008. Talvez por isso mesmo nenhum time de porte tenha demonstrado interesse pelo atacante.

Não é possível que um time que aspire aos títulos que o Inter busca no ano do Centenário não consiga fazer gols, no Beira-Rio, contra o fraco Santa Cruz. O que mais assusta o torcedor é saber que, depois de ontem, possivelmente o União de Rondonópolis possa também fazer frente ao Colorado e complicar já na primeira fase da Copa do Brasil.

Claro que há diferenças entre um primeiro jogo de Gauchão e a Copa do Brasil, que já inicia no mata-mata. Mas não podemos esquecer da motivação do time comandado pelo técnico Valdo (ex-craque do Grêmio e da Seleção). Enfim, pelo menos até o final de semana, quando joga com o Zequinha no Passo D’Areia e pode tentar provar o contrário, o Internacional e seus torcedores terão que conviver com o medo do fracasso no ano do Centenário.

Começa o Gauchão 2009 janeiro 20, 2009

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , ,
2 comments

O Internacional abre o Campeonato Gaúcho 2009, hoje à noite, contra o Santa Cruz no estádio Beira-Rio. Também hoje, o Juventude recebe o Sapucaiense no Alfredo Jaconi. Amanhã é a vez do Grêmio começar sua caminhada de preparação à Libertadores da América, contra o Inter-SM em Santa Maria.

Enfim, apesar dos frequentes desdenhos de parte da torcida da dupla Grenal ao Campeonato Gaúcho, estamos diante de mais uma edição do Campeonato Estadual mais viril do País. E, por menos que se valorize o nosso Gauchão, considero muito importante olharmos para dentro de nossa própria casa antes de tentarmos alçar voos maiores.

Além disso, esta edição tem um sabor diferente para a dupla Grenal. Para o Grêmio, vencer o Campeonato Gaúcho 2009 representa a possibilidade de evitar que o rival vermelho levante algum caneco no ano de seu centenário, além da enorme vontade de dar o troco ao Juventude, que eliminou o Tricolor no ano passado.

Já para o Inter, significa justamente o contrário, ou seja, a chance de garantir ao menos um caneco no ano em que completa 100 anos. Sim, porque, com as pouquíssimas mudanças no plantel colorado, dificilmente o time do técnico Tite consiga fazer frente aos oponentes na Copa do Brasil, Brasileirão e menos ainda na Sul Americana, agora que os clubes brasileiros darão valor à chamada Segundona da América, já que esta poderá valer vaga para a Libertadores 2010.

Inter é Campeão da Sul Americana dezembro 4, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , ,
add a comment

Foi necessária a prorrogação para o Inter garantir o título inédito da Copa Sul Americana. Apesar dos 90 minutos de apatia colorada, uma das piores atuações do grande destaque colorado, o meia Alex, e até mesmo um gol do Estudiantes mal anulado ainda no primeiro tempo, o Internacional é o primeiro time brasileiro a ganhar a Sul Americana. Possivelmente, também, o primeiro que a tenha valorizado no Brasil.

De qualquer forma, independente da falta de empenho dos grandes na busca desta conquista, o Internacional, que cedo foi obrigado a abandonar maiores pretensões no Campeonato Brasileiro, conseguiu dedicar-se a uma competição mais acessível, onde todos os times tradicionais entraram com times reservas. E além do caneco e dos valores recebidos por este título, o Inter garante a disputa da Recopa Sul Americana no ano do Centenário, contra a LDU, atual equipe campeã da Libertadores.

Fica, por tudo que exponho acima, a sensação de que o Internacional conquistou a Copa Sul Americana na hora certa. Afinal de contas, a partir de agora, com a vaga para a Libertadores que a edição de 2009 da competição promete ao campeão, todos os times que não estiverem disputando a Libertadores no ano que vem, deverão apostar todas as suas fichas na busca por este título, paralelamente ao Brasileirão.

Parabéns ao técnico Tite e sua equipe que souberam focar e, com foco, venceram aquilo que estava de fato a seu alcance. E, podem ter certeza, amigos, que de agora em diante teremos vários grandes times interessados em igualar o Inter com essa conquista inédita no Brasil.

Inter viaja sem D’Alessandro novembro 11, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , ,
add a comment

O Internacional viajou para o México sem a presença do meia D’Alessandro que, devido a uma infecção estomacal, ficou em Porto Alegre e passou a ser o principal desfalque da equipe na partida de ida contra o Chivas Guadalajara no famoso estádio Jalisco, pela copa Sul Americana.

Apesar do desfalque, os jogadores colorados acreditam em boa atuação e prometem voltar de lá com, pelo menos, um empate. De fato, o Inter não pode jogar fora a chance do ano. São apenas mais quatro jogos até o título inédito da Sul Americana e o time tem de fazer o possível e o impossível para fazer a valer a temporada 2008 e, mais do que isso, garantir ao Colorado a participação na Recopa Sul Americana no ano do Centenário.

Já que a vaga na Libertadores não veio a conquista da Sul Americana seria como um prêmio de consolação e, além disso, representaria uma boa grana nos cofres do clube para investir no Centenário Colorado.

Inter perde fôlego e empata em casa agosto 24, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , ,
1 comment so far

O empate em 1 a 1 no Beira-Rio teve gosto de derrota para o Internacional. O pior é que as explicações da equipe técnica e dirigentes não são suficientes para acalmar os ânimos dos torcedores que já pedem há algumas rodadas a saída do técnico Tite.

Quem assistiu ao jogo, viu um Internacional no primeiro tempo e outro completamente diferente no segundo. Com uma etapa inicial de luxo, o Inter, que teve um pênalti não marcado a seu favor, perdeu de abrir uma goleada para cima do Flamengo. Entretanto, o Colorado voltou para o segundo tempo  completamente apagado e demonstrando uma falta de fôlego inacreditável.

Agora, a situação do Inter na busca por uma vaga na Libertadores no ano do centenário ficou ainda mais complicada e o time precisará começar a brigar por melhores resultados também fora de casa, até mesmo porque não tem feito o dever de casa de ganhar no seu estádio.

E você internauta, acredita na classificação do Inter para a Libertadores da América em 2009?

Inter atropela Porco no Beira Rio agosto 21, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

O Internacional atropelou o Palmeiras de Wanderley Luxemburgo com uma goleada, de virada, por 4 a 1, com direito a show de Alex, que retornou de lesão mostrando todo seu futebol. Além disso, os poucos colorados presentes puderam assistir ao primeiro gol do jovem atacante Taison pelos profissionais.

Com a façanha, o time de Tite chega agora aos 29 pontos na tabela de classificação e volta a sonhar com a vaga na Libertadores da América no ano do centenário colorado. Agora o compromisso colorado é manter o foco a cada partida e se aproximar cada vez mais do G4. O próximo confronto do Internacional é novamente no Beira-Rio, contra o Flamengo.

Os efeitos colaterais da primeira parte da 21ª rodada do campeonato também são comemorados na Azenha. Afinal de contas, com a derrota do Palmeiras para o Inter, o Grêmio pode chegar a 10 pontos de diferença do Verdão, caso vença a partida contra o Flamengo. E para coroar a noite gremista, o vice-líder Cruzeiro perdeu para o Botafogo no Engenhão e poderá terminar a rodada a 8 pontos do líder, se o Tricolor Gaúcho vencer o jogo de hoje à noite no Rio.

E deu empate no Grenal 371 agosto 14, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , , ,
1 comment so far

Apesar do aparente descaso e da utilização de um time, por assim dizer, reserva, o Grêmio complicou o Internacional em pleno Beira-Rio, empatando em 1 a 1, garantindo a vantagem do empate sem gols na partida de volta no Olímpico.

Os reservas do Grêmio, ou pelo menos alguns deles, demonstraram qualidades equiparáveis a de seus titulares. O meia Souza, por exemplo, não pode mais ser deixado de fora e mostrou isso contra o Inter. Por outro lado, é possível argumentar que o mérito não tenha sido do time reserva do Tricolor e sim da falta de qualidade do time titular do Internacional.

No Beira-Rio, os problemas devem se agravar com o empate, em casa, contra o segundo time do Grêmio, principalmente porque o Inter havia, declaradamente, dado maior importância a Copa Sul-Americana que ao Brasileiro, no momento em que Colorado se encontra na competição nacional. E mesmo assim os titulares de Tite não conseguiram vencer os reservas do Tricolor de Celso Roth.

E para você, o empate foi mérito do time reserva do Grêmio ou demérito do time titular Colorado?

Inter perde mais uma chance agosto 10, 2008

Posted by eduardotrindade in Futebol.
Tags: , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Com o empate em 1 a 1 frente ao Figueirense no Beira-Rio, o Inter perde mais uma chance de se aproximar da ponta de cima da tabela e deixa os times de baixo se aproximarem perigosamente. Hoje o Colorado, com 26 pontos, está à mesma distância, em pontos, da Libertadores e do rebaixamento.

Apenas 7 pontos separam o Inter do Vasco, primeiro a figurar na zona temível da tabela e os mesmos 7 pontos separam o time do São Paulo, primeiro classificado para a Libertadores da América. Como o próximo confronto do Colorado é justamente contra o Vasco em São Januário e a campanha colorada fora de casa tem sido um verdadeiro desastre, a preocupação que paira é a de que os colorados terminem a 20ª rodada mais próximos do rebaixamento que da ponta de cima da tabela.

Apenas Nilmar tem se destacado positivamente na equipe, mas isto não tem sido suficiente e, para piorar a vida do Inter, os torcedores tem se revoltado cada vez mais com a distância abismal de pontos entre o líder e arqui-rival, Grêmio, com 15 pontos à frente.

Agora os dirigentes e comissão técnica deixam claro que a Sul-Americana passa a ser a prioridade. De qualquer forma, é preciso uma virada de mesa no Brasileirão para evitar sufocos desagradáveis ao final do campeonato, ou para, pelo menos, garantir uma vaga na Sul-Americana 2009.

E você, torcedor colorado, acha que já é hora de reativar as reivindicações inflamadas no famoso portão 8?